Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Dia 99 na Palavra

Texto(s) da Bíblia

A verdadeira justiça

1Quanto ao mais, meus irmãos, alegrem-se no Senhor. Escrever de novo as mesmas coisas não é um problema para mim e é segurança para vocês.

2Cuidado com os cães! Cuidado com os maus obreiros! Cuidado com a falsa circuncisão! 3Porque nós é que somos a circuncisão, nós, que adoramos a Deus no Espírito e nos gloriamos em Cristo Jesus, em vez de confiarmos na carne. 4É verdade que eu também poderia confiar na carne. Se alguém pensa que pode confiar na carne, eu ainda mais: 5fui circuncidado no oitavo dia, sou da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; quanto à lei, eu era fariseu; 6quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que há na lei, irrepreensível.

7Mas o que para mim era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo. 8Na verdade, considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor. Por causa dele perdi todas as coisas e as considero como lixo, para ganhar a Cristo 9e ser achado nele, não tendo justiça própria, que procede de lei, mas aquela que é mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus, baseada na fé. 10O que eu quero é conhecer Cristo e o poder da sua ressurreição, tomar parte nos seus sofrimentos e me tornar como ele na sua morte, 11para, de algum modo, alcançar a ressurreição dentre os mortos.

A soberana vocação

12Não que eu já tenha recebido isso ou já tenha obtido a perfeição, mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus. 13Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficam para trás e avançando para as que estão diante de mim, 14prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.

15Todos, pois, que somos maduros, tenhamos este modo de pensar; e, se em alguma coisa vocês pensam de modo diferente, também isto Deus revelará para vocês. 16Seja como for, andemos de acordo com o que já alcançamos.

Os inimigos da cruz de Cristo

17Irmãos, sejam meus imitadores e observem os que vivem segundo o exemplo que temos dado a vocês. 18Pois muitos andam entre nós, dos quais repetidas vezes eu lhes dizia e agora digo, até chorando, que são inimigos da cruz de Cristo. 19O destino deles é a perdição, o deus deles é o ventre, e a glória deles está naquilo de que deviam se envergonhar, visto que só pensam nas coisas terrenas. 20Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, 21o qual transformará o nosso corpo de humilhação, para ser igual ao corpo da sua glória, segundo a eficácia do poder que ele tem de até subordinar a si todas as coisas.

Filipenses 3NAAAbrir na Bíblia

1Portanto, meus amados irmãos, de quem tenho muita saudade, vocês que são a minha alegria e coroa, sim, meus amados, permaneçam, deste modo, firmes no Senhor.

Apelo de Paulo para Evódia e Síntique. Regozijo e oração

2Peço a Evódia e peço a Síntique que, no Senhor, tenham o mesmo modo de pensar. 3E peço também a você, fiel companheiro de jugo, que auxilie essas mulheres, pois juntas se esforçaram comigo no evangelho, juntamente com Clemente e com os demais cooperadores meus, cujos nomes se encontram no Livro da Vida.

4Alegrem-se sempre no Senhor; outra vez digo: alegrem-se!

5Que a moderação de vocês seja conhecida por todos. Perto está o Senhor. 6Não fiquem preocupados com coisa alguma, mas, em tudo, sejam conhecidos diante de Deus os pedidos de vocês, pela oração e pela súplica, com ações de graças. 7E a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus.

Em que pensar

8Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o pensamento de vocês. 9O que também aprenderam, receberam e ouviram de mim, e o que viram em mim, isso ponham em prática; e o Deus da paz estará com vocês.

Paulo agradece aos filipenses

10Fiquei muito alegre no Senhor porque, agora, uma vez mais, renasceu o cuidado que vocês têm por mim. Na verdade, vocês já tinham esse cuidado antes, só que lhes faltava oportunidade. 11Digo isto, não porque esteja necessitado, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. 12Sei o que é passar necessidade e sei também o que é ter em abundância; aprendi o segredo de toda e qualquer circunstância, tanto de estar alimentado como de ter fome, tanto de ter em abundância como de passar necessidade. 13Tudo posso naquele que me fortalece.

14No entanto, vocês fizeram bem, associando-se comigo nas aflições. 15E como vocês, filipenses, sabem muito bem, no início da pregação do evangelho, quando parti da Macedônia, nenhuma igreja se associou comigo nessa questão de dar e receber, exceto vocês, somente. 16Porque até quando eu estava em Tessalônica, por mais de uma vez vocês mandaram o bastante para as minhas necessidades. 17Não que eu esteja pedindo ajuda, pois o que realmente me interessa é o fruto que aumente o crédito na conta de vocês. 18Recebi tudo e tenho até de sobra. Estou suprido, desde que Epafrodito me entregou o que vocês me mandaram, que é uma oferta de aroma agradável, um sacrifício que Deus aceita e que lhe agrada. 19E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus, tudo aquilo de que vocês precisam. 20A nosso Deus e Pai seja a glória para todo o sempre. Amém!

Saudações

21Saúdem cada um dos santos em Cristo Jesus. Os irmãos que estão comigo mandam saudações. 22Todos os santos mandam saudações, especialmente os da casa de César.

Bênção

23A graça do Senhor Jesus Cristo esteja com o espírito de vocês.

Filipenses 4NAAAbrir na Bíblia

Profecia contra Amom

1A palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

2— Filho do homem, vire o seu rosto contra os filhos de Amom e profetize contra eles. 3Diga aos filhos de Amom: “Ouçam a palavra do Senhor Deus! Assim diz o Senhor Deus: Visto que vocês disseram: ‘Bem feito!’, quando o meu santuário foi profanado, quando a terra de Israel foi arrasada e quando a casa de Judá foi levada para o exílio, 4eis que eu os entregarei ao poder dos filhos do Oriente, que estabelecerão os seus acampamentos no meio de vocês e ficarão morando aí. Eles comerão as frutas e beberão o leite de vocês. 5Farei de Rabá uma estrebaria de camelos e dos filhos de Amom, um curral de ovelhas; e vocês saberão que eu sou o Senhor.”

6— Porque assim diz o Senhor Deus: “Visto que vocês bateram palmas, pularam de alegria e, com o mais profundo desprezo, se alegraram por causa da terra de Israel, 7eis que estenderei a minha mão contra vocês e os darei por despojo às nações. Eu os eliminarei do meio das nações e os farei perecer do meio dos povos. Acabarei com vocês, e vocês saberão que eu sou o Senhor.”

Profecia contra Moabe

8— Assim diz o Senhor Deus: “Visto que Moabe e Seir dizem: ‘A casa de Judá é como qualquer outra nação’, 9eis que abrirei o flanco de Moabe, começando pelas cidades, sim, pelas cidades da fronteira, a glória daquela terra, Bete-Jesimote, Baal-Meom e Quiriataim. 10Eu as darei aos povos do Oriente como propriedade, juntamente com os filhos de Amom, para que destes não haja memória entre as nações. 11Também executarei juízos contra Moabe, e os moabitas saberão que eu sou o Senhor.”

Profecia contra Edom

12— Assim diz o Senhor Deus: “Visto que Edom se mostrou vingativo para com a casa de Judá e se fez culpado ao extremo, quando se vingou dela, 13assim diz o Senhor Deus: Também estenderei a mão contra Edom e eliminarei dele pessoas e animais. Farei de Edom um deserto, e desde Temã até Dedã cairão à espada. 14Exercerei a minha vingança contra Edom, por meio do meu povo de Israel, que fará em Edom segundo a minha ira e segundo o meu furor. E os edomitas conhecerão a minha vingança”, diz o Senhor Deus.

Profecia contra a Filístia

15— Assim diz o Senhor Deus: “Visto que os filisteus se mostraram vingativos e com profundo desprezo executaram vingança, para destruírem com inimizade sem fim, 16assim diz o Senhor Deus: Eis que eu estenderei a minha mão contra os filisteus, eliminarei os queretitas e destruirei o resto da costa do mar. 17Tomarei deles grandes vinganças, com furiosas repreensões. E saberão que eu sou o Senhor, quando eu tiver exercido a minha vingança contra eles.”

Ezequiel 25NAAAbrir na Bíblia

Lamentação sobre Faraó, rei do Egito

1No décimo segundo ano, no décimo segundo mês, no primeiro dia do mês, a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

2— Filho do homem, faça uma lamentação sobre Faraó, rei do Egito, e diga-lhe:

“Você foi comparado

a um leão entre as nações,

mas não passa

de um crocodilo nas águas,

agitando as águas,

turvando-as com os pés,

sujando os rios.”

3Assim diz o Senhor Deus:

“Estenderei sobre você

a minha rede

no meio de muitos povos,

que o puxarão para fora

na minha rede.

4Eu o deixarei no chão,

eu o lançarei em campo aberto.

Trarei sobre você

todas as aves do céu,

e os animais de toda a terra

se fartarão da sua carne.

5Porei as suas carnes

sobre os montes

e encherei os vales

com o seu cadáver.

6Com o seu sangue

que se derrama,

regarei a terra até os montes,

e dele se encherão os ribeiros.

7Quando eu o extinguir,

cobrirei os céus

e farei escurecer as estrelas;

encobrirei o sol com uma nuvem,

e a lua não fará resplandecer

a sua luz.

8Por sua causa, vestirei de preto

todos os brilhantes luzeiros

do céu

e trarei trevas sobre o seu país”,

diz o Senhor Deus.

9— “Afligirei o coração de muitos povos, quando se levar às nações, às terras que você não conheceu, a notícia da sua destruição. 10Farei com que muitos povos fiquem espantados a seu respeito, e os seus reis tremam de medo, quando eu brandir a minha espada diante deles. No dia em que você cair, eles ficarão tremendo sem parar, com medo de perder a vida.”

11— Pois assim diz o Senhor Deus: “A espada do rei da Babilônia virá contra você. 12Farei com que a multidão do seu povo caia à espada de valentes guerreiros, que são todos os mais terríveis das nações.”

“Eles acabarão

com o orgulho do Egito,

e todo o seu povo será destruído.

13Destruirei todos os seus animais

junto às muitas águas,

que nunca mais serão turvadas

por pés humanos

ou por cascos de animais.

14Então farei assentar

as suas águas

e farei correr os seus rios

como o azeite”,

diz o Senhor Deus.

15“Quando eu tornar o Egito

em desolação

e a terra for destituída

de tudo o que a enchia,

e quando eu destruir

todos os que nela habitam,

então saberão

que eu sou o Senhor.”

16— Esta é a lamentação que se fará, que farão as filhas das nações; sobre o Egito e todo o seu povo se lamentará, diz o Senhor Deus.

O Egito desce ao mundo dos mortos

17No décimo segundo ano, aos quinze dias do primeiro mês, a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

18— Filho do homem, pranteie sobre a multidão do Egito e faça-a descer, ela e as filhas das nações poderosas, às profundezas da terra, juntamente com os que descem à cova. 19Diga o seguinte:

“Você pensa que supera

os outros em beleza?

Pois agora desça e deite-se

com os incircuncisos.”

20— No meio daqueles que foram mortos à espada, eles cairão. Ele foi entregue à espada; arrastem o Egito e toda a sua multidão. 21Do mundo dos mortos, os mais poderosos dos valentes, juntamente com os que o socorrem, lhe dirão: “Eles desceram, lá jazem eles, os incircuncisos, mortos à espada.”

22— Ali está a Assíria com todo o seu exército. Ao redor dela, todos os seus túmulos. Todos eles foram mortos; caíram à espada. 23Os seus túmulos foram postos nas extremidades da cova, e todo o exército da Assíria se encontra ao redor do seu túmulo. Foram mortos, caíram à espada todos esses que tinham causado espanto na terra dos viventes.

24— Ali está Elão com todo o seu exército, ao redor do seu túmulo. Todos foram mortos; caíram à espada. Desceram incircuncisos às profundezas da terra esses que causaram terror na terra dos viventes. Levaram a sua vergonha com os que desceram à cova. 25No meio dos mortos, lhe puseram um leito entre todo o seu exército. Ao redor dele estão os seus túmulos. Todos esses incircuncisos foram mortos à espada, porque causaram terror na terra dos viventes e levaram a sua vergonha com os que desceram à cova. Foram postos no meio dos que foram mortos.

26— Ali estão Meseque e Tubal com todo o seu exército. Ao redor deles estão os seus túmulos. Todos eles são incircuncisos e foram mortos à espada, porque causaram terror na terra dos viventes. 27E estão com os valentes dos tempos antigos que, dentre os incircuncisos, foram mortos e desceram ao mundo dos mortos com as suas próprias armas de guerra e com a espada debaixo da cabeça. A iniquidade deles está sobre os seus ossos, porque eram o terror dos heróis na terra dos viventes.

28— Também você, Egito, será quebrado no meio dos incircuncisos e jazerá com os que foram mortos à espada.

29— Ali está Edom, os seus reis e todos os seus príncipes, que, apesar do seu poder, jazem com os que foram mortos à espada; estes jazem com os incircuncisos e com os que desceram à cova.

30— Ali estão os príncipes do Norte, todos eles, e todos os sidônios, que desceram com os que foram mortos, envergonhados com o terror causado pelo seu poder. Eles jazem incircuncisos com os que foram mortos à espada e levam a sua vergonha com os que desceram à cova.

31— Faraó os verá e se consolará sobre toda a sua multidão. Sim, o próprio Faraó e todo o seu exército foram mortos à espada, diz o Senhor Deus. 32Porque também eu pus o meu espanto na terra dos viventes. Por isso, ele jazerá no meio dos incircuncisos, com os que foram mortos à espada, Faraó e todo o seu povo, diz o Senhor Deus.

Ezequiel 32NAAAbrir na Bíblia

1Quem creu em nossa pregação?

E a quem foi revelado

o braço do Senhor?

2Porque foi subindo

como um renovo diante dele

e como raiz de uma terra seca.

Não tinha boa aparência

nem formosura;

olhamos para ele,

mas não havia nenhuma beleza

que nos agradasse.

3Era desprezado e o mais rejeitado

entre os homens,

homem de dores e que sabe

o que é padecer.

E, como um de quem os homens

escondem o rosto,

era desprezado,

e dele não fizemos caso.

4Certamente ele tomou sobre si

as nossas enfermidades

e as nossas dores levou sobre si;

e nós o considerávamos

como aflito,

ferido de Deus e oprimido.

5Mas ele foi traspassado

por causa das nossas

transgressões

e esmagado por causa

das nossas iniquidades;

o castigo que nos traz a paz

estava sobre ele,

e pelas suas feridas fomos sarados.

6Todos nós andávamos

desgarrados como ovelhas;

cada um se desviava

pelo seu próprio caminho,

mas o Senhor fez cair sobre ele

a iniquidade de todos nós.

7Ele foi oprimido e humilhado,

mas não abriu a boca.

Como cordeiro foi levado

ao matadouro

e, como ovelha muda

diante dos seus tosquiadores,

ele não abriu a boca.

8Pela opressão e pelo juízo,

ele foi levado,

e de sua linhagem,

quem se preocupou com ela?

Porque ele foi cortado

da terra dos viventes;

foi ferido por causa

da transgressão do meu povo.

9Designaram-lhe a sepultura

com os ímpios,

mas com o rico esteve

na sua morte,

embora não tivesse feito injustiça,

e nenhum engano fosse

encontrado em sua boca.

10Todavia, ao Senhor

agradou esmagá-lo,

fazendo-o sofrer.

Quando ele der a sua alma

como oferta pelo pecado,

verá a sua posteridade

e prolongará os seus dias;

e a vontade do Senhor

prosperará nas suas mãos.

11Ele verá o fruto do trabalho

de sua alma

e ficará satisfeito.

O meu Servo, o Justo,

com o seu conhecimento

justificará a muitos,

porque as iniquidades deles

levará sobre si.

12Por isso, eu lhe darei a sua parte

com os grandes,

e com os poderosos

ele repartirá o despojo,

pois derramou a sua alma

na morte

e foi contado

com os transgressores.

Contudo, levou sobre si

o pecado de muitos

e pelos transgressores intercedeu.

Isaías 53NAAAbrir na Bíblia

Salvação para os gentios

1Assim diz o Senhor:

“Mantenham o direito

e pratiquem a justiça,

porque a minha salvação

está prestes a vir,

e a minha justiça

está prestes a se manifestar.

2Bem-aventurado quem faz isto,

e aquele que nisto se firma,

que se guarda

de profanar o sábado

e guarda a sua mão

de cometer algum mal.”

3O estrangeiro que tiver se unido

ao Senhor não deve dizer:

“O Senhor certamente

me excluirá do seu povo.”

E um eunuco não deve dizer:

“Eis que eu sou uma árvore seca.”

4Porque assim diz o Senhor:

“Aos eunucos que guardam

os meus sábados,

escolhem aquilo que me agrada

e abraçam a minha aliança,

5darei no meu templo

e dentro das minhas muralhas

um memorial e um nome melhor

do que filhos e filhas;

darei a cada um deles

um nome eterno,

que nunca se apagará.

6Aos estrangeiros

que se aproximam do Senhor,

para o servir e para amar

o nome do Senhor,

sendo deste modo servos dele,

sim, todos os que guardam

o sábado,

não o profanando,

e abraçam a minha aliança,

7também os levarei

ao meu santo monte

e lhes darei alegria

na minha Casa de Oração.

Os seus holocaustos

e os seus sacrifícios

serão aceitos no meu altar,

porque a minha casa será chamada

‘Casa de Oração’

para todos os povos.”

8Assim diz o Senhor Deus,

que congrega os dispersos

de Israel:

“Ainda congregarei outros

aos que já se acham reunidos.”

Ai dos atalaias de Israel!

9“Vocês, todos os animais

do campo,

todos os animais dos bosques,

venham comer.

10Os atalaias de Israel são cegos,

nada sabem.

Todos são cães mudos,

não podem latir.

São sonhadores preguiçosos,

gostam de dormir.

11Tais cães são gulosos,

nunca se fartam.

São pastores

que nada compreendem;

todos seguem o seu próprio

caminho,

cada um para a sua ganância,

todos sem exceção.

12Eles dizem: ‘Venham!

Vou trazer o vinho!

Vamos nos encharcar

de bebida forte!

O dia de amanhã será como este

e ainda maior e mais famoso.’”

Isaías 56NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.19.1
SIGA A SBB: