Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 240

Texto(s) da Bíblia

É Jesus o Cristo?

25Alguns de Jerusalém diziam:

— Não é este o homem que estão querendo matar? 26Eis que ele fala abertamente, e ninguém lhe diz nada. Será que as autoridades reconhecem de fato que este é o Cristo? 27Mas nós sabemos de onde este homem vem. Quando, porém, o Cristo vier, ninguém saberá de onde ele é.

28Enquanto ensinava no templo, Jesus disse em voz alta:

— Vocês não somente me conhecem, mas também sabem de onde eu sou. Eu não vim porque eu, de mim mesmo, o quisesse, mas aquele que me enviou é verdadeiro, aquele a quem vocês não conhecem. 29Eu o conheço, porque venho da parte dele e ele me enviou.

30Então quiseram prendê-lo, mas ninguém lhe pôs as mãos, porque a sua hora ainda não havia chegado. 31Porém muitos dentre a multidão creram nele e diziam:

— Quando o Cristo vier, será que vai fazer maiores sinais do que este homem tem feito?

Os guardas mandados para prender Jesus

32Os fariseus, ouvindo a multidão murmurar essas coisas a respeito de Jesus, juntamente com os principais sacerdotes enviaram guardas para o prender. 33Jesus disse:

— Ainda por um pouco de tempo estou com vocês e depois irei para junto daquele que me enviou. 34Vocês irão me procurar, mas não me acharão; vocês também não podem ir para onde eu estou.

35Então os judeus disseram uns aos outros:

— Para onde ele irá que não o possamos achar? Será que pretende ir para a diáspora entre os gregos, a fim de ensinar os gregos? 36Que significa isso que ele diz: “Vocês irão me procurar, mas não me acharão; vocês também não podem ir para onde eu estou?”

Jesus, a fonte da água viva

37No último dia, o grande dia da festa, Jesus se levantou e disse em voz alta:

— Se alguém tem sede, venha a mim e beba. 38Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva.

39Isso ele disse a respeito do Espírito que os que nele cressem haviam de receber; pois o Espírito até aquele momento não tinha sido dado, porque Jesus ainda não havia sido glorificado.

O povo se divide

40Quando ouviram essas palavras, alguns do meio do povo diziam:

— Este é verdadeiramente o profeta.

41Outros diziam:

— Ele é o Cristo.

Outros, porém, perguntavam:

— Por acaso o Cristo virá da Galileia? 42Não diz a Escritura que o Cristo vem da descendência de Davi e da aldeia de Belém, de onde era Davi?

43Assim, houve divisão entre o povo por causa dele. 44Alguns queriam prendê-lo, mas ninguém lhe pôs as mãos.

As autoridades não creem

45Os guardas voltaram à presença dos principais sacerdotes e fariseus, e estes lhes perguntaram:

— Por que vocês não o trouxeram?

46Eles responderam:

— Jamais alguém falou como este homem.

47Os fariseus disseram aos guardas:

— Será que também vocês foram enganados? 48Por acaso alguma das autoridades ou algum dos fariseus creu nele? 49Mas esse povo que nada sabe da lei é maldito.

50Nicodemos, um deles, que antes tinha ido conversar com Jesus, perguntou-lhes:

51— Será que a nossa lei condena um homem sem primeiro ouvi-lo e saber o que ele fez?

52Eles responderam:

— Por acaso também você é da Galileia? Examine e verá que da Galileia não se levanta profeta.

João 7:25-52NAAAbrir na Bíblia

Ofertas de Davi e dos chefes

1O rei Davi disse a toda a congregação:

— Salomão, meu filho, o único a quem Deus escolheu, ainda é moço e inexperiente, e esta obra é grande, porque o palácio não é para homens, mas para o Senhor Deus. 2Portanto, com todas as minhas forças já preparei para o templo de meu Deus ouro para as obras de ouro, prata para as de prata, bronze para as de bronze, ferro para as de ferro e madeira para as de madeira; pedras de ônix, pedras de engaste, pedras de várias cores, de mosaicos e todo tipo de pedras preciosas, e mármore, e tudo em abundância. 3E ainda, porque amo o templo de meu Deus, o ouro e a prata particulares que tenho dou para o templo de meu Deus, além de tudo o que preparei para o santuário: 4cem toneladas de ouro, do ouro de Ofir, e duzentas e quarenta toneladas de prata purificada, para cobrir as paredes das casas; 5ouro para os objetos de ouro e prata para os de prata, e para toda obra de mão dos artífices. Quem, pois, está disposto hoje a ofertar com generosidade para o Senhor?

6Então os chefes das famílias, os chefes das tribos de Israel, os capitães de mil e os de cem e até os administradores da obra do rei fizeram ofertas voluntárias 7e deram para o serviço da Casa de Deus cento e setenta toneladas de ouro, dez mil barras de ouro, trezentas e quarenta toneladas de prata, seiscentas e doze toneladas de bronze e três mil e quatrocentas toneladas de ferro. 8Os que possuíam pedras preciosas as trouxeram para o tesouro da Casa do Senhor, a cargo de Jeiel, o gersonita. 9O povo se alegrou com tudo o que se fez voluntariamente, porque de coração íntegro fizeram ofertas voluntárias ao Senhor. Também o rei Davi se alegrou com grande júbilo.

Davi louva a Deus

10Davi louvou o Senhor diante de toda a congregação e disse:

— Bendito és tu, Senhor, Deus de Israel, nosso pai, de eternidade a eternidade. 11Teu, Senhor, é o poder, a grandeza, a honra, a vitória e a majestade, porque teu é tudo o que há nos céus e na terra. Teu, Senhor, é o reino, e tu te exaltaste como chefe sobre todos. 12Riquezas e glória vêm de ti. Tu dominas sobre tudo, e na tua mão há força e poder. Contigo está o engrandecer e dar força a todos. 13Agora, ó nosso Deus, graças te damos e louvamos o teu glorioso nome. 14Porque quem sou eu, e quem é o meu povo para que pudéssemos dar voluntariamente estas coisas? Porque tudo vem de ti, e nós só damos o que vem das tuas mãos. 15Porque somos estrangeiros diante de ti e peregrinos como todos os nossos pais. Os nossos dias sobre a terra são como a sombra, e não temos permanência. 16Senhor, nosso Deus, toda esta abundância que preparamos para edificar um templo ao teu santo nome vem da tua mão e é toda tua. 17Bem sei, meu Deus, que tu provas os corações e que te agradas da sinceridade. Eu também, na sinceridade de meu coração, dei voluntariamente todas estas coisas, e acabo de ver com alegria que o teu povo aqui reunido te faz ofertas voluntariamente. 18Senhor, Deus de nossos pais Abraão, Isaque e Israel, conserva para sempre no coração do teu povo estas disposições e pensamentos; firma o coração deles em ti. 19E ao meu filho Salomão dá coração íntegro para guardar os teus mandamentos, os teus testemunhos e os teus estatutos, fazendo tudo para edificar este palácio para o qual fiz todos estes preparativos.

20Então Davi disse a toda a congregação:

— Agora, louvem o Senhor, seu Deus.

Então toda a congregação louvou o Senhor, Deus de seus pais. Todos inclinaram a cabeça, adoraram o Senhor e se prostraram diante do rei.

21No dia seguinte, trouxeram sacrifícios ao Senhor e lhe ofereceram holocaustos de mil bezerros, mil carneiros, mil cordeiros, com as suas libações; sacrifícios em abundância por todo o Israel. 22Comeram e beberam, naquele dia, diante do Senhor, com grande alegria.

Salomão é proclamado rei

Pela segunda vez, fizeram rei a Salomão, filho de Davi, e o ungiram ao Senhor por príncipe e a Zadoque, por sacerdote. 23Salomão assentou-se no trono do Senhor como rei em lugar de Davi, seu pai. Ele prosperou, e todo o Israel lhe obedecia. 24Todos os oficiais, os soldados, e até todos os filhos do rei Davi prestaram homenagens ao rei Salomão. 25O Senhor engrandeceu muito Salomão diante de todo o Israel e lhe deu majestade real, qual antes dele não teve nenhum rei em Israel.

A morte de Davi

26Assim, Davi, filho de Jessé, reinou sobre todo o Israel. 27Ele reinou sobre Israel durante quarenta anos: sete anos em Hebrom e trinta e três em Jerusalém. 28Morreu em boa velhice, cheio de dias, riquezas e glória; e Salomão, seu filho, reinou em seu lugar. 29Os atos do rei Davi, tanto os primeiros como os últimos, estão escritos nas crônicas de Samuel, o vidente, nas crônicas de Natã, o profeta, e nas crônicas de Gade, o vidente. 30Ali também está registrado o que se passou no seu reinado e se fala a respeito do seu poder e de todos os acontecimentos que se deram com ele, com Israel e com todos os reinos daquelas terras.

1Crônicas 29NAAAbrir na Bíblia

1— Naquele dia, haverá uma fonte aberta para a casa de Davi e para os moradores de Jerusalém, para remover o pecado e a impureza.

A eliminação da idolatria

2— Naquele dia, diz o Senhor dos Exércitos, eliminarei da terra os nomes dos ídolos, e não haverá mais memória deles. Também removerei da terra os profetas e o espírito da impureza. 3Se alguém ainda profetizar, seu pai e sua mãe, que o geraram, lhe dirão: “Você será morto, porque está falando mentiras em nome do Senhor.” E seu pai e sua mãe, que o geraram, o matarão à espada, quando ele profetizar. 4Naquele dia, os profetas terão vergonha de suas visões proféticas, e nunca mais vestirão um manto de pelos, para enganar as pessoas. 5Pelo contrário, cada um dirá: “Eu não sou profeta; sou lavrador. Trabalho no campo desde a minha juventude.” 6Se alguém lhe perguntar: “Que feridas são essas nas suas mãos?”, ele responderá: “São as feridas com que fui ferido na casa dos meus amigos.”

O pastor de Deus é ferido

7“Levante-se, ó espada,

e ataque o meu pastor

e aquele que é

o meu companheiro”,

diz o Senhor dos Exércitos.

“Fira o pastor,

e as ovelhas ficarão dispersas.

E voltarei a minha mão

para os pequeninos.

8Em toda a terra”,

diz o Senhor,

“dois terços dela serão eliminados

e morrerão;

mas uma terça parte irá sobreviver.

9Farei essa terça parte

passar pelo fogo,

e a purificarei

como se purifica a prata,

e a provarei como se prova o ouro.

Eles invocarão o meu nome,

e eu os atenderei.

Direi: ‘Vocês são o meu povo’,

e eles responderão:

‘O Senhor é o nosso Deus.’”

Zacarias 13NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.6
SIGA A SBB: