Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 339

Texto(s) da Bíblia

Do pecado para a salvação pela graça

1Ele lhes deu vida, quando vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados, 2nos quais vocês andaram noutro tempo, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar, do espírito que agora atua nos filhos da desobediência. 3Entre eles também nós todos andamos no passado, segundo as inclinações da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como também os demais.

4Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, 5e estando nós mortos em nossas transgressões, nos deu vida juntamente com Cristo — pela graça vocês são salvos — 6e juntamente com ele nos ressuscitou e com ele nos fez assentar nas regiões celestiais em Cristo Jesus. 7Deus fez isso para mostrar nos tempos vindouros a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus.

8Porque pela graça vocês são salvos, mediante a fé; e isto não vem de vocês, é dom de Deus; 9não de obras, para que ninguém se glorie. 10Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.

Os gentios e os judeus são unidos pela cruz de Cristo

11Portanto, lembrem-se de que no passado vocês eram gentios na carne, chamados incircuncisão por aqueles que se intitulam circuncisão, que é feita na carne por mãos humanas. 12Naquele tempo vocês estavam sem Cristo, separados da comunidade de Israel e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança e sem Deus no mundo.

13Mas agora, em Cristo Jesus, vocês, que antes estavam longe, foram aproximados pelo sangue de Cristo. 14Porque ele é a nossa paz. De dois povos ele fez um só e, na sua carne, derrubou a parede de separação que estava no meio, a inimizade. 15Cristo aboliu a lei dos mandamentos na forma de ordenanças, para que dos dois criasse em si mesmo uma nova humanidade, fazendo a paz, 16e reconciliasse ambos em um só corpo com Deus, por meio da cruz, destruindo a inimizade por meio dela. 17E, quando veio, Cristo evangelizou paz a vocês que estavam longe e paz também aos que estavam perto; 18porque, por meio dele, ambos temos acesso ao Pai em um só Espírito.

19Assim, vocês não são mais estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos e membros da família de Deus, 20edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular. 21Nele, todo o edifício, bem-ajustado, cresce para ser um santuário dedicado ao Senhor. 22Nele também vocês estão sendo edificados, junto com os outros, para serem morada de Deus no Espírito.

Efésios 2NAAAbrir na Bíblia

Profecia contra a idolatria de Israel

1A palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

2— Filho do homem, volte o seu rosto para os montes de Israel e profetize contra eles, dizendo: 3Montes de Israel, ouçam a palavra do Senhor Deus. Assim diz o Senhor Deus aos montes e às colinas, aos desfiladeiros e aos vales: Eis que eu, eu mesmo, trarei a espada sobre vocês e destruirei os seus lugares altos. 4Os altares de sacrifício serão destruídos, e os altares onde vocês queimam incenso serão quebrados. Farei com que os mortos caiam diante dos seus ídolos. 5Porei os cadáveres dos filhos de Israel diante dos seus ídolos e espalharei os ossos de vocês ao redor dos seus altares. 6Onde quer que vocês morarem, as cidades serão destruídas e os lugares altos ficarão em ruínas, para que os altares sejam destruídos e arruinados, os seus ídolos sejam quebrados e extintos, os seus altares do incenso sejam eliminados, e as obras que vocês realizaram sejam desfeitas. 7Os mortos cairão no meio de vocês, e vocês saberão que eu sou o Senhor.

8— Mas deixarei um resto, porque alguns de vocês escaparão da espada entre as nações, quando forem espalhados por outras terras. 9Aqueles que escaparem se lembrarão de mim entre as nações para onde foram levados em cativeiro. Lembrarão como eu sofri por causa do seu coração infiel, que se afastou de mim, e por causa dos seus olhos, que se prostituíram com os seus ídolos. Eles terão nojo de si mesmos, por causa das maldades que fizeram em todas as suas abominações. 10Saberão que eu sou o Senhor e que não foi sem motivo que eu disse que lhes faria este mal.

11— Assim diz o Senhor Deus: Contorça as mãos, bata os pés e diga: “Ah”, por todas as terríveis abominações da casa de Israel! Pois cairão à espada, de fome e de peste. 12O que estiver longe morrerá de peste; o que estiver perto cairá à espada; e o que sobreviver e for poupado morrerá de fome. Assim, neles cumprirei o meu furor. 13Então vocês saberão que eu sou o Senhor, quando os seus mortos estiverem estendidos no meio dos seus ídolos, ao redor dos seus altares, em todas as colinas elevadas e no alto de todos os montes, debaixo de todas as árvores frondosas e debaixo de todos os carvalhos espessos, lugares onde ofereciam suave perfume a todos os seus ídolos. 14Estenderei a mão sobre eles e, onde quer que estiverem morando, tornarei a terra em desolação, uma desolação desde o deserto até Ribla. E saberão que eu sou o Senhor.

Ezequiel 6NAAAbrir na Bíblia

O fim chegou!

1A palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

2— Filho do homem, assim diz o Senhor Deus a respeito da terra de Israel:

“Chegou o fim!

O fim chegou

sobre os quatro cantos da terra.

3Agora o fim chegou

sobre você, povo de Israel.

Enviarei a minha ira sobre vocês.

Eu os julgarei

segundo os seus caminhos

e farei cair sobre vocês

todas as suas abominações.

4Os meus olhos não terão piedade,

e eu não os pouparei.

Pelo contrário, eu darei

o que vocês merecem

por seus atos,

e farei com que paguem

por todas as suas abominações.

E vocês saberão

que eu sou o Senhor.”

5— Assim diz o Senhor Deus:

“Calamidade após calamidade,

eis que vêm.

6Chegou o fim!

O fim chegou,

já despertou contra você!

7A sua sentença chegou,

ó morador desta terra.

Chegou a hora. O dia está próximo,

dia de tumulto, e não de alegria,

sobre os montes.

8Agora, em breve,

derramarei o meu furor

sobre você,

cumprirei a minha ira contra você.

Eu os castigarei

segundo os seus caminhos

e os farei pagar por todas

as suas abominações.

9Os meus olhos não terão piedade,

e eu não os pouparei.

Segundo os seus caminhos,

assim os castigarei,

e os farei pagar

por suas abominações.

E vocês saberão que eu, o Senhor,

sou o que castiga.”

10“Eis o dia! Eis que chegou!

Brotou a sentença,

já floresceu a vara,

reverdeceu a arrogância.

11A violência se ergueu

para servir de vara de maldade.

Nada restará deles,

nem da sua multidão,

nem da sua riqueza,

nem da sua glória.

12Chegou a hora,

o dia está próximo.

Quem compra não se alegre,

e quem vende não se entristeça,

porque a ira cairá sobre todos eles.

13Porque o vendedor

não tornará a possuir

aquilo que vendeu,

por mais que viva.

Porque a profecia contra todos eles

não será revogada,

e, por causa da própria maldade,

ninguém preservará a vida.”

14“Tocaram a trombeta

e prepararam tudo,

mas ninguém vai à batalha,

porque a minha ira

cairá sobre todos eles.

15Fora está a espada;

dentro, a peste e a fome.

Quem está no campo

morre à espada,

e quem está na cidade,

a fome e a peste o consomem.

16Se alguns deles, fugindo,

escaparem,

estarão pelos montes,

como pombas dos vales,

todos gemendo, cada um

por causa da sua maldade.

17Todas as mãos desfalecerão,

e todos os joelhos se desfarão

em água.

18Vestirão roupa

feita de pano de saco,

e o terror tomará conta deles.

Todos os rostos

ficarão cobertos de vergonha,

e todas as cabeças serão rapadas.

19Jogarão a sua prata nas ruas,

e o seu ouro será tratado

como se fosse sujeira.

Nem a sua prata nem o seu ouro

poderão livrá-los

no dia da ira do Senhor;

eles não saciarão a sua fome,

nem lhes encherão o estômago,

porque a prata e o ouro

foram o tropeço

que os levou a cair em iniquidade.

20Dessas preciosas joias fizeram

seu objeto de orgulho

e fabricaram

as suas abomináveis imagens

e seus ídolos detestáveis.

Por isso, fiz com que essas coisas

se tornassem como sujeira

para eles.”

21“Entregarei tudo isso

nas mãos de estrangeiros,

por presa,

e aos ímpios da terra, por despojo;

eles o profanarão.

22Desviarei deles o rosto,

e profanarão o meu tesouro;

ladrões entrarão nele

e o profanarão.”

23“Prepare uma corrente,

porque a terra está cheia

de crimes de sangue,

e a cidade, cheia de violência.

24Trarei aqui as piores nações,

que tomarão posse

das casas deles.

Farei cessar a arrogância

dos valentes,

e os seus lugares santos

serão profanados.

25A destruição está a caminho!

Eles buscarão paz,

mas não haverá paz.

26Virá miséria sobre miséria,

e um rumor após o outro.

Buscarão visões de profetas;

do sacerdote perecerá a lei,

e dos anciãos, o conselho.

27O rei estará de luto,

o príncipe se vestirá de horror,

e as mãos do povo da terra

tremerão de medo.

Vou tratá-los

segundo a sua conduta,

e os julgarei

pelos seus próprios critérios.

E eles saberão

que eu sou o Senhor.”

Ezequiel 7NAAAbrir na Bíblia

Mensagem de consolo

1“Consolem, consolem

o meu povo”,

diz o Deus de vocês.

2“Falem ao coração de Jerusalém

e anunciem que o tempo

da sua escravidão já acabou,

que a sua iniquidade

está perdoada

e que ela já recebeu em dobro

das mãos do Senhor

por todos os seus pecados.”

3Uma voz clama:

“No deserto preparem

o caminho do Senhor!

No ermo façam uma estrada reta

para o nosso Deus!

4Todos os vales serão levantados,

e todos os montes e colinas

serão rebaixados;

o que é tortuoso será retificado,

e os lugares ásperos

serão aplanados.

5A glória do Senhor

se manifestará,

e toda a humanidade a verá,

pois a boca do Senhor o disse.”

6Uma voz diz: “Proclame!”

E alguém pergunta:

“Que hei de proclamar?”

Toda a humanidade é erva,

e toda a sua glória

é como a flor do campo.

7A erva seca e as flores caem,

soprando nelas o hálito do Senhor.

Na verdade, o povo é erva.

8A erva seca e as flores caem,

mas a palavra do nosso Deus

permanece para sempre.

9Ó Sião, você que anuncia

boas-novas,

suba a um alto monte!

Ó Jerusalém, você que anuncia

boas-novas,

levante a sua voz fortemente!

Levante-a, não tenha medo.

Diga às cidades de Judá:

“Eis aí está o seu Deus!”

10Eis que o Senhor Deus

virá com poder,

e o seu braço dominará;

eis que o seu galardão

está com ele,

e diante dele

vem a sua recompensa.

11Como pastor, ele apascentará

o seu rebanho;

entre os seus braços recolherá

os cordeirinhos

e os carregará no colo;

as que amamentam

ele guiará mansamente.

A majestade do Senhor

12Quem na concha de sua mão

mediu as águas

e tomou a medida dos céus

a palmos?

Quem recolheu o pó da terra

na terça parte de uma vasilha

e pesou os montes e as colinas

numa balança?

13Quem guiou

o Espírito do Senhor?

Ou, como seu conselheiro,

o ensinou?

14Com quem ele se aconselhou,

para que lhe desse compreensão?

Quem lhe ensinou

a vereda da justiça

ou quem lhe ensinou sabedoria?

E quem lhe mostrou

o caminho de entendimento?

15Eis que as nações

são consideradas por ele

como um pingo que cai

de um balde

e como um grão de pó na balança;

eis que ele carrega as ilhas

como se fossem pó fino.

16O Líbano não seria suficiente

para o fogo,

e os animais de lá não bastariam

para um holocausto.

17Diante dele, todas as nações

são como coisa que não é nada;

ele as considera menos

do que nada, como um vácuo.

18Com quem vocês querem

comparar Deus?

Com que imagem vocês o podem

confrontar?

19Quanto à imagem,

esta é moldada pelo artífice;

depois, o ourives a reveste de ouro

e forja correntes de prata para ela.

20O pobre, que não pode fazer

tal oferta,

escolhe madeira que não apodrece

e procura um artífice perito

para fazer uma imagem esculpida

que não oscile.

21Será que vocês não sabem?

Será que não ouviram?

Será que isso

não lhes foi anunciado

desde o princípio?

Vocês não entenderam isso

desde a fundação do mundo?

Vocês não atentaram

para os fundamentos da terra?

22Ele é o que está assentado

sobre a cúpula da terra,

cujos moradores

são como gafanhotos.

É ele quem estende os céus

como cortina

e os desenrola como tenda

para neles habitar.

23É ele quem reduz a nada

os príncipes

e torna em nulidade

os juízes da terra.

24Mal foram plantados

e semeados,

mal se arraigou na terra

o seu tronco,

já secam, quando um sopro

passa por eles,

e uma tempestade

os leva como palha.

25“Com quem vocês vão

me comparar?

A quem eu seria igual?”

— diz o Santo.

26Levantem os olhos para o alto

e vejam.

Quem criou estas coisas?

Aquele que faz sair o seu exército

de estrelas,

todas bem-contadas,

as quais ele chama pelo nome;

por ser ele grande em força

e forte em poder,

nem uma só vem a faltar.

27Por que, então, você diz, ó Jacó,

e você fala, ó Israel:

“O meu caminho está encoberto

ao Senhor,

e o meu direito passa

despercebido ao meu Deus”?

28Será que você não sabe,

nem ouviu que o eterno Deus,

o Senhor,

o Criador dos confins da terra,

nem se cansa, nem se fatiga?

A sabedoria dele é insondável.

29Ele fortalece o cansado

e multiplica as forças

ao que não tem nenhum vigor.

30Os jovens se cansam

e se fatigam,

e os moços, de exaustos, caem,

31mas os que esperam no Senhor

renovam as suas forças,

sobem com asas como águias,

correm e não se cansam,

caminham e não se fatigam.

Isaías 40NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.8
SIGA A SBB: