Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 347

Texto(s) da Bíblia

A situação do apóstolo e o progresso do evangelho

12Quero ainda, irmãos, que saibam que as coisas que me aconteceram têm até contribuído para o progresso do evangelho, 13de maneira que toda a guarda pretoriana e todos os demais sabem que estou preso por causa de Cristo. 14E os irmãos, em sua maioria, estimulados no Senhor por minhas algemas, ousam falar a palavra com mais coragem. 15É verdade que alguns proclamam Cristo por inveja e rivalidade, mas outros o fazem de boa vontade. 16Estes o fazem por amor, sabendo que estou incumbido da defesa do evangelho; 17aqueles, porém, pregam Cristo por interesse pessoal, não de forma sincera, pensando que assim podem aumentar meu sofrimento na prisão. 18Mas que importa? Uma vez que, de uma forma ou de outra, Cristo está sendo pregado, seja com fingimento, seja com sinceridade, também com isto me alegro; sim, sempre me alegrarei.

19Porque estou certo de que, pela súplica de vocês e com a ajuda do Espírito de Jesus Cristo, isso resultará em minha libertação. 20Minha ardente expectativa e esperança é que em nada serei envergonhado, mas que, com toda a ousadia, como sempre, também agora, Cristo será engrandecido no meu corpo, quer pela vida, quer pela morte. 21Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro. 22Entretanto, se eu continuar vivendo, poderei ainda fazer algum trabalho frutífero. Assim, não sei o que devo escolher. 23Estou cercado pelos dois lados, tendo o desejo de partir e estar com Cristo, o que é incomparavelmente melhor. 24Mas, por causa de vocês, é mais necessário que eu continue a viver. 25E, convencido disto, estou certo de que ficarei e permanecerei com todos vocês, para que progridam e tenham alegria na fé. 26Desse modo, vocês terão mais motivo para se gloriarem em Cristo Jesus por minha causa, pela minha presença, de novo, no meio de vocês.

A unidade cristã na luta pela fé do evangelho

27Acima de tudo, vivam de modo digno do evangelho de Cristo, para que, ou indo até aí para vê-los ou estando ausente, eu ouça a respeito de vocês que estão firmes em um só espírito, como uma só alma, lutando juntos pela fé do evangelho; 28e que em nada se sentem intimidados pelos adversários. Pois o que para eles é prova evidente de perdição para vocês é sinal de salvação, e isto da parte de Deus. 29Porque vocês receberam a graça de sofrer por Cristo, e não somente de crer nele, 30pois vocês têm o mesmo combate que viram em mim e que agora estão ouvindo que continuo a ter.

Filipenses 1:12-30NAAAbrir na Bíblia

A parábola do leão enjaulado

1— Quanto a você, faça uma lamentação sobre os príncipes de Israel. 2Diga:

“Que bela leoa entre os leões

era a sua mãe!

Deitada entre os leõezinhos,

criou os seus filhotes.

3Criou um dos seus filhotinhos, que,

ao se tornar um leãozinho,

aprendeu a despedaçar a presa;

chegou a devorar gente.

4Quando as nações

ouviram falar dele,

o apanharam na cova que fizeram,

e ele foi levado com ganchos

para a terra do Egito.

5Vendo frustrada

e perdida a sua esperança,

a leoa pegou

outro dos seus filhotes

e o fez leãozinho.

6Este, andando entre os leões,

veio a ser um leãozinho

e aprendeu a despedaçar a presa;

chegou a devorar gente.

7Destruiu palácios

e arrasou cidades.

A terra e os seus moradores

ficaram assustados,

ao ouvirem o seu rugido.

8Então se ajuntaram contra ele

os povos das províncias vizinhas.

Estenderam sobre ele a rede,

e ele foi apanhado

na cova que fizeram.

9Com ganchos, meteram-no

dentro de uma jaula

e o levaram ao rei da Babilônia.

Deixaram-no preso,

para que nunca mais se ouvisse

o seu rugido nos montes de Israel.”

A parábola da videira arruinada

10“Sua mãe era como uma videira

dentro da vinha,

plantada junto às águas;

ela frutificou

e se encheu de ramos,

por causa das muitas águas.

11Os galhos fortes se tornaram

para ela cetros de dominadores.

A sua estatura

se elevou até as nuvens,

e na sua altura era visível

com a multidão dos seus ramos.

12Mas ela foi arrancada com furor

e jogada no chão.

O vento leste secou os seus frutos.

Seus fortes galhos

foram quebrados e secaram;

o fogo os consumiu.

13Agora, a videira está plantada

no deserto,

numa terra seca e sedenta.

14Do ramo principal saiu fogo

que consumiu o seu fruto,

de maneira que já não há nela

galho forte

que sirva de cetro para dominar.”

Esta é uma lamentação e ficará servindo de lamentação.

Ezequiel 19NAAAbrir na Bíblia

A infidelidade de Israel é repreendida

1Escutem isto, casa de Jacó,

vocês que se chamam

pelo nome de Israel

e saíram da linhagem de Judá,

vocês que juram

pelo nome do Senhor

e confessam o Deus de Israel,

mas não em verdade

nem em justiça.

2Da santa cidade tomam o nome

e se firmam sobre o Deus de Israel,

cujo nome é Senhor dos Exércitos.

3“Desde a antiguidade

anunciei as primeiras coisas;

a minha boca as pronunciou,

e eu as fiz ouvir;

de repente agi,

e elas se cumpriram.

4Porque eu sabia que

você era obstinado,

que o seu pescoço

é um tendão de ferro

e que a sua testa era de bronze.

5Por isso, desde aquele tempo

eu lhe anunciei essas coisas

e as dei a conhecer

antes que acontecessem,

para que você não dissesse:

‘O meu ídolo fez estas coisas’;

ou: ‘A minha imagem de escultura

e a minha imagem de fundição

as ordenaram.’”

6“Você já ouviu; agora olhe bem

para tudo isto;

será que você não vai admitir

que falei a verdade?

Desde agora lhe anuncio

coisas novas e ocultas,

que você não conhecia.

7Foram criadas agora

e não há muito tempo,

e antes deste dia você não tinha

ouvido falar nelas,

para que você não diga:

‘Sim, eu já sabia.’

8Você não ouviu, não conheceu,

nem tampouco antecipadamente

se abriram os seus ouvidos,

porque eu sabia que

você não é nada confiável

e é chamado de transgressor

desde o ventre materno.”

9“Por amor do meu nome,

retardarei a minha ira

e, por causa da minha honra,

me conterei em relação a você,

para que eu não venha

a exterminá-lo.

10Eis que refinei você,

mas não como a prata;

eu o provei na fornalha da aflição.

11Por amor de mim,

por amor de mim

é que faço isto;

pois como seria profanado

o meu nome?

Não darei a mais ninguém

a minha glória.”

O Senhor chama Israel

12“Escute, ó Jacó,

e também você, Israel,

a quem chamei:

Eu sou o mesmo, sou o primeiro

e também o último.

13Também a minha mão

fundou a terra,

e a minha mão direita

estendeu os céus;

quando eu os chamar,

eles se apresentarão juntos.”

14“Reúnam-se, todos vocês,

e escutem!

Quem, dentre eles,

anunciou estas coisas?

Aquele a quem o Senhor amou

executará a sua vontade

contra a Babilônia,

e o seu braço será

contra os caldeus.

15Eu, eu tenho falado;

também já o chamei.

Eu o trouxe e farei próspero

o seu caminho.

16Aproximem-se de mim

e escutem isto:

desde o princípio,

não falei em segredo;

desde o tempo em que isso

vem acontecendo,

tenho estado lá.”

“Agora, o Senhor Deus

enviou a mim

e o seu Espírito.”

17Assim diz o Senhor,

o seu Redentor,

o Santo de Israel:

“Eu sou o Senhor, o seu Deus,

que lhe ensina o que é útil

e o guia pelo caminho

em que você deve andar.

18Ah! Se você tivesse dado ouvidos

aos meus mandamentos!

Então a sua paz seria como um rio,

e a sua justiça,

como as ondas do mar.

19Também a sua posteridade

seria como a areia,

e os seus descendentes,

como os grãos da areia;

o seu nome nunca seria eliminado

nem destruído de diante de mim.”

20Saiam da Babilônia,

fujam do meio dos caldeus!

Anunciem isto com voz de júbilo;

proclamem e levem

esta boa notícia

até os confins da terra.

Digam: “O Senhor remiu

o seu servo Jacó.”

21Não padeceram sede,

quando ele os levava

pelos desertos;

fez brotar para eles água da rocha;

fendeu a pedra, e a água jorrou.

22“Mas para os ímpios

não há paz”,

diz o Senhor.

Isaías 48NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.6
SIGA A SBB: