Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

Plano de leitura da Bíblia – dia 187

Texto(s) da Bíblia

A grande tribulação

14— Quando, pois, vocês virem o abominável da desolação situado onde não deve estar (quem lê entenda), então os que estiverem na Judeia fujam para os montes. 15Quem estiver no terraço não desça nem entre para tirar de casa alguma coisa. 16E quem estiver no campo não volte atrás para buscar a sua capa. 17Ai das que estiverem grávidas e das que amamentarem naqueles dias! 18Orem para que isso não aconteça no inverno. 19Porque aqueles dias serão de tamanha tribulação, como nunca houve desde o princípio do mundo criado por Deus até agora e nunca jamais haverá. 20Se o Senhor não tivesse abreviado aqueles dias, ninguém seria salvo. Mas, por causa dos eleitos que ele escolheu, Deus abreviou tais dias. 21Então, se alguém disser a vocês: “Olhem! Aqui está o Cristo!” ou: “Olhem! Ali está ele!”, não acreditem. 22Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, operando sinais e prodígios, para enganar, se possível, os próprios eleitos. 23Estejam de sobreaviso; tudo isso tenho predito a vocês.

A vinda do Filho do Homem

24— Mas, naqueles dias, após a referida tribulação, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, 25as estrelas cairão do firmamento e os poderes dos céus serão abalados. 26Então verão o Filho do Homem vindo nas nuvens, com grande poder e glória. 27E então ele enviará os anjos e reunirá os seus escolhidos dos quatro ventos, da extremidade da terra até a extremidade do céu.

A parábola da figueira

28— Aprendam, pois, a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam e as folhas brotam, vocês sabem que o verão está próximo. 29Assim, também vocês, quando virem acontecer essas coisas, saibam que está próximo, às portas. 30Em verdade lhes digo que não passará esta geração sem que tudo isto aconteça. 31Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão.

Exortação à vigilância

32— Mas a respeito daquele dia ou da hora ninguém sabe, nem os anjos no céu, nem o Filho, senão o Pai.

33— Estejam de sobreaviso e vigiem, porque vocês não sabem quando será o tempo. 34É como um homem que, ausentando-se do país, deixa a sua casa, dá autoridade aos seus servos, a cada um a sua obrigação, e ao porteiro ordena que vigie. 35Portanto, vigiem, porque vocês não sabem quando virá o dono da casa: se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã; 36para que, vindo ele inesperadamente, não encontre vocês dormindo. 37O que, porém, digo a vocês, digo a todos: vigiem!

Marcos 13:14-37NAAAbrir na Bíblia

O palácio de Salomão

1Salomão construiu o seu palácio e levou treze anos para concluí-lo.

2Ele construiu a Casa do Bosque do Líbano, de quarenta e quatro metros de comprimento, vinte e dois de largura e treze e meio de altura, sobre quatro fileiras de colunas de cedro e vigas de cedro sobre as colunas. 3A cobertura era de cedro, abrangendo as câmaras laterais em número de quarenta e cinco, apoiadas em colunas, distribuídas em três fileiras de quinze. 4Havia janelas em três fileiras, umas em frente às outras, agrupadas de três em três. 5Todas as portas e janelas eram quadradas, ficando umas em frente das outras em três fileiras.

6Depois, fez o Salão das Colunas, de vinte e dois metros de comprimento e treze e meio de largura. Havia um pórtico de colunas diante dele, e uma área coberta na frente do pórtico.

7Também fez a Sala do Trono, a saber, a Sala do Julgamento, onde Salomão julgava. Ela era revestida de cedro desde o chão até o teto.

8A casa, em que haveria de morar, ele fez em outro pátio, atrás da Sala do Trono, e era uma obra semelhante à anterior. Salomão também fez uma casa semelhante à Sala do Trono para a filha de Faraó, que havia tomado por mulher.

9Todas estas construções eram de pedras valiosas, cortadas sob medida, serradas para o lado de dentro e para o lado de fora; e isto desde os alicerces até as beiras do teto, e por fora até o átrio maior. 10Os alicerces eram de pedras valiosas, pedras grandes; pedras de quatro metros e meio e pedras de três metros e meio; 11por cima delas, pedras valiosas, cortadas sob medida, e cedros. 12Ao redor do grande átrio, havia três fileiras de pedras cortadas e uma fileira de vigas de cedro; assim era também o átrio interior da Casa do Senhor e o pórtico daquela casa.

13O rei Salomão enviou mensageiros que trouxessem de Tiro um homem chamado Hirão. 14Ele era filho de uma viúva, da tribo de Naftali, e o pai dele, já falecido, era um homem de Tiro que trabalhava em bronze. Hirão era cheio de sabedoria, de entendimento e de ciência para fazer todo tipo de trabalho em bronze. Ele se apresentou ao rei Salomão e fez toda a sua obra.

As duas colunas do templo

2Cr 3.15-17

15Hirão fundiu duas colunas de bronze. A altura de cada uma era de oito metros, e um fio de cinco metros e quarenta era a medida de sua circunferência. 16Também fez dois capitéis de bronze para pôr sobre o alto das colunas. A altura de cada um deles era de dois metros e vinte. 17Havia obra de rede e ornamentos torcidos em forma de corrente, para os capitéis que estavam sobre o alto das colunas; sete para um capitel e sete para o outro. 18Fez também romãs em duas fileiras por cima de uma das obras de rede, para cobrir o capitel no alto da coluna; o mesmo fez com o outro capitel.

19Os capitéis que estavam no alto das colunas tinham o formato de lírios, como na Sala do Trono, e tinham um metro e oitenta de altura. 20Perto do bojo, próximo à obra de rede, os capitéis que estavam no alto das duas colunas tinham duzentas romãs, dispostas em fileiras ao redor, sobre um e outro capitel.

21Depois, levantou as colunas no pórtico do templo. Tendo levantado a coluna da direita, deu-lhe o nome de Jaquim; e, tendo levantado a coluna da esquerda, deu-lhe o nome de Boaz. 22No alto das colunas estava a obra na forma de lírios. E, assim, foi terminado o trabalho das colunas.

O mar de fundição

2Cr 4.1-5

23Hirão fez também o mar de fundição, redondo, de quatro metros e meio de uma borda até a outra, e de dois metros e vinte de altura; e um fio de treze metros e meio era a medida de sua circunferência. 24Por baixo da sua borda, ao redor, havia ornamentos em forma de cabaças, dez a cada meio metro; estavam em duas fileiras, fundidas quando se fundiu o mar de fundição. 25O mar de fundição se apoiava sobre doze touros de bronze. Três olhavam para o norte; três, para o oeste; três, para o sul; e três, para o leste. O mar de fundição se apoiava sobre eles, cujas partes posteriores convergiam para dentro. 26A grossura das paredes desse mar era de quatro dedos, e a sua borda, como borda de copo, era como uma flor de lírio. Nele cabiam cerca de quarenta mil litros.

Outros utensílios para o templo

2Cr 4.6-22

27Hirão fez também dez suportes de bronze. Cada um media um metro e oitenta de comprimento, um metro e oitenta de largura e um metro e trinta de altura. 28Os suportes eram do seguinte modo: tinham painéis, que estavam entre molduras, 29nos quais havia leões, bois e querubins. Nas molduras de cima e de baixo dos leões e dos bois, pendiam grinaldas decorativas. 30Cada suporte tinha quatro rodas de bronze e eixos de bronze; os seus quatro pés tinham apoios debaixo da pia, apoios fundidos, e ao lado de cada um havia grinaldas decorativas. 31A boca dos suportes estava dentro de uma guarnição que media quarenta e cinco centímetros de altura; a boca era redonda como a obra de um pedestal e tinha sessenta e sete centímetros de diâmetro. Também nela havia entalhes, e os seus painéis eram quadrados, não redondos. 32As quatro rodas estavam debaixo dos painéis, e os eixos das rodas formavam uma peça com o suporte; cada roda tinha sessenta e sete centímetros de altura. 33As rodas eram como as de um carro: os seus eixos, aros, raios e cubos eram todos fundidos. 34Havia quatro apoios aos quatro cantos de cada suporte, que com este formavam uma peça. 35No alto de cada suporte havia um cilindro de vinte e dois centímetros de altura; também, no alto de cada suporte, os apoios e painéis formavam uma só peça com ele. 36Na superfície dos seus apoios e dos seus painéis, gravou querubins, leões e palmeiras, segundo o espaço de cada um, com grinaldas ao redor. 37Deste modo, fez os dez suportes; todos tinham a mesma fundição, o mesmo tamanho e o mesmo entalhe.

38Hirão também fez dez pias de bronze. Em cada uma cabiam cerca de oitocentos litros, e cada uma tinha um metro e oitenta de diâmetro. Sobre cada um dos dez suportes estava uma pia. 39Pôs cinco suportes à direita do templo e cinco, à esquerda; porém o mar ele pôs ao lado direito do templo, para o lado sudeste. 40Depois Hirão fez os caldeirões, as pás e as bacias.

E assim ele terminou de fazer toda a obra para o rei Salomão, para a Casa do Senhor: 41as duas colunas; os dois capitéis redondos que estavam no alto das duas colunas; as duas redes, para cobrirem os dois capitéis redondos que estavam no alto das colunas; 42as quatrocentas romãs para as duas redes, isto é, duas fileiras de romãs para cada rede, para cobrirem os dois capitéis redondos que estavam no alto das colunas; 43os dez suportes e as dez pias sobre eles; 44o mar de fundição com os doze touros por baixo; 45os caldeirões, as pás e as bacias.

Todos estes utensílios que Hirão fez para o rei Salomão, para a Casa do Senhor, eram de bronze polido. 46O rei os fez fundir em terra barrenta, na planície do Jordão, entre Sucote e Zaretã. 47Salomão deixou de pesar todos os utensílios devido ao seu excessivo número, não se verificando, portanto, o peso do bronze.

48Salomão também mandou fazer todos os utensílios do Santo Lugar do Senhor: o altar de ouro e a mesa de ouro, sobre a qual estavam os pães da proposição; 49os candelabros de ouro finíssimo, cinco à direita e cinco à esquerda, diante do Santo dos Santos; as flores, as lâmpadas e as tesouras de cortar pavios, também de ouro; 50também as taças, os apagadores, as bacias, os recipientes para incenso e os braseiros, de ouro finíssimo; as dobradiças para as portas da casa interior, que é o Santo dos Santos, e as das portas do Santo Lugar do templo, também de ouro.

As dádivas de Davi são colocadas no templo

2Cr 5.1

51Quando o rei Salomão terminou toda a obra que fez para a Casa do Senhor, trouxe as coisas que Davi, seu pai, havia dedicado: a prata, o ouro e os utensílios. Salomão pôs tudo isso entre os tesouros da Casa do Senhor.

1Reis 7NAAAbrir na Bíblia

O castigo de Israel

1“Não se alegre, Israel,

nem exulte como os outros povos.

Porque você se prostituiu,

abandonando o seu Deus.

Você gostou de receber

o pagamento de prostituta

em todas as eiras de cereais.

2A eira e o lagar

não os alimentarão;

e o vinho novo lhes faltará.

3Não permanecerão

na terra do Senhor;

Efraim voltará para o Egito,

e na Assíria comerão

comida impura.”

4“Não oferecerão

libações de vinho ao Senhor,

nem os seus sacrifícios

lhe serão agradáveis.

O pão que comerem será

como pão de pranteadores,

e todos os que dele comerem

ficarão impuros.

Esse pão será exclusivamente

para eles;

não entrará na Casa do Senhor.”

5“O que vocês farão

no dia da solenidade

e no dia da festa do Senhor?

6Porque eis que eles fugiram

por causa da destruição.

O Egito os reunirá,

e Mênfis os sepultará.

Os seus tesouros de prata

ficarão para as urtigas;

espinhos tomarão conta

das suas moradas.”

7“Chegaram os dias do castigo,

chegaram os dias da retribuição.

Israel ficará sabendo.

O profeta é um tolo,

e o homem de espírito é um louco,

por causa da abundância

da sua iniquidade,

ó Israel, e do seu imenso ódio.

8O profeta é sentinela

contra Efraim,

ao lado de meu Deus,

mas o laço do passarinheiro

se encontra

em todos os seus caminhos,

e inimizade no templo

do seu Deus.

9Eles se afundaram na corrupção,

como nos dias de Gibeá.

O Senhor se lembrará

das suas injustiças

e castigará os pecados

que eles cometeram.”

10“Encontrei Israel

como uvas no deserto;

vi os pais de vocês como

as primícias da figueira nova.

Mas eles foram para Baal-Peor,

consagraram-se

à vergonhosa idolatria

e se tornaram tão abomináveis

como aquilo que amaram.

11Quanto a Efraim,

a sua glória voará como ave;

não haverá nascimento,

nem gravidez, nem concepção.

12Ainda que venham

a criar os seus filhos,

eu os privarei deles,

para que não fique nem um sequer.

Ai deles, quando deles

eu me afastar!

13Aos meus olhos,

Efraim era como Tiro,

plantado num lugar agradável;

mas Efraim levará os seus filhos

ao matador.

14Dá-lhes, ó Senhor!

O que lhes darás?

Dá-lhes um ventre estéril

e seios sem leite.”

15“Toda a maldade deles

se acha em Gilgal;

foi ali que comecei a odiá-los.

Por causa da maldade

das suas ações,

eu os expulsarei da minha casa.

Não os amarei mais.

Todos os seus príncipes

são rebeldes.”

16“Efraim está ferido.

Secaram-se as suas raízes;

não dará fruto.

E mesmo que as mulheres

voltem a dar à luz,

eu matarei esses filhos queridos.

Oseias 9:1-16NAAAbrir na Bíblia
Sociedade Bíblica do Brasilv.4.18.6
SIGA A SBB: