Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 307

Texto(s) da Bíblia

Como tratar os que creem

1Não repreenda um homem mais velho; pelo contrário, exorte-o como você faria com o seu pai. Trate os mais jovens como irmãos, 2as mulheres mais velhas, como mães, e as mais jovens, como irmãs, com toda a pureza.

As viúvas

3Honre as viúvas que não têm ninguém para cuidar delas. 4Mas, se alguma viúva tem filhos ou netos, que estes aprendam primeiro a exercer piedade para com a própria casa e a recompensar os seus pais, pois isto é aceitável diante de Deus. 5Aquela que é viúva de fato e não tem ninguém para cuidar dela espera em Deus e persevera em súplicas e orações, noite e dia. 6Entretanto, a que se entrega aos prazeres, mesmo viva, está morta. 7Ordene estas coisas, para que sejam irrepreensíveis. 8Se alguém não tem cuidado dos seus e, especialmente, dos da própria casa, esse negou a fé e é pior do que o descrente.

9Somente poderá ser incluída na lista de viúvas aquela que tiver mais de sessenta anos, que tiver sido esposa de um só marido 10e que seja recomendada pelo testemunho de boas obras: se criou filhos, se exercitou hospitalidade, se lavou os pés dos santos, se socorreu os atribulados, se viveu na prática zelosa de todo tipo de boa obra.

11Mas não inclua na lista viúvas mais novas, porque, quando seus desejos fazem com que se afastem de Cristo, querem casar, 12tornando-se condenáveis por anularem o seu primeiro compromisso. 13Além do mais, elas aprendem também a viver ociosas, andando de casa em casa; e não somente ficam ociosas, mas ainda se tornam fofoqueiras e intrometidas, falando o que não devem. 14Por isso, quero que as viúvas mais novas casem, criem filhos, sejam boas donas de casa e não deem ao adversário motivo algum para falar mal de nós. 15Pois algumas já se desviaram, seguindo Satanás.

16Se alguma mulher crente tem viúvas em sua família, socorra-as, para que a igreja não fique sobrecarregada e possa socorrer as viúvas que não têm ninguém.

Os presbíteros

17Devem ser considerados merecedores de pagamento em dobro os presbíteros que presidem bem, especialmente os que se esforçam na pregação da palavra e no ensino. 18Pois a Escritura declara: “Não amordace o boi quando ele pisa o trigo.” E, ainda: “O trabalhador é digno do seu salário.”

19Não aceite denúncia contra presbítero, a não ser exclusivamente sob o depoimento de duas ou três testemunhas.

Vários conselhos

20Quanto aos que vivem no pecado, repreenda-os na presença de todos, para que também os demais temam.

1Timóteo 5:1-20NAAAbrir na Bíblia

O chamado de Jeremias

1Palavras de Jeremias, filho de Hilquias, um dos sacerdotes que estavam em Anatote, na terra de Benjamim. 2A palavra do Senhor veio a ele no décimo terceiro ano do reinado de Josias, filho de Amom e rei de Judá. 3Veio também nos dias de Jeoaquim, filho de Josias, rei de Judá, até o fim do décimo primeiro ano do reinado de Zedequias, filho de Josias, rei de Judá. No quinto mês desse ano, os moradores de Jerusalém foram levados ao exílio.

4A palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

5“Antes de formá-lo

no ventre materno,

eu já o conhecia;

e, antes de você nascer,

eu o consagrei

e constituí profeta às nações.”

6Então eu disse:

— Ah! Senhor Deus! Eis que não sei falar, porque não passo de uma criança.

7Mas o Senhor me disse:

“Não diga: ‘Não passo

de uma criança.’

Porque a todos a quem eu o enviar,

você irá;

e tudo o que eu lhe ordenar,

você falará.

8Não tenha medo de ninguém,

porque eu estou com você

para livrá-lo”,

diz o Senhor.

9Depois, o Senhor estendeu a mão e tocou na minha boca. E o Senhor me disse:

“Eis que ponho as minhas palavras

na sua boca.

10Veja! Hoje eu o constituo

sobre as nações e sobre os reinos,

para arrancar e derrubar,

para destruir e arruinar,

e também para edificar e plantar.”

A visão do ramo de amendoeira

11A palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

— O que você está vendo, Jeremias?

Respondi:

— Vejo um ramo de amendoeira.

12O Senhor me disse:

— Você viu bem, porque eu estou vigiando para que a minha palavra se cumpra.

A visão da panela

13Outra vez a palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

— O que você está vendo?

Eu respondi:

— Vejo uma panela fervendo, cuja boca se inclina do Norte para cá.

14Então o Senhor disse:

— Do Norte se derramará o mal sobre todos os habitantes da terra. 15Pois eis que convoco todas as tribos dos reinos do Norte, diz o Senhor; elas virão, e cada reino porá o seu trono à entrada dos portões de Jerusalém e contra todas as suas muralhas ao redor e contra todas as cidades de Judá. 16Pronunciarei as minhas sentenças contra os moradores dessas cidades, por causa de toda a maldade deles; pois me abandonaram, queimaram incenso a deuses estranhos e adoraram as obras das suas próprias mãos. 17Você, Jeremias, prepare-se e vá dizer-lhes tudo o que eu ordenar a você. Não se assuste por causa deles, para que eu não tenha de fazer com que você fique assustado na presença deles. 18Quanto a mim, eis que hoje ponho você por cidade fortificada, por coluna de ferro e por muralha de bronze, contra todo o país, contra os reis de Judá, contra as suas autoridades, contra os seus sacerdotes e contra o seu povo. 19Eles lutarão contra você, mas não conseguirão derrotá-lo; porque eu estou com você para livrá-lo, diz o Senhor.

Jeremias 1NAAAbrir na Bíblia

O amor de Deus e a rebeldia do povo

1A palavra do Senhor veio a mim, dizendo:

2— Vá e proclame diante do povo de Jerusalém:

Assim diz o Senhor:

“Lembro-me de você, meu povo,

da sua afeição quando era jovem,

do seu amor quando noiva

e de como você me seguia

no deserto,

numa terra que não é semeada.

3Israel era consagrado ao Senhor

e era as primícias da sua colheita;

todos os que o devoraram

se faziam culpados;

o mal vinha sobre eles”,

diz o Senhor.

4Escutem a palavra do Senhor, ó casa de Jacó e todas as famílias da casa de Israel.

5Assim diz o Senhor:

“Que injustiça os pais de vocês

acharam em mim,

para que se afastassem de mim,

seguindo os ídolos sem valor

e se tornando eles mesmos

sem valor?

6Eles não perguntaram:

‘Onde está o Senhor,

que nos tirou da terra do Egito

e nos guiou pelo deserto,

por uma terra árida

e cheia de covas,

por uma terra de sequidão

e sombras de morte,

por uma terra

em que ninguém passava

e na qual não morava ninguém?’

7Eu os trouxe para uma terra fértil,

para que vocês comessem

o seu fruto

e as coisas boas que ela tem.

Mas, depois de entrar,

vocês contaminaram a minha terra

e fizeram da minha herança

uma abominação.

8Os sacerdotes não perguntaram:

‘Onde está o Senhor?’

E os que tratavam da lei

não me conheceram,

os pastores se revoltaram

contra mim,

os profetas profetizaram por Baal

e andaram atrás de coisas

que não têm proveito algum.”

Infidelidade sem igual

9“Portanto, ainda entrarei

em litígio com vocês”,

diz o Senhor,

“e até com os filhos dos filhos

de vocês entrarei em litígio.

10Vão até as terras

do mar de Chipre e vejam;

mandem mensageiros a Quedar

e observem com atenção.

Vejam se já aconteceu

coisa semelhante.

11Houve alguma nação

que trocasse os seus deuses,

mesmo que não fossem

deuses de verdade?

Mas o meu povo

trocou a sua Glória

por aquilo que não tem

proveito algum.

12Fiquem espantados com isto,

ó céus!

Fiquem horrorizados

e cheios de espanto”,

diz o Senhor.

13“Porque o meu povo

cometeu dois males:

abandonaram a mim,

a fonte de água viva,

e cavaram cisternas,

cisternas rachadas,

que não retêm as águas.”

14“Por acaso Israel é escravo

ou servo nascido em casa?

Por que, então, veio a ser presa

de outros?

15Os leões novos rugiram

contra ele

e levantaram a sua voz.

Fizeram da terra de Israel

uma desolação;

as suas cidades estão queimadas,

e não há quem nelas habite.

16Até os moradores de Mênfis

e de Tafnes

raparam o alto da cabeça de Israel.

17Por acaso isso não aconteceu

com você

porque você abandonou

o Senhor, seu Deus,

quando ele o guiava pelo caminho?

18E, agora, que lucro você terá

indo ao Egito

para beber as águas do Nilo?

Ou indo à Assíria para beber

as águas do Eufrates?

19A sua própria maldade

o castigará,

e as suas infidelidades

o repreenderão.

Saiba, pois, e veja como é mau

e quão amargo é deixar

o Senhor, seu Deus,

e não ter temor de mim”,

diz o Senhor,

o Senhor dos Exércitos.

Israel adorou Baal

20“Porque há muito tempo

quebrei o seu jugo

e rompi as ataduras

que o prendiam,

mas você disse:

‘Não quero te servir.’

Pois, em todos os montes altos

e debaixo de todas as árvores

frondosas,

você se deitava e se prostituía.

21Eu mesmo a plantei

como videira excelente,

da semente mais pura.

Como, então, você se tornou

uma planta degenerada,

como de videira brava?

22Mesmo que você se lave

com salitre

e use muito sabão,

a mancha da sua iniquidade

continua diante de mim”,

diz o Senhor Deus.

23“Como é que você pode dizer:

‘Não estou manchada,

nem fui atrás dos baalins’?

Veja os seus rastros no vale

e reconheça o que você fez!

Você é como uma jovem camela

de pés ligeiros,

que anda ziguezagueando

pelo caminho.

24Você é como

uma jumenta selvagem,

acostumada ao deserto e que,

no ardor do cio, fareja o vento.

Quem a impediria de satisfazer

o seu desejo?

Os que a procuram

não têm de fatigar-se;

no mês dela a acharão.

25Evite andar por aí

com pés descalços

e não deixe a sua garganta

com sede.

Mas você diz: ‘Não! É inútil!

Porque amo os estranhos

e é atrás deles que eu vou.’”

26“Como um ladrão se envergonha

quando o apanham,

assim ficarão envergonhados

os da casa de Israel:

eles, os seus reis, os seus príncipes,

os seus sacerdotes

e os seus profetas.

27Eles dizem a um pedaço

de madeira: ‘Você é o meu pai’,

e à pedra: ‘Você me deu à luz’.

Pois me viraram as costas

e não o rosto;

mas, na hora da angústia, dizem:

‘Levanta-te e salva-nos!’

28Onde estão os deuses

que vocês fizeram

para vocês mesmos?

Eles que se levantem,

se é que podem salvá-los

na hora da calamidade!

Porque os seus deuses, ó Judá,

são tantos quantas as suas cidades.”

29“Por que vocês querem

discutir comigo?

Todos vocês transgrediram

contra mim”,

diz o Senhor.

30“Em vão castiguei

os filhos de vocês;

eles não aceitaram

a minha disciplina.

Como leão destruidor,

a espada que está na mão de vocês

devorou os seus profetas.

31Vocês, desta geração, considerem

a palavra do Senhor.

Será que eu tenho sido

um deserto para Israel?

Ou uma terra

da mais espessa escuridão?

Por que, então, o meu povo diz:

‘Somos livres para fazer

o que quisermos!

Jamais voltaremos para ti’?

32Por acaso, uma virgem

se esquece dos seus enfeites?

Ou uma noiva

se esquece do seu véu?

Mas o meu povo

se esqueceu de mim

por dias sem fim.”

33“Como você sabe dispor bem

os seus caminhos,

para buscar o amor!

Pois você poderia ensinar

até as mulheres perdidas.

34Nas bordas das suas roupas

se achou também

o sangue de pobres e inocentes,

que não foram surpreendidos

no ato de roubar.

Apesar de todas estas coisas,

35você ainda diz: ‘Estou inocente.

Certamente a sua ira

se desviou de mim.’

Eis que entrarei em juízo contra você,

porque você diz: ‘Não pequei.’

36Por que você é tão leviana

e fica sempre mudando de rumo?

Também pelo Egito

você será envergonhada,

assim como foi envergonhada

pela Assíria.

37Também do Egito você sairá

com as mãos sobre a cabeça.

Porque o Senhor rejeitou

aqueles em quem você confia,

e você não será bem-sucedida

com a ajuda deles.”

Jeremias 2NAAAbrir na Bíblia

145De todo o coração eu te invoco;

ouve-me, Senhor;

observo os teus decretos.

146Clamo a ti; salva-me,

e guardarei os teus testemunhos.

147Levanto-me antes do amanhecer

e clamo;

na tua palavra, espero confiante.

148Fico acordado

nas vigílias da noite,

para meditar na tua palavra.

149Ouve, Senhor, a minha voz,

segundo a tua bondade;

vivifica-me, segundo os teus juízos.

150Aproximam-se de mim os que

seguem a maldade;

eles se afastam da tua lei.

151Tu estás perto, Senhor,

e todos os teus mandamentos

são verdade.

152Quanto aos teus testemunhos,

há muito sei que os estabeleceste

para sempre.

Rexe

153Olha para a minha aflição

e livra-me,

pois não me esqueço da tua lei.

154Defende a minha causa

e liberta-me;

vivifica-me,

segundo a tua promessa.

155A salvação está longe

dos ímpios,

pois não procuram

os teus decretos.

156Muitas, Senhor,

são as tuas misericórdias;

vivifica-me, segundo os teus juízos.

157São muitos

os meus perseguidores

e os meus adversários,

mas eu não me desvio

dos teus testemunhos.

158Vi os infiéis e senti desgosto,

porque não guardam a tua palavra.

159Vê como amo os teus preceitos;

vivifica-me, Senhor,

segundo a tua bondade.

160As tuas palavras são em tudo

verdade desde o princípio,

e cada um dos teus justos juízos

dura para sempre.

Chim

161Poderosos me perseguem

sem motivo,

mas o que o meu coração teme

é a tua palavra.

162Alegro-me nas tuas promessas,

como quem acha grandes despojos.

163Odeio e detesto a mentira,

mas amo a tua lei.

164Sete vezes por dia, eu te louvo

pela justiça dos teus juízos.

165Grande paz têm

os que amam a tua lei;

para eles não há nada

que os faça tropeçar.

166Espero, Senhor, na tua salvação

e cumpro os teus mandamentos.

167A minha alma tem observado

os teus testemunhos;

eu os amo profundamente.

168Tenho observado

os teus preceitos

e os teus testemunhos,

pois na tua presença estão

todos os meus caminhos.

Tau

169Chegue a ti, Senhor,

a minha súplica;

dá-me entendimento,

segundo a tua palavra.

170Chegue a minha petição

à tua presença;

livra-me segundo a tua palavra.

171Que os meus lábios te louvem,

pois me ensinas os teus decretos.

172Que a minha língua

celebre a tua lei,

pois todos os teus mandamentos

são justos.

173Que a tua mão

venha me socorrer,

pois escolhi os teus preceitos.

174Anseio pela tua salvação,

Senhor;

a tua lei é o meu prazer.

175Que eu possa viver

para te louvar;

e que os teus juízos me ajudem.

176Ando errante

como ovelha perdida;

procura o teu servo,

pois não me esqueço

dos teus mandamentos.

Salmos 119:145-176NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.8
SIGA A SBB: