Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 337

Texto(s) da Bíblia

O auxílio mútuo e a responsabilidade pessoal

1Irmãos, se alguém for surpreendido em alguma falta, vocês, que são espirituais, restaurem essa pessoa com espírito de brandura. E que cada um tenha cuidado para que não seja também tentado. 2Levem as cargas uns dos outros e, assim, estarão cumprindo a lei de Cristo. 3Porque, se alguém julga ser alguma coisa, não sendo nada, engana a si mesmo. 4Mas que cada um examine o seu próprio modo de agir e, então, terá motivo de gloriar-se unicamente em si e não em outro. 5Porque cada um levará o seu próprio fardo.

O que a pessoa semear, isso também colherá

6Mas aquele que está sendo instruído na palavra compartilhe todas as coisas boas com aquele que o instrui.

7Não se enganem: de Deus não se zomba. Pois aquilo que a pessoa semear, isso também colherá. 8Quem semeia para a sua própria carne, da carne colherá corrupção; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá vida eterna. 9E não nos cansemos de fazer o bem, porque no tempo certo faremos a colheita, se não desanimarmos. 10Por isso, enquanto tivermos oportunidade, façamos o bem a todos, mas principalmente aos da família da fé.

Conselhos finais e saudações

11Vejam com que letras grandes escrevi a vocês de próprio punho. 12Todos os que querem ostentar-se na carne, esses querem obrigar vocês a se deixarem circuncidar, e agem assim somente para não serem perseguidos por causa da cruz de Cristo. 13Pois nem mesmo os que se deixam circuncidar guardam a lei, mas querem apenas que vocês se submetam à circuncisão para que eles possam se gloriar na carne de vocês. 14Mas longe de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu estou crucificado para o mundo. 15Pois nem a circuncisão é coisa alguma, nem a incircuncisão, mas o ser nova criatura. 16E, a todos os que andarem em conformidade com esta regra, paz e misericórdia sejam sobre eles e sobre o Israel de Deus.

17Quanto ao mais, ninguém me moleste; porque eu trago no corpo as marcas de Jesus.

Bênção

18A graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja com o espírito de vocês, irmãos. Amém!

Gálatas 6NAAAbrir na Bíblia

O chamado de Ezequiel

1Esta voz me disse:

— Filho do homem, fique em pé, e falarei com você.

2Enquanto falava comigo, o Espírito entrou em mim e me fez ficar em pé, e ouvi aquele que falava comigo. 3Ele me disse:

— Filho do homem, eu vou enviá-lo aos filhos de Israel, às nações rebeldes que se rebelaram contra mim. Eles e os pais deles se revoltaram contra mim, até precisamente o dia de hoje. 4Os filhos têm a mente fechada e o coração endurecido. Eu vou enviá-lo até eles, e você lhes dirá: “Assim diz o Senhor Deus.” 5Eles, quer ouçam quer deixem de ouvir, porque são casa rebelde, saberão que um profeta esteve no meio deles.

6— Você, filho do homem, não tenha medo deles nem do que eles disserem. Mesmo que você esteja entre sarças e espinhos e more com escorpiões, não tenha medo do que eles disserem nem se assuste com o rosto deles, porque são casa rebelde. 7Você lhes dirá as minhas palavras, quer ouçam quer deixem de ouvir, pois são rebeldes.

8— Você, filho do homem, ouça o que eu lhe digo: não seja rebelde como essa gente. Abra a boca e coma o que eu vou lhe dar.

9Então olhei, e eis que certa mão se estendia para mim, e nela se achava o rolo de um livro. 10Ela o desenrolou diante de mim, e estava escrito por dentro e por fora. No rolo, estavam escritas lamentações, gemidos e ais.

Ezequiel 2NAAAbrir na Bíblia

1Ainda me disse:

— Filho do homem, coma o que está aí diante de você. Coma esse rolo; depois, vá falar à casa de Israel.

2Então abri a boca, e ele me deu o rolo para comer. 3E me disse:

— Filho do homem, coma e encha o seu estômago com este rolo que eu lhe dou.

Eu o comi, e na minha boca era doce como o mel.

A missão do profeta

4Disse-me ainda:

— Filho do homem, vá à casa de Israel e diga-lhe as minhas palavras. 5Porque você não está sendo enviado a um povo de fala obscura nem de língua difícil, mas à casa de Israel. 6Você não está sendo enviado a muitos povos de fala obscura e de língua difícil, cujas palavras você não poderia entender. Se eu o enviasse a esses povos, eles certamente dariam ouvidos a você. 7Mas a casa de Israel não vai querer dar ouvidos a você, porque não quer dar ouvidos a mim; pois toda a casa de Israel tem o coração fechado e a mente endurecida. 8Eis que endureci o seu rosto contra o rosto deles e endureci a sua fronte contra a fronte deles. 9Tornei a sua fronte mais dura do que a rocha — como o diamante. Portanto, não tenha medo deles, nem se assuste com o rosto deles, porque são casa rebelde.

10Ainda me disse mais:

— Filho do homem, guarde em seu coração todas as minhas palavras que eu lhe falar e ouça-as com muita atenção. 11Vá falar com os exilados, os filhos do seu povo, e, quer ouçam quer deixem de ouvir, fale com eles e diga-lhes: “Assim diz o Senhor Deus.”

12Então o Espírito me levantou, e ouvi atrás de mim a voz de um grande estrondo, que, levantando-se do seu lugar, dizia:

— Bendita seja a glória do Senhor.

13Ouvi o ruído das asas dos seres viventes, que tocavam umas nas outras, e o barulho das rodas juntamente com eles e o som de um grande estrondo. 14Então o Espírito me levantou e me levou. Eu fui, amargurado no furor do meu espírito, e a mão do Senhor se fez forte sobre mim. 15Então fui a Tel-Abibe, aos exilados que habitavam junto ao rio Quebar, e, durante sete dias, assentei-me ali, perplexo, no meio deles.

O atalaia de Israel

16Depois dos sete dias, a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

17— Filho do homem, eu o coloquei como atalaia sobre a casa de Israel. Você ouvirá a palavra da minha boca e lhes dará aviso da minha parte. 18Quando eu disser ao ímpio: “Você certamente morrerá”, e você não o avisar e nada disser para o advertir do seu mau caminho, para lhe salvar a vida, esse ímpio morrerá na sua maldade, mas você será responsável pela morte dele. 19Mas, se você avisar o ímpio, e ele não se converter da sua maldade e do seu mau caminho, ele morrerá na sua maldade, mas você terá salvo a sua vida.

20— Também quando o justo se desviar da sua justiça e fizer maldade, e eu puser diante dele um tropeço, ele morrerá. Visto que você não o avisou, ele morrerá no seu pecado, e os atos de justiça que ele havia praticado não serão lembrados, e você será responsável pela morte dele. 21No entanto, se você avisar o justo, para que não peque, e ele não pecar, certamente viverá, porque foi avisado; e você terá salvo a sua vida.

22A mão do Senhor veio sobre mim, e ele me disse:

— Levante-se e vá para o vale, onde falarei com você.

23Levantei-me e fui para o vale, e eis que a glória do Senhor estava ali, como a glória que eu tinha visto junto ao rio Quebar; e caí com o rosto em terra. 24Então o Espírito entrou em mim, e me pôs em pé, e falou comigo, e me disse:

— Vá para a sua casa e tranque-se dentro dela. 25Quanto a você, filho do homem, eis que porão cordas sobre você e irão amarrá-lo com elas; e você não poderá sair para o meio do povo. 26Farei com que a sua língua se apegue ao céu da boca, e você ficará mudo e incapaz de os repreender; porque são casa rebelde. 27Mas, quando eu falar com você, eu lhe devolverei a fala e você lhes dirá: “Assim diz o Senhor Deus.” Quem ouvir, que ouça; e quem deixar de ouvir, que fique sem ouvir; porque são casa rebelde.

Ezequiel 3NAAAbrir na Bíblia

Hino de louvor

1Aleluia!

Cantem ao Senhor

um cântico novo;

cantem o seu louvor

na assembleia dos santos.

2Alegre-se Israel no seu Criador;

exultem no seu Rei

os filhos de Sião.

3Louvem o nome do Senhor

com danças;

cantem-lhe salmos

ao som de tamborins e harpas.

4Porque o Senhor

se agrada do seu povo

e exalta os humildes

com a salvação.

5Que os santos exultem de glória,

e no seu leito cantem de júbilo.

6Nos seus lábios estejam

os altos louvores de Deus,

e, nas suas mãos,

uma espada de dois gumes,

7para exercer vingança

entre as nações

e castigo sobre os povos;

8para prender os seus reis

com correntes

e os seus nobres,

com cadeias de ferro;

9para executar contra eles

a sentença escrita,

o que será honra

para todos os seus santos.

Aleluia!

Salmos 149NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.6
SIGA A SBB: