Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 38

Texto(s) da Bíblia

Cristo é superior a Moisés

1Por isso, santos irmãos, vocês que são participantes da vocação celestial, considerem atentamente o Apóstolo e Sumo Sacerdote da nossa confissão, Jesus, 2o qual é fiel àquele que o constituiu, como também Moisés foi fiel em toda a casa de Deus. 3No entanto, assim como aquele que edifica uma casa tem maior honra do que a casa em si, também Jesus tem sido considerado digno de maior glória do que Moisés. 4Pois toda casa é edificada por alguém, mas aquele que edificou todas as coisas é Deus. 5E Moisés foi fiel, em toda a casa de Deus, como servo, para testemunho das coisas que haviam de ser anunciadas. 6Cristo, porém, como Filho, é fiel em sua casa. Esta casa somos nós, se guardarmos firme a ousadia e a exultação da esperança.

O perigo da incredulidade e da desobediência

7Por isso, como diz o Espírito Santo:

“Hoje, se ouvirem a sua voz,

8não endureçam o coração

como foi na rebelião,

no dia da tentação no deserto,

9onde os pais de vocês

me tentaram,

pondo-me à prova,

e viram as minhas obras

durante quarenta anos.

10Por isso, me indignei

contra essa geração e disse:

‘O coração deles

sempre se afasta de mim;

e eles não conheceram

os meus caminhos.’

11Assim, jurei na minha ira:

‘Não entrarão no meu descanso.’”

12Tenham cuidado, irmãos, para que nenhum de vocês tenha um coração mau e descrente, que se afaste do Deus vivo. 13Pelo contrário, animem uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama “hoje”, a fim de que nenhum de vocês seja endurecido pelo engano do pecado. 14Porque temos nos tornado participantes de Cristo, se, de fato, guardarmos firme, até o fim, a confiança que, desde o princípio, tivemos. 15Como se diz:

“Hoje, se ouvirem a sua voz,

não endureçam o coração,

como foi na rebelião.”

16E quem foram os que ouviram e, mesmo assim, se rebelaram? Não foram todos os que saíram do Egito por meio de Moisés? 17E contra quem Deus se indignou durante quarenta anos? Não foi contra os que pecaram, cujos cadáveres caíram no deserto? 18E a quem jurou que não entrariam no seu descanso, senão aos que foram desobedientes? 19Assim, vemos que não puderam entrar por causa da incredulidade.

Hebreus 3NAAAbrir na Bíblia

A entrada no descanso de Deus pela fé

1Portanto, visto que nos foi deixada a promessa de entrar no descanso de Deus, tenhamos cuidado para não parecer que algum de vocês deixou de alcançá-la. 2Porque também a nós foram anunciadas as boas-novas, exatamente como aconteceu com eles. Mas a palavra que eles ouviram não lhes trouxe proveito, porque não foram unidos por meio da fé com aqueles que a ouviram. 3Nós, porém, que cremos, entramos no descanso, conforme Deus disse:

“Assim, jurei na minha ira:

‘Não entrarão no meu descanso.’”

Ele disse isso, mesmo que as obras já estivessem concluídas desde a fundação do mundo. 4Porque, em certo lugar, assim disse a respeito do sétimo dia: “No sétimo dia, Deus descansou de todas as obras que tinha feito.” 5E, novamente, no mesmo lugar: “Não entrarão no meu descanso.” 6Visto, portanto, que resta entrarem alguns naquele descanso e que, por causa da desobediência, não entraram aqueles aos quais anteriormente foram anunciadas as boas-novas, 7de novo, determina certo dia, “hoje”, falando por Davi, muito tempo depois, segundo antes tinha sido declarado:

“Hoje, se ouvirem a sua voz,

não endureçam o coração.”

8Ora, se Josué lhes tivesse dado descanso, não falaria, posteriormente, a respeito de outro dia. 9Portanto, resta um repouso sabático para o povo de Deus. 10Porque aquele que entrou no descanso de Deus, também ele mesmo descansou de suas obras, como Deus descansou das suas.

11Portanto, esforcemo-nos por entrar naquele descanso, a fim de que ninguém caia, segundo aquele exemplo de desobediência. 12Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até o ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para julgar os pensamentos e propósitos do coração. 13E não há criatura que não seja manifesta na sua presença; pelo contrário, todas as coisas estão descobertas e expostas aos olhos daquele a quem temos de prestar contas.

Hebreus 4:1-13NAAAbrir na Bíblia

Jacó fica doente

1Passadas estas coisas, disseram a José:

— Seu pai está doente.

Então José tomou consigo seus dois filhos, Manassés e Efraim. 2E avisaram a Jacó:

— Eis que o seu filho José vem visitá-lo.

Israel fez um esforço e se sentou na cama. 3Então Jacó disse a José:

— O Deus Todo-Poderoso me apareceu na cidade de Luz, na terra de Canaã, me abençoou 4e me disse: “Eis que eu o farei fecundo e o multiplicarei. De você farei uma multidão de povos e à sua descendência darei esta terra como propriedade perpétua.” 5E agora os seus dois filhos, que lhe nasceram na terra do Egito antes que eu viesse para junto de você aqui no Egito, são meus. Efraim e Manassés serão meus, assim como Rúben e Simeão são meus. 6Mas os filhos que você gerar depois deles serão seus; segundo o nome de um de seus irmãos serão chamados na sua herança. 7Quando eu vinha de Padã, para minha tristeza morreu Raquel na terra de Canaã, no caminho, a pouca distância de Efrata; eu a sepultei ali no caminho de Efrata, que é Belém.

8Quando Israel viu os filhos de José, perguntou:

— Quem são estes?

9José respondeu a seu pai:

— São meus filhos, que Deus me deu aqui.

Israel disse:

— Traga-os para perto de mim, para que eu os abençoe.

10Os olhos de Israel já estavam fracos por causa da velhice, de modo que não podia ver bem. Por isso José levou os filhos para perto dele; e ele os beijou e os abraçou.

Jacó abençoa José e os filhos deste

11Então Israel disse a José:

— Eu não esperava ver o seu rosto outra vez; e eis que Deus me permitiu ver também os seus filhos.

12E José, tirando-os dentre os joelhos de seu pai, se prostrou com o rosto em terra, diante dele. 13Depois José pegou os dois filhos e os colocou diante do pai. Pegou Efraim com a mão direita, para que ficasse à esquerda de Israel, e Manassés com a mão esquerda, para que ficasse à direita de Israel. 14Mas Israel estendeu a mão direita e a pôs sobre a cabeça de Efraim, que era o mais novo, e pôs a mão esquerda sobre a cabeça de Manassés, cruzando assim as mãos, mesmo sendo Manassés o primogênito. 15E Israel abençoou José, dizendo:

— O Deus em cuja presença andaram meus pais Abraão e Isaque, o Deus que tem sido o meu pastor durante a minha vida até este dia, 16o Anjo que me tem livrado de todo mal, abençoe estes meninos! Que por meio deles seja lembrado o meu nome e o nome de meus pais Abraão e Isaque! Que cresçam e se tornem uma multidão sobre a terra.

17José viu que seu pai havia posto a mão direita sobre a cabeça de Efraim e isto não lhe agradou. Pegou a mão de seu pai para mudá-la da cabeça de Efraim para a cabeça de Manassés. 18E José disse ao pai:

— Não assim, meu pai, pois o primogênito é este; ponha a mão direita sobre a cabeça dele.

19Mas seu pai recusou e disse:

— Eu sei, meu filho, eu sei. Ele também será um povo, também ele será grande. Mas o seu irmão menor será maior do que ele, e a sua descendência será uma multidão de nações.

20Assim, os abençoou naquele dia, declarando:

— Por vocês Israel abençoará, dizendo: “Deus faça com você como fez com Efraim e com Manassés.”

E assim Israel pôs Efraim antes de Manassés. 21Depois Israel disse a José:

— Eis que estou morrendo, mas Deus estará com vocês e os fará voltar à terra de seus pais. 22Dou a você uma parte a mais que a seus irmãos, um declive montanhoso, o qual tomei das mãos dos amorreus com a minha espada e com o meu arco.

Gênesis 48NAAAbrir na Bíblia

Oração de um pecador aflito

Salmo de Davi. Em memória

1Não me repreendas, Senhor,

na tua ira,

nem me castigues no teu furor.

2Cravam-se em mim as tuas setas,

e a tua mão recai sobre mim.

3Não há parte sã na minha carne,

por causa da tua indignação;

não há saúde nos meus ossos,

por causa do meu pecado.

4Pois já se elevam acima

de minha cabeça

as minhas iniquidades;

como fardos pesados,

excedem as minhas forças.

5Tenho feridas que cheiram mal

e estão cheias de pus,

por causa da minha insensatez.

6Sinto-me encurvado

e muito abatido,

ando de luto o dia todo.

7Os meus lombos ardem,

e não há parte sã na minha carne.

8Estou aflito e mui quebrantado;

dou gemidos por causa

do desassossego do meu coração.

9Na tua presença, Senhor,

estão os meus desejos todos,

e a minha ansiedade

não te é oculta.

10O meu coração bate acelerado,

faltam-me as forças,

e a luz dos meus olhos,

até essa me deixou!

11Os meus amigos e companheiros

afastam-se da minha desgraça,

e os meus parentes

ficam de longe.

12Armam ciladas contra mim

os que tramam tirar-me a vida;

os que me procuram fazer o mal

dizem coisas perniciosas

e imaginam engano todo o dia.

13Mas eu, como surdo, não ouço

e, qual mudo, não abro a boca.

14Sou como quem não ouve

e em cujos lábios não há réplica.

15Pois em ti, Senhor, espero;

tu me responderás,

Senhor, Deus meu.

16Porque eu dizia: “Não deixes

que eles se alegrem de mim

e contra mim se engrandeçam

quando me resvala o pé.”

17Pois estou prestes a tropeçar;

a minha dor está sempre

diante de mim.

18Confesso a minha iniquidade;

suporto tristeza

por causa do meu pecado.

19Mas os meus inimigos

são vigorosos e fortes,

e são muitos os que

sem motivo me odeiam.

20Aqueles que pagam

o mal pelo bem

são meus adversários,

porque eu sigo o que é bom.

21Não me desampares, Senhor;

Deus meu,

não te ausentes de mim.

22Apressa-te em socorrer-me,

Senhor, salvação minha.

Salmos 38NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.6
SIGA A SBB: