Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 53

Texto(s) da Bíblia

A tentação de Jesus

Mc 1.12-13; Lc 4.1-13

1A seguir, Jesus foi levado pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. 2E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome. 3Então o tentador, aproximando-se, disse a Jesus:

— Se você é o Filho de Deus, mande que estas pedras se transformem em pães.

4Jesus, porém, respondeu:

— Está escrito:

“O ser humano não viverá só de pão,

mas de toda palavra que procede

da boca de Deus.”

5Então o diabo levou Jesus à Cidade Santa, colocou-o sobre o pináculo do templo 6e disse:

— Se você é o Filho de Deus, jogue-se para baixo, porque está escrito:

“Aos seus anjos ele dará ordens

a seu respeito.

E eles o sustentarão

nas suas mãos,

para que você não tropece

em alguma pedra.”

7Jesus respondeu:

— Também está escrito: “Não ponha à prova o Senhor, seu Deus.”

8O diabo ainda levou Jesus a um monte muito alto, mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles 9e disse:

— Tudo isso lhe darei se, prostrado, você me adorar.

10Então Jesus lhe ordenou:

— Vá embora, Satanás, porque está escrito:

“Adore o Senhor, seu Deus,

e preste culto somente a ele.”

11Com isto, o diabo deixou Jesus, e eis que vieram anjos e o serviram.

O começo do ministério na Galileia

Mc 1.14-15; Lc 4.14-15

12Ao ouvir que João tinha sido preso, Jesus voltou para a Galileia. 13E, deixando Nazaré, foi morar em Cafarnaum, situada à beira-mar, na região de Zebulom e Naftali. 14Isso aconteceu para se cumprir o que tinha sido dito por meio do profeta Isaías:

15“Terra de Zebulom,

terra de Naftali,

caminho do mar, além do Jordão,

Galileia dos gentios!

16O povo que vivia em trevas

viu grande luz,

e aos que viviam na região

e sombra da morte

resplandeceu-lhes a luz.”

17Daí em diante Jesus começou a pregar e a dizer:

— Arrependam-se, porque está próximo o Reino dos Céus.

Jesus chama quatro pescadores

Mc 1.16-20; Lc 5.1-11

18Caminhando junto ao mar da Galileia, Jesus viu dois irmãos, Simão, chamado Pedro, e André. Eles lançavam as redes ao mar, porque eram pescadores. 19Jesus lhes disse:

— Venham comigo, e eu os farei pescadores de gente.

20Então eles deixaram imediatamente as redes e o seguiram.

21Pouco mais adiante, Jesus viu outros dois irmãos, Tiago, filho de Zebedeu, e João, o irmão dele. Eles estavam no barco em companhia de seu pai, consertando as redes; e Jesus os chamou. 22Então eles, no mesmo instante, deixaram o barco e seu pai e seguiram Jesus.

Jesus ensina e cura muitas pessoas

Lc 6.17-19

23Jesus percorria toda a Galileia, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do Reino e curando todo tipo de doenças e enfermidades entre o povo. 24E a sua fama correu por toda a Síria. Trouxeram-lhe, então, todos os doentes, acometidos de várias enfermidades e tormentos: endemoniados, epilépticos e paralíticos. E ele os curou. 25E da Galileia, de Decápolis, de Jerusalém, da Judeia e do outro lado do Jordão numerosas multidões o seguiam.

Mateus 4NAAAbrir na Bíblia

Deus manda trazer ofertas para o tabernáculo

Êx 35.4-9

1O Senhor disse a Moisés:

2— Diga aos filhos de Israel que me tragam uma oferta. De todo homem cujo coração o mover para isso, dele vocês receberão a minha oferta. 3Esta é a oferta que dele vocês receberão: ouro, prata e bronze; 4pano azul, púrpura e carmesim; linho fino; pelos de cabra; 5peles de carneiro tingidas de vermelho e peles finas; madeira de acácia; 6azeite para a iluminação; especiarias para o óleo da unção e para o incenso aromático; 7pedras de ônix e pedras de engaste, para a estola sacerdotal e para o peitoral. 8E farão para mim um santuário, para que eu possa habitar no meio deles. 9Segundo tudo o que eu mostrar a você como modelo do tabernáculo e como modelo de todos os seus móveis, assim mesmo vocês o farão.

A arca da aliança

Êx 37.1-5

10— Também farão uma arca de madeira de acácia, de um metro e dez de comprimento, sessenta e seis centímetros de largura, e sessenta e seis centímetros de altura. 11Revista a arca de ouro puro. Coloque esse revestimento por dentro e por fora, e ponha um remate de ouro ao redor da arca. 12Mande fundir quatro argolas de ouro e fixe-as nos quatro cantos da arca: duas argolas num lado dela e duas argolas no outro lado. 13Faça também cabos grossos de madeira de acácia e revista-os de ouro. 14Passe os cabos pelas argolas nos lados da arca, para que ela possa ser carregada por meio deles. 15Os cabos ficarão nas argolas da arca e não serão tirados dela. 16E você porá na arca o testemunho, que eu lhe darei.

O propiciatório

Êx 37.6-9

17— Faça também um propiciatório de ouro puro, de um metro e dez de comprimento e sessenta e seis centímetros de largura. 18Faça dois querubins de ouro batido, nas duas extremidades do propiciatório. 19Um querubim deve ficar numa extremidade, e o outro, na outra extremidade. Faça os querubins nas duas extremidades de modo que formem uma só peça com o propiciatório. 20Os querubins estenderão as asas por cima, cobrindo com elas o propiciatório. Eles estarão de frente um para o outro, olhando para o propiciatório. 21Ponha o propiciatório em cima da arca; e dentro dela coloque o testemunho, que eu lhe darei. 22Ali eu me encontrarei com você e, de cima do propiciatório, do meio dos dois querubins que estão sobre a arca do testemunho, falarei com você a respeito de tudo o que eu lhe ordenar para os filhos de Israel.

A mesa dos pães da proposição

Êx 37.10-16

23— Faça também uma mesa de madeira de acácia. Terá o comprimento de oitenta e oito centímetros, a largura de quarenta e quatro e a altura de sessenta e seis. 24Faça um revestimento de ouro puro e ponha um remate de ouro ao redor. 25Faça também uma borda ao redor, da largura de quatro dedos, e ponha um remate de ouro ao redor da borda. 26Faça também quatro argolas de ouro e fixe-as nos quatro cantos que estão nos quatro pés da mesa. 27As argolas devem estar perto da borda, como lugares para os cabos, para que se possa carregar a mesa. 28Faça estes cabos de madeira de acácia e revista-os de ouro, para que a mesa possa ser carregada por meio deles. 29Faça também os seus pratos, os seus recipientes para incenso, as suas jarras e as suas taças em que serão oferecidas as libações; faça tudo isso de ouro puro. 30Ponha sobre a mesa os pães da proposição diante de mim perpetuamente.

O candelabro

Êx 37.17-24

31— Faça também um candelabro de ouro puro; de ouro batido deverá ser feito este candelabro. O seu pedestal, a sua haste, os seus cálices, as suas maçanetas e as suas flores formarão com ele uma só peça. 32Seis hastes sairão dos lados do candelabro: três de um lado e três do outro. 33Numa haste haverá três cálices com formato de amêndoas, uma maçaneta e uma flor; na outra haste haverá três cálices com formato de amêndoas, uma maçaneta e uma flor; e assim serão as seis hastes que saem do candelabro.

34— Mas no candelabro mesmo haverá quatro cálices com formato de amêndoas, com suas maçanetas e com suas flores. 35Haverá uma maçaneta sob duas hastes que saem dele; e ainda uma maçaneta sob duas outras hastes que saem dele; e ainda mais uma maçaneta sob duas outras hastes que saem dele; assim se fará com as seis hastes que saem do candelabro. 36As maçanetas e as hastes do candelabro formarão uma só peça com o mesmo; tudo será de uma só peça, obra batida de ouro puro.

37— Faça também as sete lâmpadas do candelabro, as quais se acenderão para iluminar o espaço diante dele. 38As suas tesouras de cortar pavios e os seus apagadores serão de ouro puro. 39Com trinta e quatro quilos de ouro puro se fará o candelabro com todos estes utensílios. 40Tenha o cuidado de fazer tudo segundo o modelo que foi mostrado a você no monte.

Êxodo 25NAAAbrir na Bíblia

As cortinas do tabernáculo

Êx 36.8-18

1— Faça o tabernáculo, que terá dez cortinas, de linho retorcido, pano azul, púrpura e carmesim; faça as cortinas com querubins, obra de artista. 2O comprimento de cada cortina será de doze metros e meio, e a largura será de um metro e oitenta; todas as cortinas terão a mesma medida. 3Cinco cortinas serão ligadas umas às outras; e as outras cinco também ligadas umas às outras. 4Ponha laçadas de pano azul na borda da cortina na extremidade do primeiro agrupamento; faça o mesmo com a borda da cortina na extremidade do segundo agrupamento. 5Faça cinquenta laçadas numa cortina, e cinquenta laçadas na outra cortina na extremidade do segundo agrupamento; as laçadas serão contrapostas uma à outra. 6Faça cinquenta colchetes de ouro, com os quais você prenderá as cortinas uma à outra; e o tabernáculo passará a ser um todo.

7— Faça também de pelos de cabra cortinas para servirem de tenda sobre o tabernáculo; faça onze cortinas. 8O comprimento de cada cortina será de treze metros e trinta, e a largura será de um metro e oitenta; as onze cortinas terão a mesma medida. 9Junte cinco cortinas entre si, e faça o mesmo com as seis restantes; a sexta cortina você dobrará na parte dianteira da tenda. 10Ponha cinquenta laçadas na borda da cortina que está na extremidade do primeiro agrupamento e cinquenta laçadas na borda da cortina que está na extremidade do segundo agrupamento. 11Faça também cinquenta colchetes de bronze, e ponha esses colchetes nas laçadas, juntando a tenda, para que venha a ser um todo. 12A parte que restar das cortinas da tenda, a saber, a meia cortina que sobrar, penderá às costas do tabernáculo. 13Os quarenta e cinco centímetros de um lado e os quarenta e cinco centímetros de outro lado, do que sobrar no comprimento das cortinas da tenda, penderão de um e de outro lado do tabernáculo para o cobrir.

A cobertura de peles e as tábuas

14— Faça também de peles de carneiro tingidas de vermelho uma cobertura para a tenda e outra cobertura de peles finas.

15— Faça também de madeira de acácia as tábuas para o tabernáculo, as quais serão colocadas verticalmente. 16Cada uma das tábuas terá quatro metros e quarenta e cinco de comprimento e sessenta e sete centímetros de largura. 17Cada tábua terá dois encaixes, para que se possa unir uma tábua à outra; faça o mesmo com todas as tábuas do tabernáculo. 18No preparar as tábuas para o tabernáculo, coloque vinte delas para o lado sul. 19Faça também quarenta bases de prata debaixo das vinte tábuas: duas bases debaixo de uma tábua para os seus dois encaixes e duas bases debaixo de outra tábua para os seus dois encaixes. 20Também haverá vinte tábuas ao outro lado do tabernáculo, para o lado norte, 21com as suas quarenta bases de prata: duas bases debaixo de uma tábua e duas bases debaixo de outra tábua. 22Para o lado posterior do tabernáculo, o lado oeste, faça seis tábuas. 23Faça também duas tábuas para os cantos do tabernáculo, na parte posterior, 24as quais, por baixo, estarão separadas, mas, em cima, se ajustarão à primeira argola; assim se fará com as duas tábuas; serão duas para cada um dos dois cantos. 25Assim serão as oito tábuas com as suas bases de prata, dezesseis bases: duas bases debaixo de uma tábua e duas debaixo de outra tábua.

26— Faça travessas de madeira de acácia, cinco para as tábuas de um lado do tabernáculo, 27cinco para as tábuas do outro lado do tabernáculo e cinco para as tábuas do tabernáculo, ao lado posterior, que olha para o oeste. 28A travessa do meio passará ao meio das tábuas, de uma extremidade à outra. 29Revista de ouro as tábuas e faça de ouro as suas argolas, pelas quais passarão as travessas, que também deverão ser revestidas de ouro. 30Faça o tabernáculo segundo o modelo que foi mostrado a você no monte.

O véu, o cortinado e as colunas

Êx 36.35-38

31— Faça também um véu de pano azul, púrpura, carmesim e linho fino retorcido; faça-o com querubins, obra de artista. 32Pendure esse véu em quatro colunas de madeira de acácia, revestidas de ouro; os seus colchetes serão de ouro, sobre quatro bases de prata. 33Pendure o véu debaixo dos colchetes e leve para lá a arca do testemunho, para dentro do véu; o véu fará separação entre o Santo Lugar e o Santo dos Santos.

34— Ponha a cobertura do propiciatório sobre a arca do testemunho no Santo dos Santos. 35A mesa ficará fora do véu e o candelabro ficará diante da mesa, ao lado do tabernáculo, para o sul; e a mesa ficará para o lado norte.

36— Faça também para a porta da tenda um cortinado de pano azul, púrpura, carmesim e linho fino retorcido, obra de bordador. 37Para este cortinado faça cinco colunas de madeira de acácia revestidas de ouro; os seus colchetes serão de ouro, e para as colunas você mandará fundir cinco bases de bronze.

Êxodo 26NAAAbrir na Bíblia

O altar do holocausto

Êx 38.1-7

1— Faça também o altar de madeira de acácia. Seu comprimento será de dois metros e vinte e a largura será de dois metros e vinte; o altar será quadrado. A altura será de um metro e trinta. 2Nos quatro cantos coloque quatro chifres, os quais formarão uma só peça com o altar, que deverá ser revestido de bronze. 3Faça também recipientes para recolher a cinza do altar, além de pás, bacias, garfos e braseiros; todos esses utensílios serão feitos de bronze. 4Faça também para o altar uma grelha de bronze em forma de rede e fixe quatro argolas de metal nos seus quatro cantos. 5Coloque as argolas dentro do rebordo do altar para baixo, de maneira que a rede chegue até o meio do altar. 6Faça também cabos para o altar, cabos de madeira de acácia revestidos de bronze. 7Os cabos devem ser passados pelas argolas, de um e de outro lado do altar, quando este for transportado. 8Oco e de tábuas você fará o altar; como lhe foi mostrado no monte, assim o farão.

O átrio do tabernáculo

Êx 38.9-20

9— Faça também o átrio do tabernáculo. Do lado meridional, que dá para o sul, o átrio terá cortinas de linho fino retorcido; o comprimento de cada lado será de quarenta e quatro metros. 10Também as suas vinte colunas e as suas vinte bases serão de bronze; os ganchos das colunas e as suas vigas superiores serão de prata. 11De igual modo, para o lado norte ao comprido, haverá cortinas de quarenta e quatro metros de comprimento; e as suas vinte colunas e as suas vinte bases serão de bronze; os ganchos das colunas e as suas vigas superiores serão de prata. 12Na largura do átrio para o lado oeste, haverá cortinas de vinte e dois metros; as colunas serão dez, e as suas bases, dez. 13A largura do átrio do lado leste, para o nascente, será de vinte e dois metros. 14As cortinas para um lado da entrada terão seis metros e sessenta de comprimento; as suas colunas serão três, e as suas bases, três. 15Para o outro lado da entrada, haverá cortinas de seis metros e sessenta de comprimento; as suas colunas serão três, e as suas bases, três. 16À porta do átrio, haverá um cortinado de oito metros e oitenta de comprimento, de pano azul, púrpura, carmesim e linho fino retorcido, obra de bordador; as suas colunas serão quatro, e as suas bases, quatro. 17Todas as colunas ao redor do átrio serão ligadas por vigas superiores de prata; os seus ganchos serão de prata, mas as suas bases serão de bronze. 18O átrio terá quarenta e quatro metros de comprimento, vinte e dois de largura por todo o lado e dois metros e vinte de altura. As suas cortinas serão de linho fino retorcido, e as suas bases serão de bronze. 19Todos os utensílios do tabernáculo em todo o seu serviço, todas as suas estacas e todas as estacas do átrio serão de bronze.

O azeite para o candelabro

Lv 24.1-4

20— Ordene aos filhos de Israel que tragam a você azeite puro de oliveira, batido, para o candelabro, para que haja lâmpada acesa continuamente. 21Na tenda do encontro fora do véu, que está diante da arca do testemunho, Arão e seus filhos a conservarão em ordem, desde a tarde até pela manhã, diante do Senhor. Este será um estatuto perpétuo entre os filhos de Israel de geração em geração.

Êxodo 27NAAAbrir na Bíblia

1Quem ama a disciplina

ama o conhecimento,

mas o que odeia a repreensão

é tolo.

2Quem faz o bem

alcança o favor do Senhor,

mas aquele que tem más intenções,

este o Senhor condena.

3Ninguém se estabelece

pela maldade,

mas a raiz dos justos

não será removida.

4A mulher virtuosa

é a coroa do seu marido,

mas a que envergonha o marido

é como podridão

nos seus ossos.

5Os pensamentos dos justos

são retos;

os conselhos dos ímpios são falsos.

6As palavras dos ímpios

são emboscadas

para derramar sangue,

mas a boca dos retos

salva da morte.

7Os ímpios são derrubados

e desaparecem,

mas a casa dos justos

permanecerá.

8Cada um será louvado

segundo o seu entendimento,

mas quem tem coração perverso

será desprezado.

9Melhor é ser modesto

e fazer o seu trabalho

do que engrandecer a si mesmo

e não ter o que comer.

10O justo cuida dos seus animais,

mas o coração dos ímpios é cruel.

11O que lavra a sua terra

terá pão em abundância,

mas quem corre

atrás de coisas sem valor

não tem juízo.

12O ímpio quer viver

do que caçam os maus,

mas a raiz dos justos

produz o seu fruto.

13Os maus se enredam

na transgressão

daquilo que falam,

mas os justos escaparão

da angústia.

14Cada um se farta de bem

pelo fruto daquilo que diz,

e o que as suas mãos fizerem,

isso receberá de volta.

15O caminho do insensato

parece reto aos seus olhos,

mas o sábio ouve os conselhos.

16O insensato mostra logo

a sua ira,

mas o prudente ignora os insultos.

17Quem diz a verdade

favorece a justiça,

mas a testemunha falsa

está a serviço da fraude.

18Palavras precipitadas

são como pontas de espada,

mas as palavras dos sábios

são remédio.

19Os lábios que falam a verdade

permanecem para sempre,

mas a língua mentirosa desaparece

num instante.

20Há fraude no coração

dos que planejam o mal,

mas os que aconselham a paz

têm alegria.

21Nenhuma desgraça

sobrevirá ao justo,

mas os ímpios,

o mal os apanhará em cheio.

22O Senhor detesta

lábios mentirosos,

mas aqueles que praticam

a verdade são o seu prazer.

23Aquele que é prudente

oculta o conhecimento,

mas o coração dos insensatos

proclama a tolice.

24O homem esforçado dominará,

mas o preguiçoso ficará sujeito

a trabalhos forçados.

25A ansiedade no coração

pode abater alguém,

mas uma boa palavra traz alegria.

26O justo serve de guia

para o seu companheiro,

mas o caminho dos ímpios os leva

a andar errantes.

27O preguiçoso não assará

a sua caça,

mas o bem precioso do homem

é ser esforçado.

28Na vereda da justiça está a vida,

e neste caminho não há morte.

Provérbios 12NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.8
SIGA A SBB: