Sociedade Bíblica do Brasil
«voltar
18/12/2017
2018 será o Ano da Bíblia

O livro mais lido, traduzido e distribuído de todos os tempos estará no centro de diversas celebrações, incentivadas pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), para levar uma mensagem de esperança a todos os cristãos brasileiros. A iniciativa foi lançada em 10 de dezembro de 2017, Dia da Bíblia, no Museu da Bíblia, em Barueri (SP).

 

Um ano inteiro para celebrar o Livro Sagrado é o que propõe a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), ao lançar 2018 como o Ano da Bíblia no Brasil. A iniciativa tem como objetivo destacar a importância deste livro, o maior best-seller de todos os tempos, e também comemorar os 70 anos da SBB, que serão completados em 10 de junho. Com o tema “Bíblia Sagrada: o livro da esperança”, as festividades começaram em 10 de dezembro, no Dia da Bíblia de 2017, e serão encerradas em 9 de dezembro do próximo ano, Dia da Bíblia, sempre celebrado no segundo domingo de dezembro. Mais de 500 pessoas de diferentes denominações cristãs participaram da abertura das festividades no Museu da Bíblia, em Barueri (SP).

“Nós esperamos que a Bíblia seja mais lida e mais estudada. Seguir um bom programa de leitura da Bíblia é fundamental para manter uma igreja fiel, motivada e para que ela abra as portas para as pessoas que ainda não têm acesso à Palavra de Deus”, relatou o gerente de Desenvolvimento Institucional da SBB e coordenador nacional da campanha, Mário Rost, ao apresentar o 2º Ano da Bíblia no Brasil.

O evento aconteceu em dois auditórios. Um foi dedicado para a programação principal. Além do Dia da Bíblia e do lançamento do 2º Ano da Bíblia no Brasil, teve a apresentação da Nova Almeida Atualizada (NAA) realizada pela revisora de textos da SBB, Quéfren Moura. O louvor foi ministrado pelo grupo de louvor da Igreja Batista Memorial de Alphaville. O segundo auditório ficou voltado especialmente para o público infantil com contação de histórias da Bíblia, apresentação musical e entrega dos prêmios para os vencedores do 14º Concurso Pintando o Natal.

 

Por que celebrar a Bíblia

Livro mais lido, traduzido e distribuído, no Brasil e no mundo, a Bíblia atravessou os mais diferentes formatos, do papiro à era digital, numa demonstração clara da perenidade e atualidade da Palavra de Deus. Primeira obra de grande porte a ser produzida pela prensa de Gutenberg, a Bíblia continua sendo o livro mais impresso em todo o mundo, ao longo de cinco séculos.

Considerada um tesouro da humanidade, a Bíblia completa já foi traduzida para 648 línguas, entre as 6.887 faladas no mundo, de acordo com dados de 2016. O Novo Testamento é encontrado em 1.432 línguas e trechos da Bíblia em 1.142 idiomas. Embora ainda restem mais de 3.222 línguas faladas por pequenos grupos – totalizando mais de 250 milhões de pessoas – que não possuem um só trecho da Bíblia traduzido, é relevante a importância do Livro Sagrado para pessoas das mais diversas etnias, em todos os pontos do planeta.

Mais recentemente, a Bíblia passou a ser disponibilizada em formato eletrônico, podendo ser acessada por meio de smartphones e leitores digitais. Um exemplo é o aplicativo Biblia Plus, desenvolvido pelas Sociedades Bíblicas Unidas – aliança da qual a SBB faz parte e que reúne 147 Sociedades Bíblicas no mundo –, por meio do qual são oferecidas, gratuitamente, traduções bíblicas em diferentes línguas.

No Brasil, levantamento da SBB de janeiro a novembro de 2017 aponta a distribuição de mais de 2,88 milhões de exemplares da Bíblia em formato digital. No total, incluindo as obras impressas, foram distribuídas 6.773.421 Bíblias completas, enquanto as demais publicações, somando-se a Novos Testamentos, livretos, folhetos, obras acadêmicas e publicações infantis, atingiram 277.397.304 de exemplares.

Desde 2002, a Bíblia completa está disponível em Braile, tornando-se acessível também a esse segmento da população. Outros públicos contemplados com edições especiais do texto bíblico são as pessoas com deficiência auditiva e comunidades indígenas e de imigração.

 

Comemorações variadas

Em 2018, a SBB completará 70 anos, marcados pelo esforço de distribuir a Bíblia a todas as pessoas em qualquer lugar que estejam. Por isso, está convidando todas as igrejas cristãs a homenagear esse importante livro. A programação do Ano da Bíblia será divulgada ao longo do ano. Um Comitê Nacional de Referência, composto por mais de 2.000 líderes, e comitês estaduais darão suporte às iniciativas. “Queremos ampliar a divulgação e o conhecimento das Escrituras Sagradas no Brasil”, afirma o secretário de Comunicação, Ação Social e Arrecadação da SBB, Erní Seibert.

O Ano da Bíblia merecerá programação especial no tradicional Fórum de Ciências Bíblicas, que chegará à 14ª edição em 2018, e nos Seminários de Ciências Bíblicas, promovidos pela entidade. Uma exposição sobre o tema, com peças do Museu da Bíblia (MuBi), percorrerá vários pontos do País, a partir de fevereiro, e será destaque também no espaço cultural da SBB, em Barueri (SP).

Além disso, a SBB lança a Nova Almeida Atualizada, revisão da consagrada tradução Almeida Revista e Atualizada, uma das preferidas pelos cristãos brasileiros. Com estilo clássico e linguagem atual, a obra foi desenvolvida tendo como base os textos bíblicos originais em Hebraico, Aramaico e Grego. Outro destaque será a transcrição do Novo Testamento, Salmos e Provérbios em linguagem web. O projeto foi pensado com o objetivo de promover a interação do público jovem com o texto bíblico.

Na programação, não faltarão atividades. As igrejas serão convidadas a realizar maratonas de leitura, ciclos de palestras sobre o Livro Sagrado, cultos especiais, exposições, festivais de música, passeios ciclísticos e carreatas, entre outras atividades.

Esta é a segunda edição do Ano da Bíblia no Brasil. A primeira celebração ocorreu em 2008 e teve como tema “Bíblia Sagrada – Um livro para todos”.