Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 141

Texto(s) da Bíblia

Paulo é enviado para a Itália

1Quando foi decidido que devíamos navegar para a Itália, entregaram Paulo e alguns outros presos a um centurião chamado Júlio, do Batalhão Imperial. 2Embarcando num navio de Adramítio, que estava de partida para costear a província da Ásia, fizemo-nos ao mar, indo conosco Aristarco, um macedônio de Tessalônica. 3No dia seguinte, chegamos a Sidom. Júlio, tratando Paulo com humanidade, permitiu que ele fosse ver os amigos e obter assistência. 4Partindo dali, navegamos ao abrigo da ilha de Chipre, porque os ventos eram contrários. 5E, tendo atravessado o mar ao longo da Cilícia e Panfília, chegamos a Mirra, na Lícia. 6Nesse porto, o centurião encontrou um navio de Alexandria, que estava de partida para a Itália, e nos fez embarcar nele.

7Navegando vagarosamente muitos dias, foi com dificuldade que chegamos às imediações de Cnido. Não nos sendo permitido prosseguir, por causa do vento contrário, navegamos ao abrigo de Creta, na altura de Salmona. 8Costeando a ilha com dificuldade, chegamos a um lugar chamado Bons Portos, perto do qual estava a cidade de Laseia.

Os perigos da viagem

9Depois de muito tempo, tendo-se tornado a navegação perigosa, e já passado o tempo do Dia do Jejum, Paulo os aconselhou, 10dizendo:

— Senhores, vejo que a viagem vai ser trabalhosa, com dano e muito prejuízo, não só da carga e do navio, mas também da nossa vida.

11Porém o centurião dava mais crédito ao piloto e ao mestre do navio do que ao que Paulo dizia. 12Não sendo o porto próprio para invernar, a maioria deles era de opinião que deviam partir dali, para ver se podiam chegar a Fenice e aí passar o inverno, visto ser um porto de Creta, que olha para o noroeste e para o sudoeste.

Atos 27:1-12NAAAbrir na Bíblia

Os filhos de Eli

12Os filhos de Eli eram homens malignos e não se importavam com o Senhor. 13O costume desses sacerdotes com o povo era este: quando alguém oferecia um sacrifício, o servo do sacerdote vinha com um garfo de três dentes na mão e, enquanto a carne estava cozinhando, 14enfiava o garfo na caldeira, na panela, no caldeirão ou na marmita, e tudo o que o garfo tirava o sacerdote pegava para si. Assim se fazia a todo o Israel que ia ali, a Siló. 15Também antes de se queimar a gordura, o servo do sacerdote vinha e dizia ao homem que estava oferecendo o sacrifício: “Dê um pedaço desta carne para o sacerdote assar. Ele não aceitará de você carne cozida, mas apenas crua.” 16Se o ofertante lhe respondia: “Deixe que primeiro queime a gordura, depois você pode pegar o quanto quiser”, o servo do sacerdote dizia: “Não. Você tem de entregar essa carne agora. Se não, eu a pegarei à força.”

17Era, pois, muito grave o pecado desses moços diante do Senhor, porque eles desprezavam a oferta do Senhor.

Samuel em Siló

18Samuel ministrava diante do Senhor, sendo ainda menino, vestido de uma estola sacerdotal de linho. 19Sua mãe lhe fazia uma túnica pequena e, de ano em ano, a levava para ele quando ia com o seu marido oferecer o sacrifício anual. 20Eli abençoava Elcana e a sua mulher e dizia:

— Que o Senhor dê a você filhos desta mulher, em lugar do filho que devolveu ao Senhor.

E voltavam para a sua casa. 21Assim, o Senhor abençoou Ana e ela engravidava. Teve mais três filhos e duas filhas. E o menino Samuel crescia diante do Senhor.

Eli repreende os seus filhos

22Eli já era muito velho e ouvia tudo o que os seus filhos faziam a todo o Israel e de como se deitavam com as mulheres que serviam à porta da tenda do encontro. 23E disse-lhes:

— Por que vocês fazem essas coisas? Pois de todo este povo ouço constantemente falar das coisas más que vocês fazem. 24Não, meus filhos, porque não é boa fama esta que ouço. Vocês estão levando o povo do Senhor a transgredir. 25Se um homem pecar contra o seu próximo, Deus será o árbitro. Mas, se ele pecar contra o Senhor, quem intercederá por ele?

Mas eles não ouviram a voz de seu pai, porque o Senhor os queria matar.

26E o jovem Samuel crescia em estatura e no favor do Senhor e dos homens.

Profecia contra a casa de Eli

27Um homem de Deus veio a Eli e disse:

— Assim diz o Senhor: “Por acaso não me manifestei à casa de seu pai, quando os israelitas ainda estavam no Egito, na casa de Faraó? 28Eu o escolhi dentre todas as tribos de Israel para ser o meu sacerdote, para subir ao meu altar, para queimar o incenso e para usar a estola sacerdotal diante de mim. E dei à casa de seu pai todas as ofertas queimadas dos filhos de Israel. 29Por que tratam com desprezo os meus sacrifícios e as minhas ofertas de cereais, que ordenei que se fizessem na minha morada? E, você, por que honra os seus filhos mais do que a mim, para que você e eles engordem com as melhores partes de todas as ofertas do meu povo de Israel?”

30— Portanto, o Senhor, o Deus de Israel, diz: “Na verdade, eu prometi que a sua casa e a casa de seu pai andariam diante de mim para sempre. Mas agora o Senhor diz: Longe de mim tal coisa, porque honrarei aqueles que me honram, porém desprezarei os que me desprezam. 31Eis que vêm dias em que acabarei com o seu poder e com o poder da casa de seu pai, para que ninguém em sua casa chegue a ficar velho. 32E você verá a aflição da morada de Deus, juntamente com o bem que farei a Israel. Mas ninguém da sua casa chegará à velhice. 33O homem, porém, da sua linhagem a quem eu não afastar do meu altar será poupado apenas para lhe consumir os olhos e lhe entristecer a alma. E todos os descendentes da sua casa morrerão na flor da idade. 34E o que vier a acontecer com os seus dois filhos, Hofni e Fineias, será um sinal para você: ambos morrerão no mesmo dia. 35Então suscitarei para mim um sacerdote fiel, que fará segundo o que tenho no coração e na mente. Eu lhe edificarei uma casa estável, e ele andará diante do meu ungido para sempre. 36E todo aquele que restar da sua casa virá a inclinar-se diante dele, para obter uma moeda de prata e um bocado de pão. E dirá: ‘Peço que você me dê um dos cargos sacerdotais, para que eu tenha um pedaço de pão para comer.’”

1Samuel 2:12-36NAAAbrir na Bíblia

A verdadeira adoração

Salmo de Asafe

1Fala o Poderoso, o Senhor Deus,

e chama a terra desde o Oriente

até o Ocidente.

2Desde Sião,

excelência de formosura,

resplandece Deus.

3O nosso Deus vem

e não guarda silêncio.

À frente dele

vem um fogo devorador,

e ao seu redor

ruge grande tormenta.

4Ele intima os céus lá em cima

e a terra,

para julgar o seu povo.

5Ele diz: “Congreguem

os meus santos,

os que comigo fizeram aliança

por meio de sacrifícios.”

6Os céus anunciam a sua justiça,

porque é o próprio Deus que julga.

7“Escute, meu povo, e eu falarei;

ó Israel, e eu testemunharei

contra você.

Eu sou Deus, o seu Deus.

8Não o repreendo

pelos seus sacrifícios,

nem pelos holocaustos que você

continuamente me oferece.

9Não aceitarei novilhos

da sua casa,

nem bodes dos seus apriscos.

10Pois são meus

todos os animais do bosque

e o gado aos milhares

sobre as montanhas.

11Conheço todas as aves

dos montes,

e são meus todos os animais

que vivem no campo.”

12“Se eu tivesse fome,

não teria necessidade

de dizê-lo a você,

pois meu é o mundo

e a sua plenitude.

13Acaso como eu carne de touros?

Ou bebo sangue de cabritos?

14Ofereça a Deus

sacrifício de ações de graças

e cumpra os seus votos

para com o Altíssimo.

15Invoque-me no dia da angústia;

eu o livrarei,

e você me glorificará.”

16Mas ao ímpio Deus diz:

“De que lhe serve

repetir os meus preceitos

e ter nos lábios a minha aliança,

17se você odeia a disciplina

e rejeita as minhas palavras?

18Se vê um ladrão,

você se torna amigo dele,

e aos adúlteros você se associa.

19Abre a boca para o mal,

e a sua língua trama enganos.

20Senta-se para falar

contra o seu irmão

e difama o filho de sua mãe.

21Você tem feito essas coisas,

e eu me calei;

você pensava

que eu era igual a você;

mas agora eu o repreenderei

e porei tudo à sua vista.”

22“Considerem, pois, nisto,

vocês que se esquecem

de Deus,

para que eu não os despedace,

sem haver quem os livre.

23Aquele que me oferece sacrifício

de ações de graças,

esse me glorificará;

e ao que prepara o seu caminho,

farei com que veja

a salvação de Deus.”

Salmos 50NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.8
SIGA A SBB: