Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 98

Texto(s) da Bíblia

A ressurreição de Jesus

Mc 16.1-8; Lc 24.1-12; Jo 20.1-10

1Passado o sábado, no começo do primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o túmulo. 2E eis que houve um grande terremoto; porque um anjo do Senhor desceu do céu e, aproximando-se, removeu a pedra e sentou sobre ela. 3O aspecto dele era como um relâmpago, e a sua roupa era branca como a neve. 4E os guardas, com medo do anjo, tremeram e ficaram como se estivessem mortos. 5Mas o anjo, dirigindo-se às mulheres, disse:

— Não tenham medo! Sei que vocês procuram Jesus, que foi crucificado. 6Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito. Venham ver onde ele jazia. 7Agora vão depressa e digam aos seus discípulos que ele ressuscitou dos mortos e vai adiante de vocês para a Galileia; lá vocês o verão. É como acabei de dizer a vocês.

8E, retirando-se elas apressadamente do sepulcro, tomadas de medo e grande alegria, correram para anunciar isso aos discípulos. 9E eis que Jesus veio ao encontro delas e disse:

— Salve!

E elas, aproximando-se, abraçaram os pés dele e o adoraram. 10Então Jesus lhes disse:

— Não tenham medo! Vão dizer aos meus irmãos que se dirijam à Galileia e lá eles me verão.

Os judeus subornam os guardas

11E, enquanto elas iam, eis que alguns da guarda foram à cidade e contaram aos principais sacerdotes tudo o que havia acontecido. 12Reunindo-se eles em conselho com os anciãos, deram grande soma de dinheiro aos soldados, 13recomendando-lhes:

— Digam isto: “Os discípulos dele vieram de noite, enquanto estávamos dormindo, e roubaram o corpo.” 14E, se isto chegar ao conhecimento do governador, nós o convenceremos e faremos com que vocês não tenham maiores preocupações.

15Os soldados receberam o dinheiro e fizeram como tinham sido instruídos. Esta versão se espalhou entre os judeus até o dia de hoje.

A Grande Comissão

Mc 16.14-18; Lc 24.36-49; Jo 20.19-23; At 1.6-8

16Os onze discípulos partiram para a Galileia, para o monte que Jesus lhes havia designado. 17E, quando viram Jesus, o adoraram; mas alguns duvidaram. 18Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo:

— Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. 19Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, 20ensinando-os a guardar todas as coisas que tenho ordenado a vocês. E eis que estou com vocês todos os dias até o fim dos tempos.

Mateus 28NAAAbrir na Bíblia

Moisés lembra aos israelitas o socorro divino

1— Escute, Israel! Hoje vocês vão passar o Jordão para tomar posse de nações maiores e mais fortes do que vocês, cidades grandes e com muralhas que chegam até os céus, 2um povo grande e alto, filhos dos anaquins, que vocês conhecem e de quem vocês já ouviram dizer: “Quem poderá resistir aos filhos de Anaque?” 3Saibam, pois, hoje que o Senhor, seu Deus, é que vai adiante de vocês. Ele é fogo que consome; ele os destruirá e os subjugará diante de vocês. Assim, vocês os expulsarão e, depressa, os farão desaparecer, como o Senhor prometeu a vocês.

4— Quando, pois, o Senhor, seu Deus, tiver expulsado essas nações de diante de vocês, não fiquem pensando: “É por causa da nossa justiça que o Senhor nos trouxe a esta terra para que tomemos posse dela.” Pelo contrário, é por causa da maldade dessas nações que o Senhor irá expulsá-las de diante de vocês. 5Não é por causa da justiça de vocês, nem por causa da retidão do seu coração que vocês entrarão para possuir a terra dessas nações, mas o Senhor, o seu Deus, as expulsará de diante de vocês por causa da maldade delas e também para confirmar a palavra que o Senhor, o seu Deus, jurou aos seus pais, Abraão, Isaque e Jacó.

As infidelidades de Israel

Êx 32.1-20

6— Saibam, pois, que não é por causa da justiça de vocês que o Senhor, seu Deus, lhes dá esta boa terra para que tomem posse dela, pois vocês são um povo teimoso. 7Lembrem-se e não se esqueçam de como no deserto vocês provocaram o Senhor à ira. Desde o dia em que saíram do Egito até que chegaram a este lugar, vocês foram rebeldes contra o Senhor. 8Em Horebe, vocês tanto provocaram o Senhor à ira, que o Senhor ficou irado com vocês, ao ponto de querer destruí-los. 9Quando eu subi o monte para receber as tábuas de pedra, as tábuas da aliança que o Senhor havia feito com vocês, fiquei no monte quarenta dias e quarenta noites; não comi pão, nem bebi água. 10O Senhor me deu as duas tábuas de pedra, escritas com o dedo de Deus. Nelas estavam todas as palavras que o Senhor havia falado com vocês no monte, do meio do fogo, quando todo o povo estava reunido. 11No fim dos quarenta dias e quarenta noites, o Senhor me deu as duas tábuas de pedra, as tábuas da aliança. 12E o Senhor me disse: “Levante-se, desça depressa, porque o seu povo, que você tirou do Egito, já se corrompeu. Bem depressa se desviaram do caminho que lhes ordenei; fizeram uma imagem fundida para si.”

13— E o Senhor continuou, dizendo: “Tenho observado este povo, e eis que ele é povo teimoso. 14Deixe que eu os destrua e apague o nome deles da face da terra; e farei de você uma nação mais forte e mais numerosa do que esta.”

15— Então me virei e desci do monte, que estava em chamas. As duas tábuas da aliança estavam em minhas mãos. 16Olhei, e eis que vocês haviam pecado contra o Senhor, seu Deus: tinham feito para si um bezerro de metal fundido. Bem depressa vocês se desviaram do caminho que o Senhor lhes havia ordenado. 17Então peguei as duas tábuas e as joguei no chão, quebrando-as diante dos olhos de vocês. 18Depois, como havia feito na ocasião anterior, fiquei prostrado diante do Senhor durante quarenta dias e quarenta noites. Não comi pão e não bebi água, por causa de todo o pecado que vocês haviam cometido, fazendo o que é mau aos olhos do Senhor, para o provocar à ira. 19Porque eu estava com medo por causa da ira e do furor com que o Senhor tanto estava irado contra vocês, ao ponto de querer destruí-los. Porém mais uma vez o Senhor me ouviu. 20O Senhor estava muito irado com Arão e queria destruí-lo; mas também orei por Arão ao mesmo tempo. 21Depois peguei o pecado de vocês, aquele bezerro que vocês tinham feito, o queimei e o esmaguei, moendo-o bem, até que se desfez em pó; e o pó eu joguei no ribeiro que descia do monte.

22— Também em Taberá, em Massá e em Quibrote-Hataavá vocês provocaram muito a ira do Senhor. 23Também quando o Senhor os enviou de Cades-Barneia, dizendo: “Vão e tomem posse da terra que lhes dei”, vocês se rebelaram contra o mandado do Senhor, seu Deus, e não creram nem obedeceram à sua voz. 24Vocês têm sido rebeldes contra o Senhor, desde o dia em que os conheci.

Moisés intercede pelo povo

Êx 32.11-14,30-35

25— Assim, fiquei prostrado diante do Senhor. Durante quarenta dias e quarenta noites, estive prostrado, porque o Senhor tinha dito que queria destruir vocês. 26Orei ao Senhor, dizendo: “Ó Senhor Deus! Não destruas o teu povo e a tua herança, que resgataste com a tua grandeza, que tiraste do Egito com mão poderosa. 27Lembra-te dos teus servos Abraão, Isaque e Jacó. Não atentes para a dureza deste povo, nem para a sua maldade, nem para o seu pecado, 28para que o povo da terra da qual nos tiraste não diga: ‘O Senhor não conseguiu levá-los para a terra que lhes havia prometido. E, por odiá-los, tirou-os daqui para matá-los no deserto.’ 29Mas eles são o teu povo e a tua herança, que tiraste com o teu grande poder e com o braço estendido.”

Deuteronômio 9NAAAbrir na Bíblia

As segundas tábuas da lei

Êx 34.1-9

1— Naquele tempo, o Senhor me disse: “Corte duas tábuas de pedra, como as primeiras, e suba o monte para encontrar-se comigo. Faça também uma arca de madeira. 2Escreverei nas duas tábuas as palavras que estavam nas primeiras, e que você quebrou; depois você as colocará na arca.”

3— Assim, fiz uma arca de madeira de acácia, cortei duas tábuas de pedra, como as primeiras, e subi o monte com as duas tábuas na mão. 4Então o Senhor escreveu nas tábuas, segundo a primeira escritura, os dez mandamentos que ele havia falado a vocês no dia da congregação, no monte, no meio do fogo. Depois o Senhor entregou as tábuas para mim. 5Então me virei e desci do monte, e pus as tábuas na arca que eu havia feito; e ali estão, como o Senhor me ordenou.

6(Os filhos de Israel partiram de Beerote-Benê-Jaacã e foram para Mosera. Ali morreu Arão e ali foi sepultado. Eleazar, seu filho, oficiou como sacerdote em seu lugar. 7Dali partiram para Gudgodá e de Gudgodá foram para Jotbatá, terra de ribeiros de águas.)

8— Por esse mesmo tempo, o Senhor separou a tribo de Levi para levar a arca da aliança do Senhor, para estar diante do Senhor, para o servir e para abençoar em seu nome até o dia de hoje. 9Por isso Levi não tem parte nem herança com os seus irmãos; o Senhor é a sua herança, como o Senhor, o Deus de vocês, lhe prometeu.

10— Permaneci no monte, como da primeira vez, quarenta dias e quarenta noites. Mais uma vez o Senhor me ouviu e não quis destruir vocês. 11Porém o Senhor me disse: “Levante-se e ponha-se a caminho diante do povo, para que entrem e tomem posse da terra que, sob juramento, prometi dar aos pais deles.”

Exortação à obediência

12— E agora, Israel, o que é que o Senhor requer de vocês? Não é que vocês temam o Senhor, seu Deus, andem em todos os seus caminhos, amem e sirvam o Senhor, seu Deus, de todo o coração e de toda a alma, 13para guardarem os mandamentos do Senhor e os seus estatutos que hoje lhes ordeno, para o bem de vocês? 14Eis que os céus e os céus dos céus são do Senhor, o Deus de vocês; a ele pertencem a terra e tudo o que nela há. 15Mas o Senhor se afeiçoou tão somente aos pais de vocês para os amar; e a vocês, descendentes deles, ele escolheu do meio de todos os povos, como hoje se vê. 16Portanto, circuncidem o coração de vocês e deixem de ser teimosos. 17Pois o Senhor, o Deus de vocês, é o Deus dos deuses e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e temível, que não trata as pessoas com parcialidade, nem aceita suborno. 18Ele faz justiça aos órfãos e às viúvas e ama os estrangeiros, dando-lhes comida e roupa. 19Portanto, amem os estrangeiros, porque vocês foram estrangeiros na terra do Egito. 20Temam o Senhor, seu Deus, e sirvam a ele; sejam fiéis a ele e jurem somente pelo seu nome. 21Ele é o seu louvor e o Deus de vocês, que em favor de vocês fez estas grandes e temíveis coisas que vocês viram com os seus próprios olhos. 22Quando os pais de vocês desceram ao Egito, eram apenas setenta pessoas; agora o Senhor, seu Deus, fez de vocês uma multidão tão numerosa como as estrelas do céu.

Deuteronômio 10NAAAbrir na Bíblia

Primeira fala de Bildade

Cap. 8

Busque a Deus

1Então Bildade, o suíta, tomou a palavra e disse:

2“Até quando você falará

estas coisas?

E até quando as palavras

da sua boca serão

como um vento impetuoso?

3Será que Deus

perverteria o direito?

Será que o Todo-Poderoso

perverteria a justiça?

4Se os seus filhos

pecaram contra ele,

também ele os entregou ao poder

da transgressão que cometeram.

5Mas, se você buscar a Deus

e pedir misericórdia

ao Todo-Poderoso,

6se você for puro e reto,

ele, sem demora,

despertará para ajudá-lo

e restaurará a justiça

da sua morada.

7O seu primeiro estado

parecerá pequeno

comparado com a grandeza

do seu último estado.”

A esperança dos ímpios perecerá

8“Por favor, pergunte agora

aos que são

de gerações passadas

e atente para a experiência

dos pais deles.

9Porque nós somos de ontem

e nada sabemos;

pois os nossos dias sobre a terra

são como a sombra.

10Será que os pais

não o ensinarão,

falando com você?

Será que do próprio entendimento

não proferirão estas palavras?

11‘Pode o papiro crescer

fora do pântano?

Ou cresce o junco sem água?

12Quando estão verdes,

e ainda não foram colhidos,

secam antes de qualquer

outra erva.

13São assim as veredas de todos

os que se esquecem de Deus;

e a esperança dos ímpios perecerá.

14A sua firmeza será frustrada,

e a sua confiança é teia de aranha.

15Ele se encosta em sua casa,

mas ela não resiste;

agarra-se a ela,

mas ela não fica em pé.’”

16“Ele é viçoso diante do sol,

e os seus renovos

se espalham pelo jardim;

17as suas raízes se entrelaçam

num montão de pedras

e penetram até as muralhas.

18Mas, se o arrancam do seu lugar,

este o negará, dizendo:

‘Eu nunca vi você.’

19Eis no que deu a sua vida!

E do pó brotarão outros.”

20“Eis que Deus não

rejeita o íntegro,

nem toma os malfeitores pela mão.

21Ele encherá a sua boca de riso

e os seus lábios de alegria.

22Os que o odeiam

se cobrirão de vergonha,

e a tenda dos ímpios

não subsistirá.”

Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.8
SIGA A SBB: