Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 304

Texto(s) da Bíblia

A prática da oração. Um só Mediador

1Antes de tudo, peço que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças em favor de todas as pessoas. 2Orem em favor dos reis e de todos os que exercem autoridade, para que vivamos vida mansa e tranquila, com toda piedade e respeito. 3Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador, 4que deseja que todos sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.

5Porque há um só Deus e um só Mediador entre Deus e a humanidade, Cristo Jesus, homem, 6que deu a si mesmo em resgate por todos, testemunho que se deve dar em tempos oportunos. 7Para isto fui designado pregador e apóstolo — afirmo a verdade, não minto —, mestre dos gentios na fé e na verdade.

Instruções para homens e mulheres

8Quero, pois, que os homens orem em todos os lugares, levantando mãos santas, sem ira e sem animosidade.

9Da mesma forma, que as mulheres, em traje decente, se enfeitem com modéstia e bom senso, não com tranças no cabelo, ouro, pérolas ou roupas caras, 10porém com boas obras, como convém a mulheres que professam ser piedosas. 11A mulher aprenda em silêncio, com toda a submissão. 12E não permito que a mulher ensine, nem que exerça autoridade sobre o homem; esteja, porém, em silêncio. 13Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. 14E Adão não foi iludido, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão. 15Mas ela será salva tendo filhos, se permanecer em fé, amor e santificação, com bom senso.

1Timóteo 2NAAAbrir na Bíblia

A indignação de Deus contra as nações

1Aproximem-se, ó nações,

para ouvir,

e vocês, povos, escutem!

Que a terra e a sua plenitude

ouçam;

que o mundo e tudo

o que ele produz escutem.

2Porque a indignação do Senhor

está contra todas as nações,

e o seu furor está contra

todo o exército delas;

ele as destinou para a destruição

e as entregou à matança.

3Os mortos deles

serão lançados fora,

e dos seus cadáveres

subirá o mau cheiro;

os montes se inundarão

do sangue deles.

4Todo o exército dos céus

se dissolverá,

e os céus se enrolarão

como um pergaminho;

todo o exército dos céus cairá,

como cai a folha da videira

e a folha da figueira.

5Porque a minha espada

se embriagou nos céus;

eis que, para exercer juízo,

ela desce sobre Edom

e sobre o povo que destinei

para a destruição.

6A espada do Senhor

está cheia de sangue,

engrossada da gordura

e do sangue de cordeiros

e de bodes,

da gordura dos rins de carneiros.

Porque o Senhor fará

um sacrifício em Bozra

e grande matança

na terra de Edom.

7Os bois selvagens

cairão com eles,

e os novilhos, com os touros.

A terra deles ficará embriagada

de sangue,

e o pó ficará encharcado

de gordura.

8Porque esse será

o dia da vingança do Senhor,

o ano de retribuições

pela causa de Sião.

9Os ribeiros de Edom

se transformarão em piche,

e o seu pó, em enxofre;

a sua terra se tornará

em piche ardente.

10O fogo não se apagará

nem de noite nem de dia,

e a sua fumaça subirá

para sempre.

De geração em geração

ficará abandonada,

e para todo o sempre

ninguém passará por ela.

11O pelicano e o ouriço

tomarão posse do lugar;

a coruja e o corvo

habitarão nessa terra.

O Senhor estenderá sobre Edom

o cordel de destruição

e o prumo de ruína.

12Já não haverá nobres

para proclamarem um rei;

os seus príncipes já não existem.

13Nos seus palácios,

crescerão espinhos,

e as urtigas e os cardos

tomarão conta

das suas fortalezas.

Edom será uma habitação

de chacais

e morada de avestruzes.

14Os animais do deserto

se encontrarão com as hienas,

e os bodes selvagens

clamarão uns aos outros;

animais noturnos ali pousarão

e acharão para si lugar de repouso.

15Ali a coruja fará o seu ninho,

porá os seus ovos e os chocará;

e na sua sombra abrigará

os seus filhotes.

Também ali os abutres

se ajuntarão,

cada um com o seu par.

16Procurem no livro do Senhor

e leiam:

Nenhuma dessas criaturas faltará,

e nenhuma estará sem o seu par.

Porque a boca do Senhor

o ordenou,

e o seu Espírito mesmo as ajuntará.

17Porque ele lançou as sortes

a favor delas,

e a sua mão lhes repartiu a terra

com o cordel;

para sempre a possuirão,

através das gerações

habitarão nela.

Isaías 34NAAAbrir na Bíblia

A felicidade na Sião futura

1O deserto e a terra seca

se alegrarão;

o ermo exultará e florescerá

como o narciso.

2Ele se cobrirá de flores,

dará gritos de alegria e exultará.

Receberá a glória do Líbano,

o esplendor do Carmelo

e de Sarom.

Eles verão a glória do Senhor,

o esplendor do nosso Deus.

3Fortaleçam as mãos frouxas

e firmem os joelhos vacilantes.

4Digam aos desalentados

de coração:

“Sejam fortes, não tenham medo.

Eis aí está o Deus de vocês.

A vingança vem,

a retribuição de Deus;

ele vem para salvar vocês.”

5Então se abrirão os olhos

dos cegos,

e se desimpedirão os ouvidos

dos surdos;

6os coxos saltarão como as corças,

e a língua dos mudos cantará.

Pois águas arrebentarão

no deserto,

e ribeiros, no ermo.

7A areia escaldante

se transformará em lagos,

e a terra seca,

em mananciais de água.

Onde os chacais

costumavam viver,

crescerá a erva com canas e juncos.

8E ali haverá uma estrada,

um caminho que será chamado

de Caminho Santo.

Os impuros não passarão por ele,

pois será somente

para o povo de Deus.

Quem passar por esse caminho,

mesmo que seja um tolo,

não se perderá.

9Ali não haverá leão;

nenhum animal feroz

passará por ele

nem será encontrado nele;

mas os remidos andarão

por esse caminho.

10Os resgatados do Senhor

voltarão

e virão a Sião

com cânticos de júbilo.

Alegria eterna

coroará a sua cabeça.

Ficarão tomados

de júbilo e alegria,

e deles fugirão

a tristeza e o gemido.

Isaías 35NAAAbrir na Bíblia

65Tens sido bom para o teu servo,

Senhor, segundo a tua palavra.

66Ensina-me bom juízo

e conhecimento,

pois creio nos teus mandamentos.

67Antes de ser afligido,

eu andava errado,

mas agora guardo a tua palavra.

68Tu és bom e fazes o bem;

ensina-me os teus decretos.

69Os soberbos têm forjado

mentiras contra mim,

mas eu guardo de todo o coração

os teus preceitos.

70O coração deles

se tornou insensível,

como se fosse de sebo;

mas eu me alegro na tua lei.

71Foi bom que eu tivesse

passado pela aflição,

para que aprendesse

os teus decretos.

72Para mim vale mais a lei

que procede da tua boca

do que milhares de peças de ouro

ou de prata.

Iode

73As tuas mãos me fizeram

e me formaram;

dá-me entendimento

para que eu aprenda

os teus mandamentos.

74Aqueles que te temem

se alegram quando me veem,

porque na tua palavra

tenho esperado.

75Bem sei, ó Senhor,

que os teus juízos são justos

e que com fidelidade me afligiste.

76Que a tua bondade

me sirva de consolo,

segundo a palavra

que deste ao teu servo.

77Venham sobre mim

as tuas misericórdias,

para que eu viva;

pois na tua lei está o meu prazer.

78Envergonhados sejam

os soberbos por me haverem

oprimido injustamente;

eu, porém, meditarei

nos teus preceitos.

79Voltem-se para mim

os que te temem

e os que conhecem

os teus testemunhos.

80Seja o meu coração

irrepreensível nos teus decretos,

para que eu

não seja envergonhado.

Cafe

81A minha alma desfalece,

aguardando a tua salvação;

porém espero na tua palavra.

82Os meus olhos esmorecem

de tanto esperar

por tua promessa,

e pergunto:

“Quando me consolarás?”

83Já me assemelho

a um odre na fumaça,

mas não me esqueço

dos teus decretos.

84Quantos vêm a ser

os dias do teu servo?

Quando me farás justiça

contra os que me perseguem?

85Para mim abriram

covas os soberbos,

que não andam conforme a tua lei.

86Todos os teus mandamentos

são verdadeiros.

Ajuda-me, pois sou perseguido

injustamente.

87Quase acabaram comigo,

na terra;

mas eu não deixo os teus preceitos.

88Vivifica-me,

segundo a tua misericórdia,

e guardarei os testemunhos

que procedem de tua boca.

Lâmede

89Para sempre, ó Senhor,

a tua palavra está firmada no céu.

90A tua fidelidade se estende

de geração em geração;

fundaste a terra, e ela permanece.

91Conforme os teus juízos,

assim tudo se mantém até hoje;

porque todas as coisas

estão ao teu dispor.

92Se a tua lei não tivesse sido

o meu prazer,

há muito eu teria perecido

na minha angústia.

93Nunca me esquecerei

dos teus preceitos,

pois é por meio deles

que me tens dado vida.

94Sou teu; salva-me,

pois eu busco os teus preceitos.

95Os ímpios me espreitam

para me destruir,

mas eu considero

os teus testemunhos.

96Tenho visto que toda perfeição

tem o seu limite;

mas o teu mandamento é ilimitado.

Mem

Salmos 119:65-96NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.8
SIGA A SBB: