Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 257

Texto(s) da Bíblia

4Mas estou falando essas coisas para que, quando chegar a hora, vocês se lembrem de que eu já tinha dito isto para vocês.

A obra do Espírito Santo

— Eu não lhes falei isso desde o princípio, porque eu estava com vocês. 5Mas, agora, vou para junto daquele que me enviou, e nenhum de vocês me pergunta: “Para onde o senhor vai?” 6Pelo contrário, porque eu lhes disse essas coisas, a tristeza encheu o coração de vocês. 7Mas eu lhes digo a verdade: é melhor para vocês que eu vá, porque, se eu não for, o Consolador não virá para vocês; mas, se eu for, eu o enviarei a vocês. 8Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo: 9do pecado, porque eles não creem em mim; 10da justiça, porque vou para o Pai, e vocês não me verão mais; 11do juízo, porque o príncipe deste mundo já está julgado.

12— Tenho ainda muito para lhes dizer, mas vocês não o podem suportar agora. 13Porém, quando vier o Espírito da verdade, ele os guiará em toda a verdade. Ele não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que ouvir e anunciará a vocês as coisas que estão para acontecer. 14Ele me glorificará, porque vai receber do que é meu e anunciará isso a vocês. 15Tudo o que o Pai tem é meu. Por isso eu disse que o Espírito vai receber do que é meu e anunciar isso a vocês.

A tristeza se transformará em alegria

16— Um pouco, e vocês não me verão mais; outra vez um pouco, e me verão de novo.

17Então alguns dos seus discípulos disseram uns aos outros:

— Que vem a ser isto que ele está nos dizendo: “Um pouco, e vocês não me verão mais, e outra vez um pouco, e me verão de novo”; e: “Vou para o Pai”?

18E diziam:

— Que vem a ser esse “um pouco”? Não compreendemos o que ele está dizendo.

19Jesus, percebendo que queriam lhe fazer perguntas, disse:

— Vocês estão discutindo a respeito disto que eu acabo de falar: “Um pouco, e vocês não me verão mais, e outra vez um pouco, e me verão de novo”? 20Em verdade, em verdade lhes digo que vocês vão chorar e se lamentar, mas o mundo se alegrará. Vocês ficarão tristes, mas a tristeza de vocês se transformará em alegria. 21A mulher, quando está para dar à luz, fica triste, porque chegou a sua hora; mas, depois de nascida a criança, já não se lembra da aflição, pela alegria de ter trazido alguém ao mundo. 22Assim também agora vocês estão tristes. Mas eu os verei outra vez, e o coração de vocês ficará cheio de alegria, e ninguém poderá tirar essa alegria de vocês.

23— Naquele dia vocês não me perguntarão nada. Em verdade, em verdade lhes digo: se pedirem ao Pai alguma coisa em meu nome, ele lhes concederá. 24Até agora vocês não pediram nada em meu nome; peçam e receberão, para que a alegria de vocês seja completa.

Palavras de despedida

25— Essas coisas eu falei a vocês por meio de figuras. Vem a hora em que não falarei mais por meio de figuras, mas falarei a vocês claramente a respeito do Pai. 26Naquele dia vocês pedirão em meu nome. E não lhes digo que pedirei ao Pai em favor de vocês, 27porque o próprio Pai os ama, visto que vocês me amam e creem que eu vim da parte de Deus. 28Vim do Pai e entrei no mundo, mas agora deixo o mundo e vou para o Pai.

29Então os seus discípulos disseram:

— Agora o senhor fala claramente e não emprega nenhuma figura. 30Agora vemos que o senhor sabe todas as coisas e não precisa que alguém lhe pergunte. Por isso, cremos que o senhor veio de Deus.

31Jesus respondeu:

— Vocês creem agora? 32Eis que vem a hora — e já chegou — em que vocês serão dispersos, cada um para a sua casa, e vocês me deixarão sozinho. Mas não estou sozinho, porque o Pai está comigo. 33Falei essas coisas para que em mim vocês tenham paz. No mundo, vocês passam por aflições; mas tenham coragem: eu venci o mundo.

João 16:4-33NAAAbrir na Bíblia

O reinado de Joás, de Judá

2Rs 12.1-19

1Joás tinha sete anos de idade quando começou a reinar e reinou quarenta anos em Jerusalém. 2A mãe dele se chamava Zíbia e era de Berseba. Joás fez o que era reto aos olhos do Senhor todos os dias do sacerdote Joiada. 3Joiada lhe deu duas mulheres, e ele gerou filhos e filhas.

4Depois disto, Joás decidiu restaurar a Casa do Senhor. 5Reuniu os sacerdotes e os levitas e lhes disse:

— Vão pelas cidades de Judá e levantem de todo o Israel dinheiro para que todos os anos sejam feitos reparos no templo de seu Deus; e façam isso depressa.

Porém os levitas não se apressaram. 6Então o rei mandou chamar o sumo sacerdote Joiada e lhe perguntou:

— Por que você não exigiu que os levitas trouxessem de Judá e de Jerusalém o imposto que Moisés, servo do Senhor, pôs sobre a congregação de Israel, para a tenda do testemunho?

7Porque a perversa Atalia e os seus filhos tinham arruinado a Casa de Deus; e usaram todas as coisas sagradas da Casa do Senhor no culto aos baalins.

8O rei deu ordem e fizeram um cofre e o puseram do lado de fora, junto ao portão da Casa do Senhor. 9Publicou-se, em Judá e em Jerusalém, que trouxessem ao Senhor o imposto que Moisés, servo de Deus, havia colocado sobre Israel, no deserto. 10Então todos os chefes e todo o povo se alegraram, trouxeram o imposto e o lançaram no cofre, até ficar cheio. 11Quando o cofre era levado pelos levitas a uma comissão real, vendo-se que havia muito dinheiro, o escrivão do rei e o comissário do sumo sacerdote esvaziavam o cofre e o levavam de novo ao seu lugar. Assim faziam dia após dia e ajuntaram dinheiro em abundância.

12O rei e Joiada entregavam esse dinheiro aos que dirigiam a obra e tinham a seu encargo a Casa do Senhor, que contrataram pedreiros e carpinteiros, para restaurarem a Casa do Senhor, e também os que trabalhavam em ferro e em bronze, para repararem a Casa do Senhor. 13Os que estavam encarregados da obra trabalhavam, e a reparação tinha bom êxito com eles; restauraram a Casa de Deus no seu próprio estado e a consolidaram. 14Quando acabaram a obra, trouxeram ao rei e a Joiada o resto do dinheiro, de que se fizeram utensílios para a Casa do Senhor, objetos para o culto e para os holocaustos, taças e outros objetos de ouro e de prata. E continuamente ofereceram holocaustos na Casa do Senhor, todos os dias de Joiada.

15Joiada morreu após uma longa velhice; tinha cento e trinta anos de idade quando morreu. 16Sepultaram-no na Cidade de Davi com os reis, porque ele tinha feito o bem em Israel e servido a Deus e ao seu templo.

Zacarias é morto pelo rei

17Depois da morte de Joiada, os chefes de Judá foram e se prostraram diante do rei, e o rei os ouviu. 18Então abandonaram a Casa do Senhor, Deus de seus pais, e serviram os postes da deusa Aserá e aos ídolos. E, por esta sua culpa, veio grande ira sobre Judá e Jerusalém. 19Mas o Senhor lhes enviou profetas para os reconduzir a si; estes profetas testemunharam contra eles, mas eles não quiseram ouvir.

20Então o Espírito de Deus se apoderou de Zacarias, filho do sacerdote Joiada. Ele ficou em pé diante do povo e lhes disse:

— Assim diz Deus: “Por que vocês estão transgredindo os mandamentos do Senhor? Vocês não vão prosperar! Por terem abandonado o Senhor, também ele os abandonará.”

21Conspiraram contra ele e o apedrejaram, por ordem do rei, no pátio da Casa do Senhor. 22Assim, o rei Joás não se lembrou de como Joiada, pai de Zacarias, tinha sido bondoso com ele, e acabou matando o filho dele. Ao morrer, Zacarias disse:

— O Senhor verá isto e o retribuirá.

O juízo de Deus sobre Joás

23Antes de se findar o ano, o exército dos sírios atacou Joás. Invadiram Judá e Jerusalém, mataram todos os chefes do povo, e levaram os despojos ao rei de Damasco. 24Embora o exército dos sírios não fosse grande, o Senhor permitiu que eles vencessem um exército que era muito maior, porque eles tinham abandonado o Senhor, Deus de seus pais. Assim os sírios executaram o juízo de Deus contra Joás.

A conspiração contra o rei Joás

2Rs 12.20-21

25Quando os sírios foram embora, deixando Joás gravemente ferido, os servos de Joás conspiraram contra ele, por causa do sangue do filho do sacerdote Joiada, e o mataram em sua cama. 26Ele foi sepultado na Cidade de Davi, mas não nos túmulos dos reis. Os que conspiraram contra Joás foram Zabade, filho de Simeate, a amonita, e Jeozabade, filho de Sinrite, a moabita. 27Quanto aos filhos de Joás, às numerosas sentenças proferidas contra ele e à restauração da Casa de Deus, está tudo escrito no Livro da História dos Reis. E Amazias, filho de Joás, reinou em seu lugar.

2Crônicas 24NAAAbrir na Bíblia

Exortação a louvor e obediência

Ao mestre de canto, segundo a melodia “Os lagares”. Salmo de Asafe

1Cantem de júbilo a Deus,

força nossa;

celebrem o Deus de Jacó.

2Cantem louvores

e façam soar os tamborins,

a suave harpa e também a lira.

3Toquem a trombeta

na Festa da Lua Nova,

na lua cheia, dia da nossa festa.

4É preceito para Israel,

é prescrição do Deus de Jacó.

5Ele o ordenou, como lei, a José,

ao marchar contra a terra do Egito.

Ouvi uma linguagem

que eu não conhecia,

dizendo:

6“Livrei os seus ombros do peso,

e as mãos de vocês

ficaram livres dos cestos.

7Na angústia, vocês clamaram

e eu os livrei;

do esconderijo do trovão

eu lhes respondi;

e eu os pus à prova

junto às águas de Meribá.

8Escute, meu povo,

as minhas admoestações.

Ó Israel, se ao menos

você me escutasse!

9Não haja no meio de vocês

nenhum deus estranho,

nem se prostrem diante de

um deus estrangeiro.

10Eu sou o Senhor,

o Deus de vocês,

que os tirei da terra do Egito.

Abram bem a boca,

e eu a encherei.

11Mas o meu povo

não escutou a minha voz;

Israel não quis saber de mim.

12Assim, deixei que andassem

na teimosia do seu coração,

e seguissem

as suas próprias inclinações.

13Ah! Se o meu povo

me escutasse,

se Israel andasse

nos meus caminhos!

14Eu derrotaria logo

os seus inimigos

e voltaria a minha mão

contra os seus adversários.

15Os que odeiam o Senhor

se submeteriam a ele,

e isto duraria para sempre.

16Mas a vocês eu sustentaria

com o trigo mais fino

e os saciaria com o mel

que escorre da rocha.”

Salmos 81NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.8
SIGA A SBB: