Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 147

Texto(s) da Bíblia

O justo juízo de Deus

1Por isso, você é indesculpável quando julga os outros, não importando quem você é. Pois, naquilo que julga o outro, você está condenando a si mesmo, porque pratica as mesmas coisas que condena. 2Bem sabemos que o juízo de Deus é segundo a verdade contra os que praticam tais coisas. 3E você, que condena os que praticam tais coisas, mas faz o mesmo que eles fazem, pensa que conseguirá se livrar do juízo de Deus? 4Ou será que você despreza a riqueza da bondade, da tolerância e da paciência de Deus, ignorando que a bondade de Deus é que leva você ao arrependimento? 5Mas, por ser teimoso e ter um coração impenitente, você acumula contra si mesmo ira para o dia da ira e da revelação do justo juízo de Deus, 6que retribuirá a cada um segundo as suas obras: 7a vida eterna aos que, perseverando em fazer o bem, procuram glória, honra e incorruptibilidade; 8mas ira e indignação para os egoístas, que desobedecem à verdade e obedecem à injustiça. 9Tribulação e angústia virão sobre todo aquele que faz o mal, ao judeu primeiro e também ao grego; 10mas haverá glória, honra e paz a todo aquele que pratica o bem, ao judeu primeiro e também ao grego. 11Porque Deus não trata as pessoas com parcialidade.

12Assim, todos os que pecaram sem lei também sem lei perecerão; e todos os que pecaram sob a lei serão julgados pela lei. 13Porque justos diante de Deus não são aqueles que somente ouvem a lei, mas os que praticam a lei é que serão justificados. 14Quando, pois, os gentios, que não têm a lei, fazem, por natureza, o que a lei ordena, eles se tornam lei para si mesmos, embora não tenham a lei. 15Estes mostram a obra da lei gravada no seu coração, o que é confirmado pela consciência deles e pelos seus pensamentos conflitantes, que às vezes os acusam e às vezes os defendem, 16no dia em que Deus, por meio de Cristo Jesus, julgar os segredos das pessoas, de acordo com o meu evangelho.

Os judeus e a lei

17Mas, se você diz que é judeu, confia na lei e se gloria em Deus; 18se você conhece a vontade de Deus e aprova as coisas excelentes, sendo instruído na lei; 19se você está convencido de que é guia dos cegos, luz dos que se encontram em trevas, 20instrutor de insensatos, mestre de crianças, tendo na lei a forma da sabedoria e da verdade — 21você, pois, que ensina os outros, não ensina a si mesmo? Você, que prega que não se deve roubar, rouba? 22Você, que diz que não se deve cometer adultério, adultera? Você, que detesta ídolos, rouba os templos? 23Você, que se gloria na lei, desonra a Deus pela transgressão da lei? 24Pois, como está escrito: “O nome de Deus é blasfemado entre os gentios por causa de vocês.”

25A circuncisão tem valor se você pratica a lei; mas, se você é transgressor da lei, a sua circuncisão já se tornou incircuncisão. 26Portanto, se a incircuncisão observa os preceitos da lei, não será essa incircuncisão considerada como circuncisão? 27E, se aquele que é incircunciso por natureza cumpre a lei, certamente ele julgará você, que, embora tenha a letra da lei e a circuncisão, é transgressor da lei. 28Porque não é judeu quem o é apenas exteriormente, nem é circuncisão a que é somente na carne. 29Porém judeu é aquele que o é interiormente, e circuncisão é a do coração, pelo Espírito, não segundo a letra, e cujo louvor não procede de seres humanos, mas de Deus.

Romanos 2NAAAbrir na Bíblia

Paulo responde a objeções

1Qual é, então, a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão? 2Muita, sob todos os aspectos. Principalmente porque aos judeus foram confiados os oráculos de Deus. 3E então? Se alguns não creram, será que a incredulidade deles anulará a fidelidade de Deus? 4De modo nenhum! Seja Deus verdadeiro, e todo ser humano, mentiroso, como está escrito:

“Para que sejas justificado

nas tuas palavras

e venhas a vencer

quando fores julgado.”

5Mas, se a nossa injustiça evidencia a justiça de Deus, que diremos? Seria Deus injusto por aplicar a sua ira? Falo em termos humanos. 6É claro que não. Do contrário, como Deus julgará o mundo? 7E, se a minha mentira faz com que aumente a verdade de Deus para a sua glória, por que ainda sou condenado como pecador? 8E por que não dizemos, como alguns caluniosamente afirmam que o fazemos: “Pratiquemos o que é mau, para que nos venha o que é bom”? A condenação destes é justa.

Romanos 3:1-8NAAAbrir na Bíblia

Saul se torna rei

17Samuel convocou o povo para comparecer diante do Senhor, em Mispa, 18e disse aos filhos de Israel:

— Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: “Eu tirei Israel do Egito e os livrei das mãos dos egípcios e das mãos de todos os reinos que os oprimiam. 19Mas hoje vocês rejeitaram o seu Deus, que os livrou de todos os seus males e trabalhos. Vocês lhe disseram: ‘Não! Queremos um rei sobre nós.’ Agora, pois, reúnam-se diante do Senhor, por tribos e grupos de milhares.”

20Samuel fez com que todas as tribos se aproximassem, e a tribo sorteada foi a de Benjamim. 21Então Samuel chamou a tribo de Benjamim pelas suas famílias, e foi indicada a família de Matri. E da família de Matri foi indicado Saul, filho de Quis. Mas, quando o procuraram, não puderam encontrá-lo. 22Então perguntaram ao Senhor se aquele homem já havia chegado ali. E o Senhor respondeu:

— Ele está aí escondido entre a bagagem.

23Então correram e o tiraram de lá. Ele ficou em pé no meio do povo, e era o mais alto de todos; dos ombros para cima, ele sobressaía a todo o povo. 24Então Samuel disse a todo o povo:

— Vocês estão vendo quem o Senhor escolheu? Pois em todo o povo não há ninguém semelhante a ele.

Então todo o povo começou a gritar:

— Viva o rei!

25Samuel explicou ao povo o direito do reino, escreveu-o num livro e o pôs diante do Senhor. Então Samuel despediu todo o povo, cada um para sua casa. 26Também Saul foi para a sua casa, em Gibeá. Com ele foi uma tropa de homens cujo coração Deus havia tocado. 27Mas alguns homens malignos disseram:

— Como poderá este homem nos salvar?

E o desprezaram e não lhe trouxeram presentes. Mas Saul se fez de surdo.

1Samuel 10:17-27NAAAbrir na Bíblia

Saul vence os amonitas

1Então Naás, que era amonita, foi e sitiou Jabes-Gileade. E todos os homens de Jabes disseram a Naás:

— Faça uma aliança conosco, e nós o serviremos.

2Porém Naás, o amonita, respondeu:

— Farei aliança com vocês sob a condição de que seja vazado o olho direito de cada um de vocês. Assim, trarei vergonha sobre todo o Israel.

3Então os anciãos de Jabes lhe disseram:

— Dê-nos sete dias para enviar mensageiros por todo o território de Israel. Se não houver ninguém que nos livre, então nos entregaremos a você.

4Quando os mensageiros chegaram a Gibeá, onde morava Saul, relataram este caso ao povo. Então todo o povo chorou em alta voz.

5Eis que Saul voltava do campo, atrás dos bois, e perguntou:

— Que tem o povo? Por que estão chorando?

Então lhe contaram o que os homens de Jabes haviam relatado. 6Quando Saul ouviu estas palavras, o Espírito de Deus se apossou dele, e ele ficou furioso. 7Pegou uma junta de bois, cortou-os em pedaços e os enviou a todo o território de Israel por meio de mensageiros que dissessem:

— Assim se fará com os bois de todo aquele que não seguir Saul e Samuel.

Então o temor do Senhor caiu sobre o povo, e saíram como se fossem um só homem. 8Saul contou-os em Bezeque. Dos filhos de Israel, havia trezentos mil; dos homens de Judá, trinta mil.

9Então disseram aos mensageiros que tinham vindo de Jabes:

— Digam aos homens de Jabes-Gileade que amanhã, quando o calor do sol se fizer sentir, vocês serão socorridos.

Os mensageiros foram, anunciaram isto aos homens de Jabes, e estes se alegraram. 10Então disseram aos amonitas:

— Amanhã nós nos entregaremos, e vocês poderão fazer conosco o que bem quiserem.

11Aconteceu que, no dia seguinte, Saul dividiu o povo em três companhias, que, pela vigília da manhã, vieram para o meio do arraial e atacaram os amonitas, até que se fez sentir o calor do dia. Os sobreviventes se espalharam, e não ficaram dois deles juntos.

12Então o povo disse a Samuel:

— Quem são aqueles que diziam que Saul não deveria reinar sobre nós? Tragam-nos para aqui, para que os matemos.

13Porém Saul disse:

— Hoje ninguém será morto, porque no dia de hoje o Senhor salvou Israel.

14E Samuel disse ao povo:

— Venham, vamos a Gilgal e renovemos ali o reino.

15E todo o povo partiu para Gilgal, onde proclamaram Saul seu rei, diante do Senhor, a cuja presença trouxeram ofertas pacíficas. E Saul muito se alegrou ali com todos os homens de Israel.

1Samuel 11NAAAbrir na Bíblia

Oração de confiança em Deus

Ao mestre de canto, segundo a melodia “A pomba nos terebintos distantes”. Hino de Davi, quando os filisteus o prenderam em Gate

1Tem misericórdia de mim, ó Deus,

porque os homens

querem me destruir;

todo o dia eles me oprimem

e lutam contra mim.

2Os meus inimigos sempre

querem me destruir;

são muitos os que atrevidamente

me combatem.

3Quando eu ficar com medo,

hei de confiar em ti.

4Em Deus, cuja palavra eu exalto,

neste Deus ponho

a minha confiança

e nada temerei.

Que me pode fazer um mortal?

5Todo o dia

torcem as minhas palavras;

os seus pensamentos são todos

contra mim para o mal.

6Ajuntam-se, escondem-se,

espionam os meus passos,

como aguardando a hora

de me tirarem a vida.

7Dá-lhes a retribuição

segundo a sua iniquidade.

Derruba os povos, ó Deus,

na tua ira!

8Contaste os meus passos

quando sofri perseguições.

Recolhe as minhas lágrimas

no teu odre;

não estão elas inscritas

no teu livro?

9No dia em que eu te invocar,

os meus inimigos

baterão em retirada.

Uma coisa eu sei:

que Deus é por mim.

10Em Deus, cuja palavra eu louvo,

no Senhor, cuja palavra eu louvo,

11neste Deus ponho

a minha confiança

e nada temerei.

Que me pode fazer

um simples ser humano?

12Os votos que fiz,

eu os manterei, ó Deus;

trarei as ofertas

de ações de graças.

13Pois da morte livraste

a minha alma,

sim, livraste da queda os meus pés,

para que eu ande

na presença de Deus,

na luz da vida.

Salmos 56NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.8
SIGA A SBB: