Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 117

Texto(s) da Bíblia

Os discípulos são chamados de cristãos em Antioquia

19Os que foram dispersos a partir da perseguição que começou com a morte de Estêvão se espalharam até a Fenícia, Chipre e Antioquia, não anunciando a palavra a ninguém que não fosse judeu. 20Alguns deles, porém, que eram de Chipre e de Cirene e que foram até Antioquia, falavam também aos gregos, anunciando-lhes o evangelho do Senhor Jesus. 21A mão do Senhor estava com eles, e muitos, crendo, se converteram ao Senhor.

22A notícia a respeito deles chegou aos ouvidos da igreja que estava em Jerusalém; e enviaram Barnabé até Antioquia. 23Quando ele chegou e viu a graça de Deus, ficou muito alegre. E exortava todos a que, com firmeza de coração, permanecessem no Senhor. 24Porque era homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé. E muita gente se uniu ao Senhor.

25Depois Barnabé foi a Tarso à procura de Saulo. 26E, quando o encontrou, levou-o para Antioquia. E, durante um ano inteiro, se reuniram naquela igreja e ensinaram numerosa multidão. Em Antioquia, os discípulos foram, pela primeira vez, chamados de cristãos.

Ágabo prediz grande fome

27Naqueles dias, alguns profetas foram de Jerusalém para Antioquia. 28E, apresentando-se um deles, chamado Ágabo, dava a entender, pelo Espírito, que haveria uma grande fome em todo o mundo. Essa fome veio nos dias do imperador Cláudio. 29Os discípulos, cada um conforme as suas posses, resolveram mandar uma ajuda aos irmãos que moravam na Judeia. 30E eles o fizeram, enviando essa ajuda aos presbíteros por meio de Barnabé e Saulo.

Atos 11:19-30NAAAbrir na Bíblia

As terras ainda não conquistadas

1Josué já era bem idoso e o Senhor lhe disse:

— Você já é bem idoso, e ainda ficou muita terra para ser conquistada. 2Esta é a terra ainda não conquistada: todas as regiões dos filisteus e toda a Gesur; 3desde Sior, que está diante do Egito, até o limite de Ecrom, para o norte, que se considera como dos cananeus; cinco governantes dos filisteus: o de Gaza, o de Asdode, o de Asquelom, o de Gate e o de Ecrom; e os aveus, 4ao sul, além de toda a terra dos cananeus e Meara, que é dos sidônios, até Afeca, na fronteira dos amorreus; 5e ainda a terra dos gibleus e todo o Líbano, para o leste, desde Baal-Gade, ao pé do monte Hermom, até a entrada de Hamate; 6todos os que habitam nas montanhas desde o Líbano até Misrefote-Maim, todos os sidônios. Eu os expulsarei de diante dos filhos de Israel; reparta, pois, a terra por herança a Israel, como ordenei a você. 7Distribua, agora, a terra por herança às nove tribos e à meia tribo de Manassés.

As terras das tribos a leste do Jordão

8Com a outra meia tribo, os rubenitas e os gaditas já receberam a sua herança do outro lado do Jordão, para o leste, como já lhes tinha dado Moisés, servo do Senhor. 9Começando com Aroer, que está à borda do vale de Arnom, mais a cidade que está no meio do vale, todo o planalto de Medeba até Dibom; 10e todas as cidades de Seom, rei dos amorreus, que reinou em Hesbom, até a fronteira dos filhos de Amom. 11E Gileade, o território dos gesuritas, o dos maacatitas, todo o monte Hermom e toda a Basã até Salca; 12todo o reino de Ogue, em Basã, que reinou em Astarote e em Edrei, que ficou do resto dos refains, o qual Moisés derrotou e expulsou. 13Porém os filhos de Israel não expulsaram os gesuritas, nem os maacatitas; pelo contrário, Gesur e Maacate permaneceram no meio de Israel até o dia de hoje.

As heranças distribuídas por Moisés

14Foi somente à tribo de Levi que Moisés não deu herança; as ofertas queimadas do Senhor, Deus de Israel, são a sua herança, como já lhe tinha dito.

15Moisés deu herança à tribo dos filhos de Rúben, segundo as suas famílias, 16começando o seu território com Aroer, que está à borda do vale de Arnom, mais a cidade que está no meio do vale e todo o planalto até Medeba; 17Hesbom e todas as suas cidades, que estão no planalto: Dibom, Bamote-Baal e Bete-Baal-Meom, 18Jaza, Quedemote, Mefaate; 19Quiriataim, Sibma, Zerete-Saar, no monte do vale; 20Bete-Peor, as encostas do monte Pisga e Bete-Jesimote; 21e todas as cidades do planalto e todo o reino de Seom, rei dos amorreus, que reinou em Hesbom, a quem Moisés derrotou, bem como os príncipes de Midiã, Evi, Requém, Zur, Hur e Reba, príncipes de Seom, moradores da terra. 22Além de outros que foram mortos, os filhos de Israel também mataram à espada Balaão, filho de Beor, o adivinho. 23A fronteira dos filhos de Rúben é o Jordão e suas imediações; esta é a herança dos filhos de Rúben, segundo as suas famílias: as cidades com suas aldeias.

24Moisés deu herança à tribo de Gade, a saber, a seus filhos, segundo as suas famílias. 25O seu território incluía Jazer, todas as cidades de Gileade e metade da terra dos filhos de Amom, até Aroer, que está diante de Rabá; 26desde Hesbom até Ramate-Mispa e Betonim; e desde Maanaim até o limite de Debir; 27e, no vale: Bete-Arã, Bete-Ninra, Sucote e Zafom, o resto do reino de Seom, rei de Hesbom, mais o Jordão e suas imediações, até a extremidade do mar de Quinerete, do outro lado do Jordão, na direção do leste. 28Esta é a herança dos filhos de Gade, segundo as suas famílias: as cidades com as suas aldeias.

29Moisés também deu herança à meia tribo de Manassés, segundo as suas famílias. 30O seu território começava com Maanaim e incluía todo o Basã, todo o reino de Ogue, rei de Basã, e todas as aldeias de Jair, que estão em Basã, sessenta cidades; 31e metade de Gileade, Astarote e Edrei, cidades do reino de Ogue, em Basã. Estas foram dadas aos filhos de Maquir, filho de Manassés, a saber, à metade dos filhos de Maquir, segundo as suas famílias.

32São estas as heranças que Moisés repartiu nas campinas de Moabe, do outro lado do Jordão, na altura de Jericó, para o leste. 33Porém à tribo de Levi Moisés não deu herança; o Senhor, Deus de Israel, é a sua herança, como já lhe tinha dito.

Josué 13NAAAbrir na Bíblia

A divisão da terra de Canaã

1São estas as heranças que os filhos de Israel receberam na terra de Canaã, e que Eleazar, o sacerdote, e Josué, filho de Num, e os chefes das famílias das tribos dos filhos de Israel repartiram entre eles. 2A distribuição da herança foi feita por sorteio, como o Senhor havia ordenado por meio de Moisés, a respeito das nove tribos e meia. 3Porque às duas tribos e meia Moisés já tinha dado herança do outro lado do Jordão; mas aos levitas não tinha dado herança entre os seus irmãos. 4Os filhos de José constituíram duas tribos, Manassés e Efraim. Aos levitas não deram herança na terra, a não ser cidades em que habitassem e os seus arredores para seu gado e para sua posse. 5Como o Senhor havia ordenado a Moisés, assim fizeram os filhos de Israel e repartiram a terra.

Josué dá Hebrom a Calebe

6Os filhos de Judá chegaram a Josué em Gilgal. E Calebe, filho de Jefoné, o quenezeu, lhe disse:

— Você sabe o que o Senhor falou a Moisés, homem de Deus, em Cades-Barneia, a respeito de mim e de você. 7Eu tinha quarenta anos quando Moisés, servo do Senhor, me enviou de Cades-Barneia para espiar a terra. E eu lhe relatei o que estava no meu coração. 8Os meus irmãos que tinham ido comigo amedrontaram o povo, mas eu perseverei em seguir o Senhor, meu Deus. 9Então Moisés, naquele dia, jurou, dizendo: “Certamente a terra em que você pôs o pé será sua e de seus filhos, em herança perpétua, pois você perseverou em seguir o Senhor, meu Deus.”

10— E, agora, eis que o Senhor me conservou com vida, como prometeu. Quarenta e cinco anos se passaram desde que o Senhor falou essas palavras a Moisés, quando Israel ainda andava no deserto; e, agora, eis que estou com oitenta e cinco anos. 11Estou tão forte hoje como no dia em que Moisés me enviou. A força que eu tinha naquele dia eu ainda tenho agora, tanto para combater na guerra como para fazer o que for necessário. 12Dê-me agora este monte de que o Senhor falou naquele dia, pois, naquele dia, você ouviu que lá estavam os anaquins, morando em cidades grandes e fortificadas. Se o Senhor Deus estiver comigo, poderei expulsá-los, como ele mesmo prometeu.

13Josué o abençoou e deu a cidade de Hebrom a Calebe, filho de Jefoné, para ser a herança dele. 14Por isso, Hebrom passou a ser de Calebe, filho de Jefoné, o quenezeu, em herança até o dia de hoje, visto que havia perseverado em seguir o Senhor, Deus de Israel. 15Antes disso o nome de Hebrom era Quiriate-Arba; este Arba foi o maior homem entre os anaquins.

E a terra repousou da guerra.

Josué 14NAAAbrir na Bíblia

Resposta de Jó

Cap. 27

Nunca abrirei mão da minha integridade

1Jó continuou em sua fala, dizendo:

2“Tão certo como vive Deus,

que me tirou o direito,

o Todo-Poderoso,

que amargurou a minha alma,

3enquanto eu puder respirar

e o sopro de Deus estiver

nas minhas narinas,

4nunca os meus lábios

falarão injustiça,

nem a minha língua

pronunciará engano.

5Longe de mim

que eu dê razão a vocês!

Até morrer, nunca abrirei mão

da minha integridade.

6À minha justiça me apegarei

e não a largarei;

a minha consciência

não me acusará

em toda a minha vida.”

Que o meu inimigo seja castigado

7“Que o meu inimigo seja como o perverso,

e o que se levantar contra mim, como o injusto.

8Porque qual será a esperança do ímpio,

quando lhe for tirada a vida,

quando Deus lhe arrancar a alma?

9Será que Deus ouvirá o seu clamor,

quando lhe sobrevier a angústia?

10Será que o ímpio encontrará prazer

no Todo-Poderoso

e invocará a Deus a todo o momento?”

11“Vou ensinar a vocês

a respeito do poder de Deus

e não lhes ocultarei o que está na mente

do Todo-Poderoso.

12Eis que todos vocês já viram isso.

Por que, então, ficam repetindo palavras

que não fazem sentido?”

A porção que Deus dará ao perverso

13“Esta é a porção que Deus dará ao perverso,

a herança que os opressores receberão

do Todo-Poderoso:

14Se os filhos deles se multiplicarem,

será para que sejam mortos à espada;

e os seus descendentes passarão fome.

15Os que sobreviverem, a peste os sepultará,

e as suas viúvas não chorarão por eles.”

16“Se o perverso amontoar prata como pó

e acumular roupas como barro,

17poderá até acumular tudo isso,

mas o justo é que vestirá as roupas,

e o inocente ficará com a prata.

18A casa que ele edifica é como a da traça,

como a cabana que o vigia constrói.

19Rico, ele se deita com a sua riqueza,

mas, quando abre os olhos, ela já se foi.

20Pavores se apoderam dele como inundação,

de noite a tempestade o arrebata.

21O vento leste o leva, e ele se vai;

varre-o com ímpeto do seu lugar.

22Deus lança isto sobre ele e não o poupa,

a ele que procura fugir às pressas da sua mão.

23Diante de sua queda,

as pessoas batem palmas;

ao vê-lo ir embora o vaiam com assobios.”

Sociedade Bíblica do Brasilv.4.19.1
SIGA A SBB: