Sociedade Bíblica do Brasil
Sociedade Bíblica do Brasil

O Caminho da Volta – Saulo

O caminho da volta para Saulo: não me envergonho do evangelho!

Texto(s) da Bíblia

A morte de Estêvão

54Ao ouvirem isto, ficaram com o coração cheio de raiva e rangiam os dentes contra ele. 55Mas Estêvão, cheio do Espírito Santo, fitou os olhos no céu e viu a glória de Deus e Jesus, que estava à direita de Deus. 56Então disse:

— Eis que vejo os céus abertos e o Filho do Homem, em pé à direita de Deus.

57Eles, porém, gritando bem alto, taparam os ouvidos e, unânimes, avançaram contra ele. 58E, expulsando-o da cidade, o apedrejaram. As testemunhas deixaram as capas deles aos pés de um jovem chamado Saulo. 59E enquanto o apedrejavam, Estêvão orava, dizendo:

— Senhor Jesus, recebe o meu espírito!

60Então, ajoelhando-se, gritou bem alto:

— Senhor, não os condenes por causa deste pecado!

E, depois que ele disse isso, morreu.

1E Saulo consentia na morte de Estêvão.

Saulo persegue a igreja

Naquele dia, teve início uma grande perseguição contra a igreja em Jerusalém. Todos, exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judeia e da Samaria. 2Alguns homens piedosos sepultaram Estêvão e fizeram grande lamentação por ele. 3Saulo, porém, queria destruir a igreja. Indo de casa em casa, arrastava homens e mulheres, lançando-os na prisão.

Atos 7:54-8:3NAAAbrir na Bíblia

A conversão de Saulo

1Saulo, respirando ainda ameaças e morte contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote 2e lhe pediu cartas para as sinagogas de Damasco, a fim de que, caso achasse alguns que eram do Caminho, tanto homens como mulheres, os levasse presos para Jerusalém. 3Enquanto seguia pelo caminho, ao aproximar-se de Damasco, subitamente uma luz do céu brilhou ao seu redor. 4Ele caiu por terra e ouviu uma voz que lhe dizia:

— Saulo, Saulo, por que você me persegue?

5Ele perguntou:

— Senhor, quem é você?

E a resposta foi:

— Eu sou Jesus, a quem você persegue. 6Mas levante-se e entre na cidade, onde lhe dirão o que você deve fazer.

7Os homens que viajavam com Saulo pararam emudecidos, ouvindo a voz, mas não vendo ninguém. 8Então Saulo se levantou do chão e, abrindo os olhos, nada podia ver. E, guiando-o pela mão, levaram-no para Damasco. 9Esteve três dias sem ver, durante os quais nada comeu, nem bebeu.

A visita de Ananias

10Havia em Damasco um discípulo chamado Ananias. O Senhor lhe apareceu numa visão e disse:

— Ananias!

Ao que ele respondeu:

— Eis-me aqui, Senhor!

11Então o Senhor lhe disse:

— Levante-se e vá à rua que se chama Direita e, na casa de Judas, procure um homem de Tarso chamado Saulo. Ele está orando 12e, numa visão, viu entrar um homem, chamado Ananias, e impor-lhe as mãos, para que recuperasse a vista.

13Ananias, porém, respondeu:

— Senhor, de muitos tenho ouvido a respeito desse homem, quanto mal tem feito aos teus santos em Jerusalém. 14E aqui em Damasco ele tem autorização dos principais sacerdotes para prender todos os que invocam o teu nome.

15Mas o Senhor disse a Ananias:

— Vá, porque este é para mim um instrumento escolhido para levar o meu nome diante dos gentios e reis, bem como diante dos filhos de Israel. 16Pois eu mesmo vou mostrar a ele quanto deve sofrer pelo meu nome.

17Então Ananias foi e, entrando na casa, impôs as mãos sobre Saulo, dizendo:

— Saulo, irmão, o Senhor Jesus, que apareceu a você no caminho para cá, me enviou para que você volte a ver e fique cheio do Espírito Santo.

18Imediatamente caíram dos olhos de Saulo umas coisas parecidas com escamas, e ele voltou a ver. A seguir, levantou-se e foi batizado. 19E, depois de comer, sentiu-se fortalecido.

Saulo em Damasco

Saulo permaneceu alguns dias com os discípulos em Damasco. 20E logo, nas sinagogas, proclamava Jesus, afirmando que ele é o Filho de Deus. 21Todos os que ouviam Saulo estavam atônitos e diziam:

— Não é este o que exterminava em Jerusalém os que invocam o nome de Jesus e veio para cá precisamente para prender e levá-los aos principais sacerdotes?

22Saulo, porém, mais e mais se fortalecia e confundia os judeus que moravam em Damasco, demonstrando que Jesus é o Cristo.

Saulo escapa dos judeus

23Decorridos muitos dias, os judeus resolveram matar Saulo, 24mas ele ficou sabendo do plano deles. Dia e noite guardavam também os portões da cidade, para o matar. 25Mas os discípulos de Saulo tomaram-no de noite e, colocando-o num cesto, desceram-no pela muralha.

Saulo em Jerusalém e em Tarso

26Quando chegou a Jerusalém, Saulo procurou juntar-se aos discípulos de Jesus. Porém todos tinham medo dele, não acreditando que ele fosse discípulo. 27Mas Barnabé, tomando-o consigo, levou-o aos apóstolos. Contou-lhes como Saulo tinha visto o Senhor no caminho, e que o Senhor tinha falado com ele. Também contou como, em Damasco, Saulo tinha pregado ousadamente em nome de Jesus. 28E Saulo ficou com eles em Jerusalém, entrando e saindo, pregando ousadamente em nome do Senhor. 29Falava e discutia com os helenistas, mas eles procuravam matá-lo. 30Quando isto chegou ao conhecimento dos irmãos, levaram Saulo até Cesareia e dali o enviaram para Tarso.

A igreja cresce

31Assim, a igreja tinha paz por toda a Judeia, Galileia e Samaria, edificando-se e caminhando no temor do Senhor; e, no consolo do Espírito Santo, crescia em número.

Atos 9:1-31NAAAbrir na Bíblia

Os discípulos são chamados de cristãos em Antioquia

19Os que foram dispersos a partir da perseguição que começou com a morte de Estêvão se espalharam até a Fenícia, Chipre e Antioquia, não anunciando a palavra a ninguém que não fosse judeu. 20Alguns deles, porém, que eram de Chipre e de Cirene e que foram até Antioquia, falavam também aos gregos, anunciando-lhes o evangelho do Senhor Jesus. 21A mão do Senhor estava com eles, e muitos, crendo, se converteram ao Senhor.

22A notícia a respeito deles chegou aos ouvidos da igreja que estava em Jerusalém; e enviaram Barnabé até Antioquia. 23Quando ele chegou e viu a graça de Deus, ficou muito alegre. E exortava todos a que, com firmeza de coração, permanecessem no Senhor. 24Porque era homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé. E muita gente se uniu ao Senhor.

25Depois Barnabé foi a Tarso à procura de Saulo. 26E, quando o encontrou, levou-o para Antioquia. E, durante um ano inteiro, se reuniram naquela igreja e ensinaram numerosa multidão. Em Antioquia, os discípulos foram, pela primeira vez, chamados de cristãos.

Ágabo prediz grande fome

27Naqueles dias, alguns profetas foram de Jerusalém para Antioquia. 28E, apresentando-se um deles, chamado Ágabo, dava a entender, pelo Espírito, que haveria uma grande fome em todo o mundo. Essa fome veio nos dias do imperador Cláudio. 29Os discípulos, cada um conforme as suas posses, resolveram mandar uma ajuda aos irmãos que moravam na Judeia. 30E eles o fizeram, enviando essa ajuda aos presbíteros por meio de Barnabé e Saulo.

Atos 11:19-30NAAAbrir na Bíblia

Barnabé e Saulo. A primeira viagem missionária

1Havia na igreja de Antioquia profetas e mestres: Barnabé; Simeão, chamado Níger; Lúcio, de Cirene; Manaém, que tinha sido criado com Herodes, o tetrarca; e Saulo. 2Enquanto eles estavam adorando o Senhor e jejuando, o Espírito Santo disse:

— Separem-me, agora, Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado.

3Então, jejuando e orando, e impondo as mãos sobre eles, os despediram.

Atos 13:1-3NAAAbrir na Bíblia

A verdadeira justiça

1Quanto ao mais, meus irmãos, alegrem-se no Senhor. Escrever de novo as mesmas coisas não é um problema para mim e é segurança para vocês.

2Cuidado com os cães! Cuidado com os maus obreiros! Cuidado com a falsa circuncisão! 3Porque nós é que somos a circuncisão, nós, que adoramos a Deus no Espírito e nos gloriamos em Cristo Jesus, em vez de confiarmos na carne. 4É verdade que eu também poderia confiar na carne. Se alguém pensa que pode confiar na carne, eu ainda mais: 5fui circuncidado no oitavo dia, sou da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; quanto à lei, eu era fariseu; 6quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que há na lei, irrepreensível.

7Mas o que para mim era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo. 8Na verdade, considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor. Por causa dele perdi todas as coisas e as considero como lixo, para ganhar a Cristo 9e ser achado nele, não tendo justiça própria, que procede de lei, mas aquela que é mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus, baseada na fé. 10O que eu quero é conhecer Cristo e o poder da sua ressurreição, tomar parte nos seus sofrimentos e me tornar como ele na sua morte, 11para, de algum modo, alcançar a ressurreição dentre os mortos.

A soberana vocação

12Não que eu já tenha recebido isso ou já tenha obtido a perfeição, mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus. 13Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficam para trás e avançando para as que estão diante de mim, 14prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.

15Todos, pois, que somos maduros, tenhamos este modo de pensar; e, se em alguma coisa vocês pensam de modo diferente, também isto Deus revelará para vocês. 16Seja como for, andemos de acordo com o que já alcançamos.

Os inimigos da cruz de Cristo

17Irmãos, sejam meus imitadores e observem os que vivem segundo o exemplo que temos dado a vocês. 18Pois muitos andam entre nós, dos quais repetidas vezes eu lhes dizia e agora digo, até chorando, que são inimigos da cruz de Cristo. 19O destino deles é a perdição, o deus deles é o ventre, e a glória deles está naquilo de que deviam se envergonhar, visto que só pensam nas coisas terrenas. 20Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, 21o qual transformará o nosso corpo de humilhação, para ser igual ao corpo da sua glória, segundo a eficácia do poder que ele tem de até subordinar a si todas as coisas.

Filipenses 3:1-21NAAAbrir na Bíblia

Prefácio e saudação

1Paulo, servo de Cristo Jesus, chamado para ser apóstolo, separado para o evangelho de Deus, 2que ele, no passado, prometeu por meio dos seus profetas nas Escrituras Sagradas. 3Este evangelho diz respeito a seu Filho, o qual, segundo a carne, veio da descendência de Davi 4e foi designado Filho de Deus com poder, segundo o Espírito de santidade, pela ressurreição dos mortos, a saber, Jesus Cristo, nosso Senhor. 5Por meio dele viemos a receber graça e apostolado por amor do seu nome, para a obediência da fé, entre todos os gentios. 6Entre esses se encontram também vocês que foram chamados para pertencerem a Jesus Cristo. 7A todos os amados de Deus que estão em Roma, chamados para ser santos.

Que a graça e a paz de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo estejam com vocês.

Paulo ora pelos cristãos de Roma e deseja vê-los

8Em primeiro lugar, por meio de Jesus Cristo, dou graças ao meu Deus por todos vocês, porque a fé que vocês têm é proclamada no mundo inteiro. 9Pois Deus, a quem sirvo em meu espírito, no evangelho de seu Filho, é minha testemunha de como nunca deixo de fazer menção de vocês 10em todas as minhas orações, pedindo que, em algum momento, pela vontade de Deus, surja uma oportunidade de visitá-los. 11Porque desejo muito vê-los, a fim de repartir com vocês algum dom espiritual, para que vocês sejam fortalecidos, 12isto é, para que nos consolemos uns aos outros por meio da fé mútua: a de vocês e a minha.

13Quero que vocês saibam, irmãos, que muitas vezes me propus a ir visitá-los — no que tenho sido, até agora, impedido —, para conseguir algum fruto igualmente entre vocês, assim como também tenho conseguido entre os outros gentios. 14Pois sou devedor tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como a insensatos. 15Por isso, quanto a mim, estou pronto a anunciar o evangelho também a vocês que estão em Roma.

O poder do evangelho

16Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego. 17Porque a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: “O justo viverá por fé.”

Romanos 1:1-17NAAAbrir na Bíblia

Paulo em Roma

16Uma vez em Roma, Paulo recebeu permissão para morar por sua conta, tendo em sua companhia o soldado que o guardava.

17Três dias depois, ele convocou os principais dos judeus. Quando estavam reunidos, Paulo disse:

— Meus irmãos, apesar de nada ter feito contra o povo ou contra os costumes paternos, vim preso desde Jerusalém, entregue nas mãos dos romanos. 18Estes, depois de me interrogarem, quiseram soltar-me, porque não encontraram em mim nenhum crime passível de morte. 19Diante da oposição dos judeus, fui obrigado a apelar para César, não tendo eu, porém, nada de que acusar o meu povo. 20Foi por isto que pedi para vê-los e para falar com vocês; porque é pela esperança de Israel que estou preso com esta corrente.

21Então eles lhe disseram:

— Nós não recebemos da Judeia nenhuma carta que falasse a respeito de você. Também não veio qualquer dos irmãos que nos anunciasse ou dissesse algo de mau a seu respeito. 22Mas gostaríamos de ouvir o que você pensa, porque sabemos que em todos os lugares essa seita é contestada.

Paulo prega em Roma

23Tendo eles marcado um dia, foram em grande número ao encontro de Paulo no lugar onde ele residia. Então, desde a manhã até a tarde, lhes fez uma exposição em testemunho do Reino de Deus, procurando persuadi-los a respeito de Jesus, tanto pela Lei de Moisés como pelos Profetas. 24Houve alguns que ficaram persuadidos pelo que Paulo dizia; outros, porém, continuaram incrédulos. 25E, havendo discordância entre eles, começaram a ir embora. Mas, antes que saíssem, Paulo disse estas palavras:

— Bem falou o Espírito Santo aos pais de vocês, por meio do profeta Isaías, quando disse:

26“Vá a este povo e diga:

Ouvindo, vocês ouvirão

e de modo nenhum

entenderão;

vendo, vocês verão

e de modo nenhum

perceberão.

27Porque o coração deste povo

está endurecido;

ouviram com os ouvidos tapados

e fecharam os olhos;

para não acontecer que

vejam com os olhos,

ouçam com os ouvidos,

entendam com o coração,

se convertam

e sejam por mim curados.”

28E Paulo concluiu:

— Portanto, fiquem sabendo que esta salvação que Deus oferece foi enviada aos gentios. E eles a ouvirão.

29[Ditas estas palavras, os judeus foram embora, tendo entre si grande discussão.]

Paulo prisioneiro durante dois anos

30Durante dois anos, Paulo permaneceu na sua própria casa, que tinha alugado, onde recebia todos os que o procuravam.

Atos 28:16-30NAAAbrir na Bíblia

O caminho da volta para Saulo: não me envergonho do evangelho!

Imagino como deve ter sido difícil para Saulo voltar ao convívio social após sua conversão. Participou do martírio de Estêvão. Perseguiu cristãos. No caminho a Damasco, Jesus – o Caminho, veio ao encontro dele e o transformou. Ananias o ajudou a recuperar a visão e dar os primeiros passos na fé. Saulo começou a pregar o evangelho. Mas seu passado falava mais alto. Demorou para as pessoas perceberem que não era fingimento nem astúcia. Barnabé deu bom testemunho dele em Jerusalém. Saulo começou a ser aceito. O caminho da volta não é fácil. Deus sabe disso e  permanece conosco, levantando amigos que acreditem em nós, nos orientem e conosco batalhem.

Sociedade Bíblica do Brasilv.4.19.1
SIGA A SBB: