Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

A história de Lia na Bíblia | episódio 3

Raquel, a esposa amada que não podia ter filhos

Jacó amava Raquel muito mais do que amava Lia. Como Raquel não podia ter filhos, ela culpou seu marido e depois permitiu que sua serva, Bila, gerasse filhos no lugar dela. Lia também permitiu que sua serva, Zilpa, fizesse o mesmo.

Texto(s) da Bíblia

1Quando Raquel viu que não dava filhos a Jacó, teve ciúmes de sua irmã e disse a Jacó:

— Dê-me filhos, do contrário morrerei.

2Então Jacó ficou irado com Raquel e disse:

— Será que eu estou em lugar de Deus, que a impediu de ter filhos?

3Então Raquel disse:

— Eis aqui Bila, minha serva; tenha relações com ela, para que dê à luz e eu traga filhos ao meu colo por meio dela.

4Assim, Raquel lhe deu Bila, sua serva, por mulher; e Jacó teve relações com ela. 5Bila ficou grávida e deu à luz um filho a Jacó. 6Então Raquel disse:

— Deus me fez justiça; ouviu a minha voz e me deu um filho.

Por isso lhe chamou Dã.

7Outra vez Bila, serva de Raquel, ficou grávida e deu à luz o segundo filho a Jacó. 8Raquel disse:

— Com grandes lutas tenho competido com minha irmã e consegui vencer.

Por isso deu ao filho o nome de Naftali.

9Quando Lia viu que ela mesma tinha cessado de ter filhos, tomou a sua serva Zilpa e a deu a Jacó por mulher. 10Zilpa, serva de Lia, deu a Jacó um filho. 11Lia disse:

— Afortunada!

E deu ao filho o nome de Gade.

12Depois, Zilpa, serva de Lia, deu o segundo filho a Jacó. 13Então Lia disse:

— É a minha felicidade! Porque as mulheres dirão que sou feliz.

E lhe deu o nome de Aser.

14Nos dias da colheita do trigo, Rúben saiu e achou umas mandrágoras no campo. Ele as trouxe para Lia, sua mãe. Então Raquel disse a Lia:

— Dê-me algumas das mandrágoras que o seu filho trouxe.

15Mas Lia respondeu:

— Você acha pouco o fato de ter tomado de mim o marido? Vai tomar também as mandrágoras de meu filho?

Raquel respondeu:

— Ele poderá ter relações com você esta noite, em troca das mandrágoras de seu filho.

16À tarde, quando Jacó voltava do campo, Lia saiu ao encontro dele e lhe disse:

— Esta noite você terá relações comigo, pois eu aluguei você pelas mandrágoras de meu filho.

E naquela noite Jacó teve relações com ela. 17Deus ouviu Lia, ela ficou grávida e deu à luz o quinto filho. 18Então Lia disse:

— Deus me recompensou, porque dei a minha serva ao meu marido.

E deu ao filho o nome de Issacar.

19E Lia engravidou mais uma vez e deu a Jacó o sexto filho. 20E disse:

— Deus me concedeu excelente dádiva. Agora meu marido vai permanecer comigo, porque lhe dei seis filhos.

E ela deu ao filho o nome de Zebulom.

21Depois disto, deu à luz uma filha e lhe chamou Diná.

22Deus lembrou-se de Raquel, ouviu-a e a fez fecunda. 23Ela engravidou e deu à luz um filho. Então disse:

— Deus tirou de mim o meu vexame.

24E deu ao filho o nome de José, dizendo:

— Que o Senhor me dê ainda outro filho.

Gênesis 30:1-24NAAAbrir na Bíblia

Por fim, Raquel engravidou e deu à luz a José, que se tornou o filho predileto de Jacó.  

No devido tempo, após uma breve discussão com Labão, seu sogro, Jacó decidiu retornar à sua terra natal. Lia e Raquel, e toda sua família, foram junto com Jacó. Após algum tempo, eles se mudaram, e Raquel engravidou novamente.

A viagem por terras montanhosas teria sido difícil sob qualquer circunstância; então, ao chegar a Efrata (Belém), Raquel entrou em trabalho de parto e morreu durante o nascimento de Benjamim. Foi enterrada em Belém. Raquel, uma mulher muito amada por seu marido, deu ao mundo dois filhos admiráveis. Apesar de suas falhas, ela é reconhecida como uma honrada filha de Deus. 

Sociedade Bíblica do Brasilv.4.19.0
SIGA A SBB: