Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 10

Texto(s) da Bíblia

A missão dos setenta

1Depois disso, o Senhor escolheu outros setenta e os enviou de dois em dois, para que fossem adiante dele a cada cidade e lugar onde ele haveria de passar. 2E lhes disse:

— A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. Por isso, peçam ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara. 3Vão! Eis que eu os envio como cordeiros para o meio de lobos. 4Não levem bolsa, nem sacola, nem sandálias; e não saúdem ninguém pelo caminho. 5Ao entrarem numa casa, digam primeiro: “Paz seja nesta casa!” 6Se houver ali uma pessoa que ama a paz, sobre ela repousará a paz de vocês; se não houver, a paz voltará sobre vocês. 7Fiquem na mesma casa, comendo e bebendo do que eles tiverem; porque o trabalhador é digno do seu salário. Não fiquem mudando de casa em casa. 8Quando entrarem numa cidade e ali forem bem-recebidos, comam do que lhes for oferecido. 9Curem os doentes que nela houver e digam ao povo dali: “O Reino de Deus se aproximou de vocês.” 10Porém, quando entrarem numa cidade e não forem bem-recebidos, saiam pelas ruas, dizendo: 11“Até o pó desta cidade, que grudou nos nossos pés, sacudimos contra vocês! No entanto, saibam que está próximo o Reino de Deus.” 12Eu digo a vocês que, naquele dia, haverá menos rigor para Sodoma do que para aquela cidade.

Ai das cidades impenitentes!

13— Ai de você, Corazim! Ai de você, Betsaida! Porque, se em Tiro e em Sidom se tivessem operado os milagres que foram feitos em vocês, há muito que elas teriam se arrependido, assentadas em pano de saco e cinza. 14Mas, no Juízo, haverá menos rigor para Tiro e Sidom do que para vocês.

15— E você, Cafarnaum, pensa que será elevada até o céu? Será jogada no inferno!

16— Quem ouve vocês ouve a mim; e quem rejeita vocês é a mim que rejeita; quem, porém, me rejeita está rejeitando aquele que me enviou.

O regresso dos setenta

17Então os setenta voltaram, cheios de alegria, dizendo:

— Senhor, em seu nome os próprios demônios se submetem a nós!

18Jesus lhes disse:

— Eu via Satanás caindo do céu como um relâmpago. 19Eis que eu dei a vocês autoridade para pisarem cobras e escorpiões e sobre todo o poder do inimigo, e nada, absolutamente, lhes causará dano. 20No entanto, alegrem-se, não porque os espíritos se submetem a vocês, e sim porque o nome de cada um de vocês está registrado no céu.

Lucas 10:1-20NAAAbrir na Bíblia

A aliança e a circuncisão

1Quando Abrão atingiu a idade de noventa e nove anos, o Senhor apareceu a ele e disse:

— Eu sou o Deus Todo-Poderoso; ande na minha presença e seja perfeito. 2Farei uma aliança entre mim e você e darei a você uma descendência muito numerosa.

3Abrão se prostrou com o rosto em terra e Deus lhe falou:

4— Quanto a mim, esta é a minha aliança com você: você será pai de muitas nações. 5O seu nome não será mais Abrão, e sim Abraão, porque eu o constituí pai de muitas nações. 6Farei com que você seja extraordinariamente fecundo. De você farei surgir nações, e reis procederão de você. 7Estabelecerei uma aliança entre mim e você e a sua descendência no decurso das suas gerações, aliança perpétua, para ser o seu Deus e o Deus da sua descendência. 8Darei a você e à sua descendência a terra onde agora você é estrangeiro, toda a terra de Canaã, como propriedade perpétua, e serei o Deus deles.

9Deus disse ainda a Abraão:

— Guarde a minha aliança, você e a sua descendência no decurso das suas gerações. 10Esta é a aliança que vocês guardarão entre mim e vocês e a sua descendência: todos do sexo masculino que estão no meio de vocês deverão ser circuncidados. 11Vocês devem circuncidar a carne do prepúcio e isso servirá como sinal de aliança entre mim e vocês. 12O menino que tem oito dias será circuncidado entre vocês. Todos do sexo masculino nas suas gerações devem ser circuncidados, também o escravo nascido em casa e o comprado de qualquer estrangeiro, que não for da sua linhagem. 13Deve ser circuncidado o que nasceu em sua casa e o que você comprou com dinheiro. A minha aliança estará na carne de vocês e será aliança perpétua. 14O incircunciso, que não tiver sido circuncidado na carne do prepúcio, deve ser eliminado do meio do seu povo, pois quebrou a minha aliança.

Deus muda o nome de Sarai

15Deus disse a Abraão:

— A Sarai, sua mulher, você não chamará mais de Sarai, porém de Sara. 16Eu a abençoarei e darei a você um filho que nascerá dela. Sim, eu a abençoarei, e ela se tornará nações; reis de povos procederão dela.

17Então Abraão se prostrou com o rosto em terra, e riu, dizendo consigo mesmo: “Pode nascer um filho a um homem de cem anos? E será que Sara, com os seus noventa anos, ainda poderá dar à luz?”

18Então Abraão disse para Deus:

— Quem dera que Ismael vivesse sob a tua bênção!

19Deus lhe respondeu:

— Na verdade, Sara, a sua mulher, lhe dará um filho, e você o chamará de Isaque. Estabelecerei com ele a minha aliança, aliança perpétua para a sua descendência. 20Quanto a Ismael, eu ouvi o pedido que você me fez: vou abençoá-lo, farei com que seja fecundo e o multiplicarei extraordinariamente; ele será pai de doze príncipes, e dele farei uma grande nação. 21Mas a minha aliança eu estabelecerei com Isaque, o filho que Sara dará à luz para você, neste mesmo tempo, daqui a um ano.

22Quando acabou de falar com Abraão, Deus se retirou dele, elevando-se.

A instituição da circuncisão

23Naquele mesmo dia, Abraão tomou o seu filho Ismael, e todos os escravos nascidos em sua casa, e todos os que ele tinha comprado com o seu dinheiro, todos os do sexo masculino que havia em sua casa, e circuncidou a carne do prepúcio de cada um, como Deus lhe havia ordenado. 24Abraão tinha noventa e nove anos de idade quando foi circuncidado na carne do seu prepúcio. 25Ismael, seu filho, tinha treze anos quando foi circuncidado na carne do seu prepúcio. 26Abraão e seu filho, Ismael, foram circuncidados no mesmo dia. 27E também foram circuncidados todos os homens de sua casa, tanto os escravos nascidos nela como os comprados de estrangeiros.

Gênesis 17NAAAbrir na Bíblia

Oração pedindo justiça

1Por que, Senhor,

te conservas longe?

Por que te escondes

nas horas de angústia?

2Com arrogância, os ímpios

perseguem os pobres;

que eles sejam apanhados

nas ciladas que armaram!

3Pois o perverso se gloria

da sua própria cobiça,

o avarento maldiz o Senhor

e blasfema contra ele.

4Em sua soberba,

o perverso não investiga;

tudo o que ele pensa

é que Deus não existe.

5São prósperos os caminhos dele

em todo tempo;

muito acima e longe dele

estão os teus juízos;

quanto aos seus adversários,

ele a todos trata com desprezo.

6Pois lá no seu íntimo diz:

“Jamais serei abalado;

de geração em geração,

nenhum mal me sobrevirá.”

7A sua boca está cheia

de maldição,

enganos e opressão;

debaixo da língua ele tem

insulto e maldade.

8Põe-se de tocaia nas aldeias,

trucida os inocentes

nos lugares ocultos;

seus olhos espreitam

o desamparado.

9Ele se põe de emboscada,

como o leão na sua caverna;

está de emboscada

para enlaçar o pobre:

apanha-o e o arrasta

com a sua rede.

10Abaixa-se, rasteja;

nas suas garras

caem os necessitados.

11Diz ele, no seu íntimo:

“Deus se esqueceu,

virou o rosto

e nunca verá isto.”

12Levanta-te, Senhor!

Ó Deus, ergue a tua mão!

Não te esqueças dos pobres.

13Por que o ímpio despreza Deus,

dizendo no seu íntimo que Deus

não lhe pedirá contas?

14Tu, porém, tens visto isso,

porque atentas

ao sofrimento e à dor,

para que os possas tomar

em tuas mãos.

A ti se entrega o desamparado;

tu tens sido o defensor do órfão.

15Quebra o braço do perverso

e do malvado;

pede contas da sua maldade,

até que a descubras de todo.

16O Senhor é rei eterno:

da sua terra somem as nações.

17Tens ouvido, Senhor,

o desejo dos humildes;

tu lhes firmarás o coração

e ouvirás o seu clamor,

18para fazeres justiça ao órfão

e ao oprimido,

a fim de que o ser humano,

que é da terra,

não volte a espalhar o terror.

Salmos 10NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.8
SIGA A SBB: