Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 266

Texto(s) da Bíblia

Prólogo. O Verbo da vida e a comunhão com Deus

1O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos próprios olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida 2— e a vida se manifestou, e nós a vimos e dela damos testemunho, e anunciamos a vocês a vida eterna, que estava com o Pai e nos foi manifestada —, 3o que vimos e ouvimos anunciamos também a vocês, para que também vocês tenham comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com o seu Filho, Jesus Cristo. 4E escrevemos estas coisas para que a nossa alegria seja completa.

Deus é luz

5A mensagem que dele ouvimos e que anunciamos a vocês é esta: Deus é luz, e não há nele treva nenhuma. 6Se dissermos que mantemos comunhão com ele e andarmos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. 7Se andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado.

O pecado, a confissão, o perdão

8Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos enganamos, e a verdade não está em nós. 9Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. 10Se dissermos que não cometemos pecado, fazemos dele um mentiroso, e a sua palavra não está em nós.

1João 1NAAAbrir na Bíblia

O reinado de Josias, de Judá

2Rs 22.1-2

1Josias tinha oito anos de idade quando começou a reinar e reinou trinta e um anos em Jerusalém. 2Josias fez o que era reto aos olhos do Senhor, andou nos caminhos de Davi, seu pai, e não se desviou nem para a direita nem para a esquerda.

A reforma religiosa feita por Josias

2Rs 23.4-20

3No oitavo ano de seu reinado, sendo ainda moço, Josias começou a buscar o Deus de Davi, seu pai. E, no décimo segundo ano, começou a purificar Judá e Jerusalém dos lugares altos, dos postes da deusa Aserá e das imagens de escultura e de fundição. 4Na presença dele, derrubaram os altares dos baalins. Ele despedaçou os altares do incenso que estavam acima deles. Quebrou os postes da deusa Aserá e as imagens de escultura e de fundição, reduziu-os a pó e o espalhou sobre as sepulturas dos que tinham oferecido sacrifícios a esses ídolos. 5Queimou os ossos dos sacerdotes pagãos sobre os altares deles e purificou Judá e Jerusalém. 6Fez o mesmo nas cidades de Manassés, de Efraim e de Simeão, até Naftali, por todos os lados no meio das suas ruínas. 7Depois de derrubar os altares, os postes da deusa Aserá e as imagens de escultura, até reduzi-los a pó, e depois de despedaçar todos os altares de incenso em toda a terra de Israel, Josias voltou para Jerusalém.

O rei repara o templo

2Rs 22.3-7

8No décimo oitavo ano do seu reinado, havendo já purificado a terra e o templo, Josias ordenou que Safã, filho de Azalias, Maaseias, governador da cidade, e Joá, filho de Joacaz, cronista, reparassem a Casa do Senhor, seu Deus. 9Foram até o sumo sacerdote Hilquias e entregaram o dinheiro que tinha sido trazido à Casa de Deus e que os levitas, guardas da porta, tinham ajuntado, dinheiro provindo das mãos de Manassés, de Efraim e de todo o resto de Israel, bem como de todo o Judá e Benjamim e dos moradores de Jerusalém. 10Eles o entregaram aos que dirigiam a obra e tinham a seu encargo a Casa do Senhor, para que pagassem àqueles que faziam a obra, trabalhadores na Casa do Senhor, para repararem e restaurarem o templo. 11Deram o dinheiro aos carpinteiros e aos construtores, para comprarem pedras lavradas e madeiras para as junções e para servirem de vigas para as casas que os reis de Judá deixaram cair em ruína. 12Esses homens trabalharam fielmente na obra. Os superintendentes deles eram Jaate e Obadias, levitas, dos filhos de Merari, bem como Zacarias e Mesulão, dos filhos dos coatitas, para supervisionar a obra. 13Todos os levitas peritos em instrumentos musicais eram superintendentes dos carregadores e dirigiam todos os que faziam a obra, em qualquer tipo de trabalho. Outros levitas eram escrivães, oficiais e porteiros.

Hilquias acha o Livro da Lei

2Rs 22.8-10

14Enquanto se tirava o dinheiro que havia sido trazido à Casa do Senhor, Hilquias, o sacerdote, achou o Livro da Lei do Senhor, dada por meio de Moisés. 15Então Hilquias disse ao escrivão Safã:

— Achei o Livro da Lei na Casa do Senhor.

16Hilquias entregou o livro a Safã. Então Safã levou o livro ao rei e lhe deu relatório, dizendo:

— Tudo o que o senhor, ó rei, encomendou aos seus servos, eles estão fazendo. 17Contaram o dinheiro que estava na Casa do Senhor e o entregaram nas mãos dos que dirigem a obra e dos que a executam.

18E o escrivão Safã acrescentou:

— O sacerdote Hilquias me entregou um livro.

E Safã leu o livro em voz alta diante do rei.

Josias manda consultar a profetisa Hulda

2Rs 22.11-20

19Quando o rei Josias ouviu as palavras da Lei, rasgou as suas roupas. 20Então deu ordens a Hilquias, a Aicão, filho de Safã, a Abdom, filho de Mica, a Safã, o escrivão, e a Asaías, servo do rei, dizendo:

21— Vão consultar o Senhor por mim e pelos que restaram em Israel e Judá, a respeito das palavras deste livro que foi encontrado. Porque é grande o furor do Senhor, que se derramou sobre nós, porque os nossos pais não guardaram a palavra do Senhor, para fazerem segundo tudo o que está escrito neste livro.

22Então Hilquias e os enviados pelo rei foram falar com a profetisa Hulda, esposa de Salum, encarregado das vestimentas da Casa do Senhor, filho de Tocate, filho de Harás. Hulda morava na parte nova da cidade, em Jerusalém. Eles lhe contaram o que havia acontecido, 23e ela lhes disse:

— Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: “Digam ao homem que os enviou a mim: 24‘Assim diz o Senhor: Eis que trarei desgraça sobre este lugar e sobre os seus moradores, a saber, todas as maldições escritas no livro que leram diante do rei de Judá. 25Por terem me abandonado e queimado incenso a outros deuses, para me provocarem à ira com todas as obras das suas mãos, o meu furor se derramou sobre este lugar e não se apagará.’ 26Mas ao rei de Judá, que os enviou para consultar o Senhor, digam o seguinte: ‘Assim diz o Senhor, o Deus de Israel, a respeito das palavras que você ouviu: 27Visto que o seu coração se enterneceu e você se humilhou diante de Deus, quando ouviu as ameaças que ele fez contra este lugar e contra os seus moradores, e se humilhou diante de mim, rasgou as suas roupas e chorou diante de mim, também eu ouvi a sua oração, diz o Senhor. 28Deixarei que você morra e seja sepultado em paz, e os seus olhos não verão todo o mal que trarei sobre este lugar e sobre os seus moradores.’”

Então eles levaram esta resposta ao rei.

Josias renova a aliança

2Rs 23.1-3

29Então o rei deu ordem, e todos os anciãos de Judá e de Jerusalém se ajuntaram. 30O rei subiu à Casa do Senhor, e com ele foram todos os homens de Judá, os moradores de Jerusalém, os sacerdotes, os levitas e todo o povo, desde o maior até o menor. E o rei leu diante deles todas as palavras do Livro da Aliança que havia sido encontrado na Casa do Senhor. 31O rei se pôs em pé no seu lugar e fez aliança diante do Senhor, para o seguir, guardar os seus mandamentos, os seus testemunhos e os seus estatutos, de todo o seu coração e de toda a sua alma, cumprindo as palavras da aliança, que estavam escritas naquele livro. 32Todos os que se encontravam em Jerusalém e em Benjamim concordaram com esta aliança; e os moradores de Jerusalém fizeram segundo a aliança de Deus, o Deus dos seus pais. 33Josias tirou todas as abominações de todas as terras que eram dos filhos de Israel e obrigou todos os que estavam em Israel a servir o Senhor, seu Deus. Enquanto Josias viveu, não deixaram de seguir o Senhor, Deus de seus pais.

2Crônicas 34NAAAbrir na Bíblia

19Outrora falaste em visão

aos teus santos e disseste:

“A um herói concedi

o poder de socorrer;

do meio do povo,

exaltei um escolhido.

20Encontrei Davi, meu servo;

com o meu santo óleo o ungi.

21A minha mão estará

sempre com ele,

o meu braço o fortalecerá.

22O inimigo jamais o surpreenderá,

nem será ele humilhado

pelo filho da perversidade.

23Esmagarei diante dele

os seus adversários

e destruirei aqueles que o odeiam.

24A minha fidelidade

e a minha bondade

o acompanharão,

e em meu nome crescerá

o seu poder.

25Porei a sua mão sobre o mar

e a sua direita, sobre os rios.

26Ele me invocará, dizendo:

‘Tu és o meu pai,

meu Deus e a rocha

da minha salvação.’

27Por isso, farei dele

o meu primogênito,

o mais elevado

entre os reis da terra.

28Conservarei para sempre

a minha bondade para com ele

e lhe confirmarei a minha aliança.

29Farei durar para sempre

a sua descendência;

e o seu trono ficará firme

enquanto o céu existir.”

30“Se os filhos dele

desprezarem a minha lei

e não andarem nos meus juízos,

31se violarem os meus preceitos

e não guardarem

os meus mandamentos,

32então punirei com vara

as suas transgressões

e com açoites, a sua iniquidade.

33Mas jamais retirarei dele

a minha bondade,

nem desmentirei

a minha fidelidade.

34Não violarei a minha aliança,

nem modificarei o que

os meus lábios prometeram.”

35“Uma vez jurei

por minha santidade

que nunca mentiria a Davi.

36A sua posteridade

durará para sempre,

e o seu trono,

como o sol diante de mim.

37Ele será estabelecido

para sempre como a lua

e fiel como a testemunha

nos céus.”

Salmos 89:19-37NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.19.1
SIGA A SBB: